Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Cristãos recusam oferta de juízes para renunciar à fé e voltam para prisão


Dois cristãos iranianos recusaram este mês renunciar à sua fé no tribunal em troca de liberdade e foram mandados de volta para a cadeia e ordenados a aguardar a sentença.

Saheb Fadaie e Fatemeh Bakhteri, ambos cristãos, foram convidados no dia 15 de janeiro por seus respectivos juízes, Hassan Babaee e Ahmad Zargar, a renunciarem à sua fé, de acordo com a Christian Solidarity Worldwide  (CSW), uma organização britânica que apoia a liberdade religiosa no mundo.

Os dois, no entanto, não negaram a Cristo durante a audiência em Teerã.

“Eles foram posteriormente informados para esperar uma sentença no recurso contra a sua condenação dentro dos próximos dias”, informou a CSW.

Fadai e Bakhteri são acusados ​​de “espalhar propaganda contra o regime”, que supostamente envolvia discutir doutrinas cristãs em uma igreja doméstica “sobre a ascendência de Cristo e a autoridade última da Bíblia”, disse a CSW. As doutrinas “foram interpretadas como sendo ataques ao Islã”, disseram fontes à organização.

Suas sentenças para discutir a doutrina cristã foram 18 meses para Fadaie e 22 meses para Bakhteri. Eles foram sentenciados em setembro e entraram com uma apelação, que foi ouvida em 15 de janeiro, quando os juízes iranianos pediram que eles renunciassem à sua fé.

Fadaie já cumpria uma sentença de dez anos por “agir contra a segurança nacional” ao “promover o cristianismo sionista” e administrar “igrejas domésticas”, segundo o  WorldWatch Monitor . Ele foi preso em 2016 junto com o pastor Yousef Nadarkhani, Mohammadreza Omidi e Yasser Mossayebzadeh.

“A condenação de Fadaie e Bakhteri por afirmar a doutrina cristã não é apenas uma violação grave de seu direito de adotar uma crença religiosa de sua escolha, mas também criminaliza a fé cristã, que a constituição iraniana pretende reconhecer”, disse o chefe da CSW, o executivo Mervyn Thomas.

“É profundamente preocupante que os juízes Babee e Zargar estejam presidindo seu apelo, especialmente em vista da exigência inaceitável de que renunciem à sua fé; a rejeição por esses juízes de um recurso anterior envolvendo Fadaie e as alegações de que ambos os juízes estão implicados em violações de direitos humanos.”

Thomas acrescentou: “Pedimos que a sentença contra Fadaie e Bakhteri seja anulada, e exortamos as autoridades iranianas a garantir o devido processo em casos envolvendo minorias religiosas. Também continuamos a instar o governo iraniano a cessar todas as formas de assédio e intimidação de comunidades religiosas pacíficas e a libertar todos os detidos em conexão com sua religião ou crença ”

Fonte: Christian Headlines

Postar um comentário

[blogger][disqus][facebook][spotim]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget