Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

“Deus e Justiça vão cuidar”, diz Datena sobre acusação de assédio

A jornalista Bruna Drews e o apresentador José Luiz Datena (Reprodução)

José Luiz Datena voltou a assumir o “Brasil Urgente”, da Band, nesta segunda-feira (21). Pela primeira vez, frente às câmeras, o apresentador comentou a respeito da denúncia de assédio que recebeu da jornalista Bruna Drews.

“Deus e Justiça vão cuidar do caso”, disse o comunicador.

“Qualquer afirmação mentirosa, embutida de calúnia, é claro que você fica chateado. Eu acredito muito na Justiça de Deus e dos homens. São palavras mentirosas que me colocam em destaque na imprensa. Eu vou continuar trabalhando que sempre fiz. Me abater é claro que vai, mas não vai quebrar as minhas pernas. Espero só que a Justiça me mostre a verdade. Eu estou dizendo a verdade, acredite em mim”.

Pronunciamento na íntegra

É evidente que estou triste, sou um ser humano. E um ser humano quando enfrenta qualquer acusação mentirosa, embutida de calúnia e com o sentido de ferir, que vem principalmente de quem você não espera, claro que fica chateado. Claro. Minha avó dizia que quando você está montado em cima da verdade, você enfrenta quem quiser. Eu acredito na justiça de Deus e dos homens. Não tenha dúvida disso.

Evidente que eu fico chateado quando não só eu mas também a minha família é atacada, principalmente as mulheres da minha família. Eu sou casado há 41 anos, tenho filha, netas, noras, [que] são atacadas de uma maneira baixa na na rede social, é claro que isso dói meu coração, principalmente porque são palavras mentirosas que me colocam em destaque na imprensa.

A verdade vai aparecer. E quem vai decidir isso, primeiro é Deus, e depois a Justiça. Faz 17, 18 anos que defendo as mulheres, de feminicídio, de assédio sexual… E vou continuar fazendo isso. Eu defendo todas as mulheres. Agora, uma pessoa, independentemente de ser homem ou mulher, me acusa de maneira vil, é claro que eu vou responder a isso, e pedir que a Justiça faça justiça, mostre a realidade.

Vou continuar trabalhando, fazendo o meu papel que sempre fiz. Me abater é claro que vai, mas não vai abalar a ponto de quebrar as minhas pernas. Eu já enfrentei muita gente perigosa, enfrento até hoje, já enfrentei muita calúnia, já enfrentei muita mentira, já enfrentei gente que achava que ia me destruir porque eu falo a verdade. Não é dessa vez que eu vou dobrar os meus joelhos, de forma alguma. Espero só que a Justiça mostre o que é verdadeiro.

Estou dizendo dizendo isso não é para imprensa nem para ninguém, é para você que me assiste há tanto tempo, para você que me para na rua para tirar foto para sua família. Tenho o maior respeito. É por você, telespectador da Band. Acredite em mim porque a Justiça vai provar que o que eu digo é verdade.

Entenda o caso

A jornalista Bruna Drews, acusa José Luiz Datena de assédio sexual, pois, segundo ela, Datena teria dito que ela não precisava emagrecer porque já “era muito gostosa”, que diversas vezes teria “se masturbado pensando nela” e que achava “um desperdício” a profissional “namorar uma mulher”.

Na representação protocolada no Ministério Público de São Paulo, a ex-repórter do “Brasil Urgente” afirmou que as declarações do apresentador teriam sido feitas durante uma festa de confraternização do “Agora é com Datena” com outras pessoas presentes.

“Estou do lado da verdade, com consciência limpa e tranquila. Faço isso por todas as mulheres que são obrigadas a passar por isso diariamente. Mexeu com uma, mexeu com todas”, disse a jornalista em sua página oficial sobre o processo.

Datena fez questão de negar todas acusações. “Isto é calúnia. Sempre elogiei esta moça ao vivo no ‘Brasil Urgente’, como faço com outros repórteres homens e mulheres, pela beleza e competência, acima de tudo”, disse.

“Quanto ao episódio que ela se refere, ela estava visivelmente mais magra e perguntei na frente de todos se estava com problemas. Ela disse que sim e que iria procurar ajuda médica”, afirmou.

A antiga repórter do programa policial alega que, além dos diversos “elogios” inconvenientes, ela também teria sofrido com declarações preconceituosas do famoso. Por causa disso, decidiu abandonar a carreira jornalística e garantiu que não está fazendo nada em troca de dinheiro.

“Como ex-repórter criminal, sei que infelizmente processos por assédio sexual acabam no máximo em pagamentos de cestas básicas para o Estado! Nunca pedi nada e nunca fiz chantagem com o apresentador!”, disse ela.

Fonte: UOL, iG e Terra

Postar um comentário

[blogger][disqus][facebook][spotim]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget