Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Líder evangélico que apoiou transição de gênero na igreja, pede perdão


Um importante bispo evangélico que supervisionou a produção da controversa orientação da Igreja da Inglaterra sobre a transição de gênero pediu perdão – e confirmou que agora ele não apoia isso.

O bispo de Blackburn, Julian Henderson, era presidente do Comitê de Delegação da Casa dos Bispos, órgão que supervisionou a publicação da orientação no mês passado sobre como usar a atual Afirmação da Fé Batismal para permitir que adultos realizem sua transição.

A orientação da igreja detalha como elementos como água e óleo podem ser incorporados ao serviço e, crucialmente, deixa claro que as pessoas trans devem ser abordadas publicamente por seu nome escolhido.

Como parte do serviço, eles também podem receber presentes, como uma Bíblia com o nome escolhido ou um certificado.

Quando a orientação foi publicada, o site oficial da Igreja da Inglaterra citou o Bispo Henderson dizendo: “Esta nova orientação oferece uma oportunidade, enraizada nas escrituras, para capacitar as pessoas trans que ‘vieram a Cristo como o caminho, a verdade e a vida’, para marcar sua transição na presença de sua família da Igreja que é o corpo de Cristo.”

Mas apenas alguns dias depois, o bispo foi o principal signatário de uma  declaração do Conselho Evangélico da Igreja da Inglaterra (CEEC), do qual ele também é presidente.

A declaração descreveu a orientação como “altamente divisiva e teológica e pastoralmente questionável”. A declaração disse que a tal orientação “também corre o risco de levantar sérias preocupações tanto dentro da Comunhão Anglicana quanto ecumênica”.

A aparente contradição atraiu críticas e escárnio dos comentaristas online. Mas agora, em resposta a repetidos pedidos do Christian Today ao  longo das últimas semanas, o Bispo Henderson tentou explicar sua aparente contradição por meio de uma nova declaração afirmando que ele “sente muito pela confusão que meus diferentes papéis desempenham”. Ele também deixa claro que não apoia mais a orientação, mesmo estando encarregado do comitê responsável pela orientação trans da igreja.

A declaração diz que em uma reunião do Conselho Evangélico da Igreja da Inglaterra nesta semana, o bispo Julian reconheceu que suas duas declarações anteriores “foram entendidas como estando em contradição direta”. Continua: ‘Pedindo desculpas pela confusão e ansiedade causadas a muitos por essas ações, e as mensagens contraditórias…

O Bispo Julian disse que, em retrospecto, e depois de refletir mais sobre a Orientação, ele agora acreditava que teria sido mais sensato que não coubesse a ele falar, como presidente, em nome da Comissão de Delegações, mas sim pedir a outra pessoa que expresse a opinião da comissão.’

Julian Henderson, bispo de Blackburn, Inglaterra
Ele esclareceu que a palavra “nós” no comunicado de imprensa [da Igreja original da Inglaterra] refere-se ao Comitê de Delegação, e que a [posterior] resposta do Conselho Evangélico da Igreja da Inglaterra (CEEC) reflete sua própria posição.

“Eu continuo a lamentar a confusão que meus diferentes papéis e declarações criaram e sou muito grato pela confiança em minha reeleição como presidente da CEEC. Continuo esperançoso e na expectativa do impacto que o evangelho de Jesus Cristo fará em nosso país em 2019”, concluiu o Bispo Henderson.

Fonte: The Christian Today

Postar um comentário

[blogger][disqus][facebook][spotim]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget