Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Pastor George chega ao Fórum de Linhares para participar de audiência


O pastor Georgeval Alves Gonçalves chegou (veja vídeo abaixo) ao Fórum Desembargador Mendes Wanderley, em Linhares, por volta das 9h05 desta terça-feira (27) para participar da 3ª audiência de instrução e julgamento do assassinato dos irmãos Joaquim Alves e Kauã Salles, no dia 21 de abril, na casa onde a família morava em Linhares, na Região Norte do Estado.

Uma equipe de 13 policiais militares faz a segurança no entorno do Fórum, mas nesta terça não houve protesto na chegada do pastor George. A pastora Juliana Salles também era aguardada e teve a presença requisitada pela Justiça à Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), mas ela não foi vista no local.

Ao todo, 15 testemunhas deverão ser ouvidas nesta terceira audiência, que não será aberta ao público, de acordo com o TJES, pois o processo tramita em segredo de Justiça.

A pastora Juliana Salles está detida no Presídio de Teófilo Otoni, desde o último dia 14, quando foi detida em uma loja no Centro da Cidade mineira, junto com uma amiga.

A Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) de Minas Gerais informou que não recebeu nenhuma solicitação para que a pastora compareça à audiência, mas disse que o pedido de transferência para o ES está em andamento, e não há previsão de quando ocorrerá.
PRIMEIRA AUDIÊNCIA

A primeira audiência do caso aconteceu no dia 10 de outubro, na 1ª Vara Criminal de Vitória, onde foram ouvidos o pai de Kauã, Rainy Butkovsky, a avó paterna do menino, Marlúcia Butkovsky, peritos e investigadores do caso.


SEGUNDA AUDIÊNCIA

Na segunda audiência que aconteceu no dia 23 de outubro, no Fórum Desembargador Mendes Wanderley em Linhares, foram ouvidas 16 testemunhas do caso. A sessão durou cerca de 9 horas e foi marcada por protestos em frente ao Fórum de Linhares. Os pastores Georgeval Alves Gonçalves e Juliana Pereira Salles Alves também estiveram no local e chegaram juntos em uma van do sistema penitenciário.


MUDANÇA DE PROMOTOR

A promotora Rachel Tannenbaum, da 2ª Promotoria Criminal de Linhares, que conduziu as investigações finais que levaram à denúncia e a prisão da pastora Juliana Salles, informou à reportagem que não está mais à frente do caso, e quem assumirá o promotor Claudeval França Quintiliano.

Fonte Gazeta Online

Postar um comentário

[blogger][disqus][facebook][spotim]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget