Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Cristã chinesa revela que foi forçada a blasfemar contra Cristo


Alguns cristãos chineses deram depoimentos importantes que revelaram sobre a “doutrinação” e o abuso mental que tem ocorrido no país. Uma delas afirmou que foi forçada a blasfemar contra Cristo.

Jian Yongjiu, membro da Igreja do Deus Todo Poderoso, disse à revista Bitter Winter que foi presa sob a seguinte acusação: “prejudicar a aplicação da lei estatal através de uma organização”.

Por conta disso, foi enviada a um “centro de educação legal” na cidade de Hangzhou, na província de Zhejiang. De acordo com o Christian Post, Jian revelou que dentro desse “campo de doutrinação” foi impedida pelos policiais de dormir por não ter negado o nome de Cristo. Apesar de não sofrer danos físicos, sofreu tortura mental.

“Para uma pessoa de fé, ser submetida à doutrina deles não só causa angústia mental, mas a alma fica sujeita a uma repressão e agonia insuportáveis”, relatou. Segundo ela, a vigilância é constante, 24 horas por dia, 7 dias por semana, dentro de quartos pequenos, com cadeados e pouca iluminação.

Os “presos” possuem tutores que são treinados para ajudar os detidos a passar por “transformação ideológica”. Eles não saem do lado dos detidos nem mesmo durante a noite. Além disso, há câmeras por todo lado para evitar que os cristãos orem secretamente.

Doutrinação ideológica
Durante o dia, Jian participou de aulas de doutrinação por horas, onde foi forçada a assistir a vídeos de propaganda do Partido Comunista Chinês. Depois teve que estudar sobre os ensinamentos do presidente chinês Xi Jinping e cantar canções agradecendo ao Partido.

“Todos os dias, eu fui forçada a assistir ao conteúdo que condenou e caluniou minha fé, mas não tive permissão para refutar isso”, disse. Certa vez, os tutores disseram para ela escrever claramente palavras blasfemas sobre Deus. Ela se recusou a fazê-lo e perguntou: “A constituição nacional prevê expressamente a liberdade de crença dos cidadãos. Por que você atormenta e persegue os cristãos?”.

Um deles respondeu: “Para quem há liberdade de crença? Você nasceu na China, então você tem que obedecer ao Partido Comunista. A crença em Deus é a que o Partido Comunista mais odeia. Se você quer liberdade, você não vai conseguir a menos que você vá para o exterior”.

“Se eu não fosse guiada pela palavra de Deus, teria ficado louca. O PCC é mau”, garantiu. Apesar de estar livre agora, a cristã continua a ser assediada e ameaçada pela polícia e é constantemente monitorizada por uma mulher que se identifica com um bracelete vermelho escrito “serviço especial”.

Postar um comentário

[blogger][disqus][facebook][spotim]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget