Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Setembro 2019
'Momo' "Eu quero ir" “Aguardo o Dia” “Casa na Rocha” “Em Casa” “Mais Alto” “Quem é esse?” “Quero Te Adorar” “We magnify his name” 10 Mandamentos 19ª edição do Grammy Latino 2018 2019 22 anos 3 Palavrinhas 360 Wayup 6 milhões 60 Minutes A Bíblia Kingstone Abaixo-assinado abandona Abílio Santana Abin abortistas aborto abortos abrigo para dependentes químicos Absolvida abusador abusar dos membros abuso infantil abuso sexual abusos sexuais Academia Acadêmicos do Sossego acampamento evangélico ação judicial Ação popular Ação social Acertou Mizerávi Achado Arqueológico ACI Digital acidente acidente de trânsito Acioli acordo de paz Acre acusação ad belenzinho ADAI Music Adão e Eva Adaulto Lourenço Adauto Lourenço Adilson Gigante ADO 26 adolescente adolescentes Adolf Hitler Adolf Hittler adventistas do Sétimo Dia advogados Afeganistão Africa África Africa do Sul Agenda Lgbt Airbnb Al-haram Al-sharif Al-qaeda Al-Rashid Aladdin Alagoas Alan Rick Albert Einstein Alcoolismo aldeia Kamayurá Alemanha Alerta aos pais Alex Passos Alexandra Abrantes alexandre frota Alexandre Isquierdo Aline Barros Alison Redmond-Bate alma altares Amazon ambulância América América Latina Amor Amor de Deus Amor e Sexo amor incondicional Ana Paula Ana Paula Valadão Anápolis Anayle Sullivan Anderson Freire André Aquino André Balada Andre Fernandes André Valadão Andrea Long Chu Andrew Brunson Anel Pilatos anencefalia Anglicana Angola Anitta aniversário de casamento Anjo Anne Graham Anne Graham Lotz Anny Theyler Anti-Balaka anti-Israel anti-judaico anticristãs Anticristo Antigo Testamento Antissemitismo apanhar aplicativo Apocalipse apóstolo apóstolo Paulo App apresentador Árabe Araguaína Arca da Aliança Arca de Noé Argentina Argentinos arma arma de fogo Armas Armênia armênios Arqueologia arqueólogia arqueologia bíblica Arqueologia na Bíblia arqueólogo Arquidiocese da Paraíba Arrebatamento arrependimento Artistas Asia Asia Bibi AsiaNews asilo assalto assassinada assassinado assassinato do pastor assassino assédio sexual Assembleia de Deus Assembléia de Deus Assembleia de Deus no Brasil Assembleia de Deus Vitória em Cristo ataque ataque cardíaco Ataque Contra Cristãos ataque de ódio Ataque no Egito Ateísmo Atentado Atentado Terrorista Atentados Ateu Ateus Ativismo Ativismo Gay Ativismo Lgbt ativista gay Ativistas ato profético Ator Atos dos Apóstolos atriz atriz Chrissy Metz audiência Augusto Cury Augusto Heleno Ribeiro Pereira Augustus Nicodemus Augustus Nicodemus Gomes Lopes Austrália Autoajuda automutilação Autoridade Palestina auxílio-mudança avivamento Azerbaijão azul e rosa babalorixá Baby do Brasil Bahia Baleado baleou Bancada Evangélica Band Band News Banda 4Life banda Livres Banda novo som Banda Resgate banda Rosa de Saron Bangladesh Banheiro Transgêneros banheiros únicos barragem Barroso bate boca bateria de escola de samba Batismo batismo infantil Batismo nas Águas Batista Peniel Batista Soul batistas do Sétimo Dia batistas independentes batizado bbb Bebê é abandonado bebê Jesus bebês bebida alcoólica Beit Chabad Beka Belém Belford Roxo Bélgica Belíssima Belo Horizonte Benjamin Netanyahu Bernardino Beth Moore Bethel Bibi Bíblia Bíblia Antiga Bíblia e Ciência Bíblia Mais Antiga bíblia sagrada Bíblias. África bicicleta Big Brother Brasil Billy Graham Bird Box Bispo Bispo Edir Macedo Bispo Julian Henderson bispos Blasfêmia blasfêmia. Cristão Boas Notícias Boko Haram Bola de Neve Bolsa do Samaritano Bolsonaro bombeiros boneco Ken Sereia brad dacus Brad Hoylman Brasil Brasil Sem Aborto Brasil Urgente Brasil x Israel Brasília Brian Houston briga de casal Britney Spears Brittni De La Mora Brumadinho Bruna Drews Bruna Marquezine Bruxa bruxaria bruxos cristãos Budismo Bulgária Bunda Mole buscar a Deus Butão cabo Daciolo Cabo de Santo Agostinho Cabul caçadores de cabeça CADETINS café da manhã de oração por Jerusalém Caio Fábio calçados Hello Kitty. calçados Ipanema calçados Melissa Califórnia caloteira Câmara de Vereadores de Porto Alegre câmara dos Deputados Camarões câmera câmeras de vigilância Caminhada Caminho da Graça Campanha Campinas Canadá canal Metaforando câncer Candomblé cantor Anderson Freire cantor Eli Soares cantor gospel cantor Juliano Son Cantor Leonardo Gonçalves Cantor Robério Lima e Silva Cantor Samuel Mariano cantor Wellington Camargo Cantora cantora Daniela Araújo cantora Flordelis Cantora Gospel capeta escondido Caridade Carlos Apolinário Carlos Bolsonaro Carlos Nadalim carnaval cartão de crédito Casa Branca Casa Civil casal gay casal pastoral casamento Casamento de Célia Sakamoto casamento gay casamentos cristãos Casos de Milagre Cassiane cassino Castidade Catedral da Fé Cativeiro Catolicismo católicos Cazaquistão Ceará Ceia de Natal celebridades Célia Soul Céline Dion celular celulares censura Centro Nacional de Exploração Sexual Centro Pentecostal Jovem Resgate Cepal cerveja Cesare Battisti céu Chance The Rapper Charles Darwin Chico Wehmuth chifres Chile China chineses Chris Pratt Christian Bale Christyan Leão Cia Nissi Ciclone Cid Moreira Cidade bíblica ciência Cinema Circulo de oração Cisjordânia Ciúmes clamor Clínica Abortista clinica de aborto Clínica de Aborto clip CNBB CNN cnpj Coaching Coaf cobertura espiritual Coletes Amarelos Colômbia coluna Comandante Moisés comando vermelho Combate à Corrupção combate à pedofilia combater Comercial Comerj Comics comodoro MT comunismo Condenada conectados a Cristo Conectando Gerações Conexão Repórter Confiabilidade da Bíblia Confiança na Bíblia Conflito Congo Congrega Church congregar congresso internacional de arqueologia bíblica Congresso Nacional consagração Conselho Apostólico Brasileiro Conselho Mundial de Igrejas Conselho Tutelar Conselhos de Psicologia Conservadorismo Consumo de Maconha Contra Ideologia Contra Ideologia de Gênero Convenção Batista do Sul Conversa Com Bial Conversão Coordenação de Assuntos Religiosos COORPIN Coptas coral Coral Kemuel Coreia do Norte Coréia do Norte Coreia do Sul corinthianismo Corinthians Corrupção cova CPAD CPI crê em Deus Crente Bom de Bíblia 2018 Crescimento das Igrejas Criacionismo crianças Crime crime organizado Crimeia Crimes criminalidade criminalização da homofobia Cris Cyborg cristã perseguida cristão cristão homofóbico Cristão Perseguido Cristão Perseguidos Cristão. Lista Mundial da Perseguição 2019 cristãos Cristãos Copta Cristãos de Jos Cristãos no Egito Cristãos no Trabalho cristãos perseguidos Cristianismo Cristo para Todas as Nações Cristóvão Colombo criticada críticas Crocodilo crucificado Crueldade Animal cruz Cruz das Almas-AL cruzada Cuba cuide de sua família culto culto ao ar livre Culto na Rua cultos Cultura de Estupro Cúpula Conservadora das Américas cura Cura de Doenças Cura de Tumor Cerebral Cura do Câncer cura gay Cura Milagrosa curandeiro Cursos Cybercensura Daciolo Damares Alves dança Daniel e Samuel daniela mercury Danielle Favattoigreja Danilo Gentili Darlene Zschech Darwinismo Datafolha Datena Dave Williams. microchips Davi Davi se escondeu David Cerqueira David Owuor Dc Comics Deadpool Debate Deborah Secco decote Decreto Defesa dos Animais Deise Cipriano Deise Jacinto Delegacia de Investigações Gerais delegada Luciane Bachir Deltan Dallagnol Demolidor demônio Demônios Denis Mukwege Denise cerqueira Dennis Christensen dependência quíimica ex-bruxo ex-ocultista libertação do ocultismo libertação espiritual ocultismo sair do ocultismo testemunho de conversão testemunho de fé vício em drogas deportação depressão deputada federal Flordelis Deputada Lauriete deputado federal deputado Hidekazu Takayama deputado Sóstenes Cavalcante Descoberta Arqueológica Descobertas Científicas Desconfinados Descriminalização da Maconha Desigrejados Deus Deus capacita os escolhidos Deus Criador Deus é Mais Deus é Mulher Deus Não Está Morto Deus Salvador deusa robô Devocional Dez Mandamentos DHPP Dia da Bíblia diabo Diante do trono dicas de suicídio dicas no casamento Dilma Rousseff dilúvio Dinheiro diploma de mestre diplomação no TSE Diplomacia Direitos Humanos Disforia de Gênero Disney disparo Distrito Federal Ditadura Dívida Divisão Divórcio dízimo DJ DJ PV DNA Doação doação de imóvel Dom Orani Tempesta Domingão do Faustão domingo Donad Trump Donald Trump Douglas Gonçalves Doutor Estranho doutrinação Dr. Milagre drag queens drogas Dudu Camargo Dupla Dupla Alisson e Neide DVD comemorativo eclipse Ecologia Edificante Edir Macedo Editora de quadrinhos Eduardo Bolsonaro Eduardo Costa Eduardo Paes Eduardo Sterblitch Educação educação domiciliar Efatá Egito El Chapo Elaine Martins Eleições 2018 Eleitoras eletrocutado Eli Soares Ellen Page Elson de Assis embaixada Embaixada Brasileira Embaixador de Israel Emerson Orofino Emerson Pinheiro Emirados Árabes Unidos Emmanuel Macron empresas encontros religiosos Enem enredo ensinamentos budistas Ensino Religioso Entrevista com Deus equipe de transição Erich von Däniken eritreia Ernesto Araújo erotização precoce escândalo Baby Squillo Escatologia Escavação Escócia Escola Cristã Iraque escola de samba Escola Dominical escola sem partido escolas Escolas de elite Escolas de Samba escravas sexuais escravizar fiéis esfaqueador esfaqueia espetáculo Espirito Santo Espírito Santo esposa esposa de bolsonaro esposa do presidente esquerda Esquerdismo Estadão Estado Islâmico Estado laico Estados Unidos Estatísticas esterilizações Estrada Estrela de Belém estudo estupro Etiópia Eu Não Estou Só EUA Eunício Oliveira evangelho evangélica Evangelicaorto Evangélicas evangélico Evangelicos evangélicos evangelismo Evangelismo na Rua Evangelismo Urbano evangelista Evangelização Evangéllicos Evento evento evangelístico Evidências do Cristiainsmo Evo Morales ex-atriz porno Ex-bruxa ex-cantor ex-feminista Ex-gay Ex-governador Ex-homossexual Ex-islâmico ex-líder ex-marido ex-Miss Pensilvânia Ex-muçulmano ex-muçulmanos ex-ocultista Ex-padre ex-padre Wagner Augusto Portugal Ex-pastor ex-pastor evangélico Ex-presidente Lula ex-satanista ex-vocalista da Banda IdeALL excesso de barulho Êxodo exploração sexual extraterrestre extremismo Extremismo Religioso extremistas Extremistas Islâmicos Extremistas Muçulmanos Eyshila Fabio Faria Fábio Pannunzio fábrica de tortura Fabrício da Silva Pimentel Facebook Faixa de Gaza Fake News FakeNews Fala Que Eu Te Escuto falar em público falsa igreja Falso Falso Milagre Falso pastor família Família e Direitos Humanos Fantástico Fat Family Fausto Silva favorecimento Fazer Aborto Fé cristã Fé Irresistível Feira de Santana feitiços felicidade Felipe Moura Brasil feliz FM Feminismo Fenômeno fenômeno da natureza fenômeno evangélico Fernanda Brum Fernanda Lima Fernandinho Fernando Haddad Fernando Pesão Fernando Pessoa feto Fica Tranquilo fichas escolares fiéis Filadélfia Filho filhos Filipinas Filme Filme Cristão Filmes Filmes adultos Filosofia de Vida filósofo Fim dos Tempos financiamento Finlândia fiscalização igrejas físico brasileiro Flávia Alessandra Flávio Bolsonaro Flordelis Floresta Amazônica fofoca Fofocalizando Folha de São Paulo Forças Armadas Fórmula 1 Fortaleza Fórum Desembargador Mendes Wanderley Fórum Econômico Mundial Foundation França Francis Chan Francisco Razzo Frank Aguiar Frank Houston Franklin Graham Fred Instagram Freedom Freiras frente parlamentar evangélica From Religion Funai funk funkeira Ludmilla Futebol Gabinete de Segurança Institucional Gabriel Guedes Gabriel Medina Gabriela Gomes Gabriela Hardt Gabriela Rocha gafanhotos Game of Thrones Gana Gaviões da fiel General Heleno Gênero nas Escolas gênero neutro genética Geografia Bíblica Ghar Wapsi Gideões Missionários Gideoes Missionários da Última Hora Gideões Missionários da Última Hora Gilberto Carvalho Gisele Bündchen Gleisi Hoffmann global Globo Globo News Globo Rural GloboNews Glória a Deus Gogue e Magogue Goiânia Google gospel Gospel for Asia governador do Distrito Federal governadores governo Governo Bolsonaro Governo do DF governo do Egito Grã-Bretanha Grammy Latino gravadora Musile Records grazi massafera Gregório Duvivier Grendene Gretta Vosper Greves Grupo de Lima Grupo dos 77 Grupo Especial do Rio de Janeiro Grupo Lgbt Grupo pró-aborto Grupo Record Grupos religioso Guanambi guerra Guerra interna Guerras Guilherme de Sá guitarrista Haia Hailey Hailey Baldwin Haiti Hamas Hamilton Mourão Hank Hanegraaff Harpa Cristã HB Hebrom Heidi Crowter Henrique Fogaça heresia Hillsong Hinduísmo Hino História do Cristianismo Hitler Holanda Hollywood Holocausto homem Homem de Ferro Homem-Aranha homeschooling Homicídio homofobia homoparentalidade homossexuais homossexual Homossexualidade Hong Kong horóscopo hospital de Brejo Santo Hulk humor Humorista Ibaneis Rocha Ibope Idai identidade de gênero ideologia Ideologia de Espécie ideologia de esquerda ideologia de gênero IEQ igreja Igreja Adventista Igreja Adventista Remanescente de Laodiceia Igreja Anglicana igreja anti-LGBT igreja Apostólica Acolhidos por Cristo Igreja Assembleia de Deus Igreja Batista Igreja Batista da Lagoinha Igreja Batista Getsêmani igreja Bethel Igreja Brasil para Cristo Igreja Catedral do Avivamento Igreja Católica Igreja Católica Apostólica Romana (icar) Igreja Cidade de Refúgio Igreja Comunidade das Nações Igreja Contra o Aborto Igreja da Cientologia Igreja da Graça Igreja da Inglaterra Igreja de Bethel igreja destruída igreja do distrito de Iara Igreja do Evangelho Quadrangular Igreja Episcopal Igreja Evangélica igreja Hillsong Igreja holandesa Igreja Internacional da Graça de Deus Igreja Luterana Igreja Mananciais da Barra Igreja Metodista Igreja Metodista Unida Igreja Mundial Igreja Mundial do Poder de Deus Igreja Ortodoxa Igreja Ortodoxa Ucraniana Igreja Pentecostal Tempo de Milagres igreja perseguida Igreja Presbiteriana Igreja Presbiteriana de Cruzeiro do Sul Igreja Profetizando as Nações Igreja Quadrangular Igreja Renascer Igreja São Thomas Igreja Universal Igreja Universal do Reino de Deus igrejas Igrejas alemãs Igrejas domésticas igrejas evangelica Igrejas Evangélicas Igrejas evangélicas Alemanha igrejas licença Igualdade Racial ilegais ilustrações do reino de Deus imã Ahmed al-Tayeb Imagem de Cristo imagem de Jesus imbecil IMPD impostos Imran Khan Incêndio incesto indenização Índia indígenas índios Indonésia infância Inglaterra Insetos instituto Barna Instituto de Templo Instituto do Templo Inteligência e Fé intercessão Internacional International Christian Concern internet intolerância religiosa investigação Irã Iranianos Iraque Irlanda Irmandade Muçulmana Isabella Chow Isadora Pompeo Isaias Jr Islã Islâmicos islamismo Islamização Israel Israel Salazar Israel x Palestina Italia Itália Itamaraty IURD Ivanir dos Santos J.d. Greear Já Ouço o Rugido Jacarezinho Jacira Cabral Jair Bolsonaro Jair Bolsonro Jair Messias Bolsonaro James Cowan James Faulkner Jamie Shupe jandira feghali Japão Jay Santana Jean Wyllys Jenna Presley Jerry Falwell Jr. Jersualém Jerusalém Jesus Jesus Copy Jesus Cristo Jezabel Jihad Jim Caviezel Jim Howard Jimmy Evans Jó – Midian Lima João Campos João de Deus Joaquim Alves joel dahl Johan Huibers John Allen Chau John Bolton John Chau Joice Hasselmann Jojo Todynho Jonathan Nemer Jordânia Jorge Viana Jornada Mundial da Juventude jornal Jornal Nacional jornalista Milly Lacombe José de Abreu Josimar Salum Josué Valandro Jr. Jovem jovem cristã Jovem Pan Jovens Jovens Cristãos Joyce Meyer Juan Guaidó juanribe pagliarim Judaismo Judaísmo Judeus Judith Butler Juiz Juiz Marcelo Bretas Juiz Sérgio Moro Juíza juíza Diana Brunstein juíza Maria Lucinda da Costa juízes Julgo Juliana Paes Junior Trovão Justiça Justiça do Trabalho justiça federal Justin Bieber Justin Welby Kantar Ibope Kanye West Kauã Salles Kemilly Santos ken hickam Kevin Sorbo Kingstone kit gay Kleber Lucas lacração ladrões Lady Gaga Lagoinha Lançamentos Lanna Holder laos Las Vegas Latino Lauriete Lauriete Leonel Ximenez Lava Jato Léa Mendonça Leandro Karnal Legalização da Maconha Legalização do Aborto Lei Lei Civil Lei Rouanet lenços verdes Léo Áqulia Leo Dias leões Leonardo Gonçalves LGBT LGBTI LGBTI+ LGBTQ LGBTs libanês Líbano Liberação da Maconha Liberalismo Teológico Liberdade de Expressão Liberdade religiosa libertação Líbia Líder de seita líder do islã Líder Evangélico liderança Líderes Evangélicos Líderes Religiosos Liga Árabe Lindbergh Farias Língua Portuguesa linguagem corporal de Flordelis linguagens de sinais Línguas Estranhas Linhares lista de livros evangélicos 2018 Lista Mundial da Perseguição Lista Mundial da Perseguição 2019 Lito Atalaia livramento Livro Livros Liz Lane Loja Londres Lotz Louie Giglio Louvor e Adoração lua de sangue Luã Freitas Luanda Lucas Luciana Gimenzes Luciano Huck LUCIANO SUBIRÁ Lúcifer Ludmila Ferber Lugar Secreto Luiz Inácio Luiz Inácio Lula da Silva Luiz Sayão Lula Luma Elpidio luteranos Mackenzie Maçonaria Maconha Maconha Não macumba Maduro mãe Mãe de El Chapo Magno Malta Magno Malta e Lauriete Maioridade Penal mais lido 2018 Mais médicos Malásia Malhação mandato mandato ilegal mansão Manuela D'ávila Manuscritos do Mar Morto Maomé Mar Morto Mara Maravilha Maranhão marcelo calero Marcelo Crivella Marcelo Freixo Marcelo Gleiser Marcha Marcha na Argentina Marcha para Jesus Marcha pela Vida marchas Marco Feliciano Marcos Freire Marcos Madaleno Marcos Mion Marechal Cândido Rondon Mariana Valadão Maricá marido Mario Bramnick Mario de Oliveira Marisa Lobo Marisa Lobo Psicóloga Marisa Papen Marrocos marroquino Marvel Marxismo Cultural marxistas MasterChef Mauricio de Souza Maurício de Souza Mauro Souza maus tratos Max Lucado MBL MC Pocahontas McDonald’s MEC meca medicina Mediunidade medo megaigreja meio cristão Melhor Álbum de Música Cristã Melissa Joan Hart membro Menina rosa Menino azul menores menores de 14 anos mensagem mercado de streaming mesquita Messias Mianmar Michel Temer Michele do Carmo de Souza michelle bolsonaro michelle de paula bolsonaro Migração Mike Pence Mike Vieira Mikkelson milagre Milagres ministério “Underground Resistance” Ministério da Cidadania Ministério da Mulher Ministério das Relações Exteriores ministério de louvor da Assembleia de Deus Alto do Ipiranga (SP) Ministério dos Direitos Humanos Ministério Mananciais Ministério Nova Jerusalém Ministério Portas Abertas Ministério Público Ministério Público Federal ministérios. ministra da Mulher Família e Direitos Humanos Ministra Damares Ministra Damares Alves Ministro ministro Augusto Heleno Ministro Dias Toffoli ministro evangélico Ministro Marco Aurélio Mello ministro Marcos Pontes Ministros Mirele Peixoto Souza Teodoro Missão Portas Abertas Missionária Missionária Camila Barros Missionário Missionários Missões Missouri miticismo Mitologia MK Music Mobile Moçambique Mogi das Cruzes Moisés Mongólia monte Monte do Templo Moradores de rua Moro Morreu morte morte de pastor mortos Moscou Movimento Lgbt MPES muçulmano muçulmanos Mudança da Embaixada Mudança de sexo Mulher mulher cega Mulheres mulheres cristãs Música Musica Gospel Música Gospel Musical Musile Records Nações Unidas Namibe não se meta com meus filhos Nascimento de Jesus Nasrat Mohamed Jamil Natal Natália Araújo National Geographic Native Tongue naxalitas Nazaré NCOSE Neal McDonough Neemias Nego do Borel neopentecostais NetFlix neto de Billy Graham Nevada Neymar Nicolás Maduro Nicole Kidman Níger Nigéria Nigeriano Nívea Soares Nobel da Paz nota oficial Nova Friburgo Nova York novela Novelas Novo Testamento O Milagre da Fé o outro lado do paraíso O Seredo dos Deuses Oakland obras ou pela graça Obreiro obrigações fiscais de igrejas ocorrência policial ofensa oferta Oklahoma Ong Cristã Ongs ONU ONU Mulheres Onxy Lorenzoni Onyx Lorenzoni OPBB-SP Operação Lava Jato opositora oração orações Ordem dos Pastores Batistas Organização das Nações Unidas Oriente Médio Os Incríveis os Pingos nos Is Ousado Amor – Isaías Saad outros deuses Pabllo Vittar Paciência pacific justice institute Pacto de Migração pacto diabo padre Padre Alessandro Campos Padre católico gay padre Marcelo Rossi Padre Quevedo padres Paganismo páginas da vida pai pai de vítima pais biológicos Palácio da Alvorada Palácio do Planalto Palavra de Deus Palestina palestinos Panamá Pânico panos ungidos Pantera Negra pão diário Papa Francisco Papai Noel Paquistão Paquistãom Suprema Corte do Paquistão Parada do Orgulho LGBT Parada Gay parada LGBTQ Paraíba paralisia facial Paranoá paris parlamento britânico Parlamento e Fé Partido Comunista Partido Comunista Chinês Partido dos trabalhadores partidos de esquerda passaporte diplomático Passion Pastor Pastor Adir Neto Teodoro pastor Alph Lukau pastor Anderson do Carmo pastor Anderson do Carmo de Souza Pastor Antonio Rocquemore pastor e advogado Adir Neto Teodoro pastor Felippe Valadão Pastor George Pastor Geraldo Mangela pastor Hueslen Santos pastor isidório pastor Jim Jones Pastor Joaquim Barbosa pastor Leonardo Sale Pastor Lucas Pastor Manuel Marcos Pastor Marco Feliciano pastor Melqui Gomes Pastor Reuel pastor Rinaldi Digílio pastor Robert Hood pastor Rusty George Pastor Samuel Mariano Pastor Samuel Olson Pastor Silas Malafaia pastor Takayama Pastor Tiago Brunet pastora Pastores pastores de cabra fulanis Paternidade Patriarca Kirill Patricia Lelis patrimônio da humanidade Paula Fernandes Paulo Freire Paulo Guedes pauta de costumes paz e vida Pcdob PEC pecado pecados pediatra pedido de desculpas pedofilia Pedra Beka pensamento Pensão alimentícia Pentateuco Pequim perda do filho perdão perguntas ofensivas Perlla Pernambuco Perseguição perseguição religiosa personagem gay pesquisa Pesquisas Petista Petrobrás Petrolão Pew Research Center Phatrícia Carvalho Philip Metschan Piauí Pilar do Sul Pilatos pintor preso piscina Pixar Animation Studios Plano de Governo Plano do diabo Plano do diábo PM Pobreza extrema Pode Voar Polêmicas Polícia Polícia Civil Polícia Civil do Rio Polícia Federal Polícia Militar Policiais militares poligamia politica política Pôncio Pilatos Pônico Pilatos população condena pornografia pornografia infantil Porta das Ovelhas porta de igreja Porta dos Fundos Portas Abertas portas dos fundos pós-morte Posse do Presidente Posse Presidencial Pr Luan Santos praças Prb prefeito prefeitura Pregação Pregação Contra Aborto pregador de internet pregador voador pregadores modinha Prem Baba Prêmio Nobel presépio Presépio Satanista Satanismo Presidência presidência no Congresso Presidente presidente da Rússia presidente jair bolsonaro presidente Jovenel Moise presidente Michel Temer Preso presos primeira filha Primeira-dama prisão Priscilla Alcantara prisões iranianas pró-vida processo processo judicial Processos judiciais procuradoria geral da república profecia Profecias professor professores Programa Fantástico Progressismo proibir Projeto de Lei Propaganda propina Proposta de Emenda à Constituição prostituição protestantes Protestantismo protestos Provérbio X psicóloga evangélica PSL PT Punjab Pure Flix Puritanismo queda de helicóptero Quem é Você? Quênia Qumran R. R. Soares R.R. Soares R$ 28 Rabinos racismo radicais rádio Rádio Estadão FM rádio evangélica Rádio Gospel Rádio Jovem Pan Rádio Vida radios gospel Rafael Novarine Rafael Octavio Rafael Octávio Rap Rap Gospel do Brasil ratinho Real Life Church Rebeca Nemer receita federal Recep Tayyip Erdogan Recife record Record News Record TV Rede Bandeirantes rede globo Rede Record Rede TV Redes Sociais reencarnação reforma da previdência reforma tributária refugiados Regensburger Domspatzen regularização rei da matemática Rei Davi Reinhard Bonnke Reino Unido Reis Magos Relacionados Relações exteriores religião religião islâmica religião no futebol religiões religiões de origem africana Religiosidade religiosos Religiosos palestinos Renan Calheiros Renascer Praise Renato Cardoso repartições públicas réplica república centro-africa República Centro-Africana ressucita Ressurreição restaurar Reuel Bernardino Revista Época RFID Ricardo Boechat Ricardo Lewandowski Ricardo Vélez Rodriguez Rio de Janeiro Rio Jordão Riqueza rituais rituais religiosos Roberta Miranda Roberto Requião Rock Cristão Rock in Rio 2019 Rodolfo Abrantes rodovia Castelo Branco Rodrigo Duterte Rodrigo Maia rodrigo silva Roma Romualdo Panceiro Ronald McDonald’s Ronaldo Caiado Ronaldo Ésper Rosa de Saron Rosânia Rocha Roubo Rua Azusa Rumores de Guerras Russia Rússia ryan coleman Sabrina Bittencourt Salmo 91 Salmos Salvador Sam Henrique Samuel Malafaia Sandra Terena Sandro Frederico da Silva Sandy Santa Catarina Santiago Chile Santo São Paulo Sarah Farias Sarah Sheeva Satanás satanismo filosófico satanistas Saul SBT SBT Silvio Santos Schumacher Se Eu Me Humilhar – Discopraise sê tu uma bênção Secularismo Secularismo na Igreja Segunda Instância segundo casamento segundo sol Segurança pública Sei Que Estás Comigo seita seita Cientologia seminários Senado Senado Federal senador estadual Senegal sente as pessoas Separação sequestrado Sérgio Cabral Sergio Knust Sergio Moro Sérgio Moro Séries de Tv Sermão sertanejo Sertãozinho Sharran Sheikh Hasina signos Silas Malafaia Silvio Santos símbolos nazistas símbolos religiosos Simone Simone e Samaria Sindicalistas síndrome de down sinos Sionismo Síria Smartphones sobrenatural socialismo Sociedade Bíblica do Brasil Sodoma e Gomorra Solstício de Inverno Som da Minha Vida Sony Music Gospel Sorocaba Southern Baptist Convention Stan Lee startup DVFLIX Steve Campbell STF sucesso Suicídio Suicído Super Drags Super Interessante Super-herói Superação Supernatural Superpop suplica Suprema Corte Supremo Tribunal Federal Supremo Tribunal Federal (STF) Surdos Surf Suzano Switchfoot Talita Cipriano Tamrazyan tanque de Betesda Tatá Werneck tatuagem Teatro Teleton Templo de Salomão Templo dos Anjos Teocracia teólogas feministas Teologia teologia da prosperidade teólogo Ricardo Velez Rodriguez Teoria da Conspiração Teoria da Evolução Terceiro Gênero Terceiro Templo Teresinha Neves Teresópolis Terra Santa Terrorismo Terrorismo Islâmico Terrorista Terroristas Testemunha de Jeová testemunhar Testemunhas de Jeová Testemunho Testemunho Cristão Testemunho de Fé Testemunhos Tetelestai Thaila Ayala Thalles Roberto Thammy Gretchen The Noite The noite. SBT Theodore McCarrick Theresa Thor Tijuca timidez tipos de testemunhas tiririca Tiroteio no Templo TJ-SP Tocantins Tom Cruise Tony Ramos Top trabalho trabalho escravo Tradição tradução Tradução da Bíblia tragédia Trans especie Transexuais Transexual Transexualidade transfusão de sangue Transgênero transgêneros Transição de Gênero Transplante de útero Tribo queniana Tribunal de Justiça Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo tristeza Trump Tubarão tumor Turismo turistas Turma da Mônica Turquia Tv Bandeirantes TV Gazeta TV Globo TVI Twitter Ucrânia Ufc UFO Uganda última tribo Umbandistas unasp Unção Unesco União das Igrejas Cristãs da Venezuela União Europeia Universal Universidade de Liverpool Universidade de Sheffield universidades Uzbequistão Valdemiro Santiago Valdomiro Santiago Vale Valerie Gatto vandalização Vanessa Grazziotin Vanilda Bordieri Vasco da Gama Vasos Quebrados Vaticano Veganismo Veganos velho testamento vendedor Thiego Amorim Venezuela verdades secretas Vereador Vermelho versículo Veruska Seibel Viagem Missionária vice-presidente vice-presidente dos EUA vício vida Vídeos Viktor Orban Violência violência contra cristãos violência sexual Viral Virgindade visão limitada visita histórica Visões Vissarion Vítima vítimas vítimas de tragédia Vitor Santos Viva de Aline Barros Vladimir Brichta Vladimir Putin voador voto aberto Walter Hoye whastapp Whindersson Nunes White Magazine Wilian Nascimento Wilson Witzel X-Men Xi Jinping Xuxa Ygor Siqueira Yoga Yossi Shelley Youseff Youtube Youtube Kids Youtuber Zezé de Camargo e Luciano Zona Norte do Rio

Após 30 anos, feiticeiro abandona prática de bruxaria para entregar sua vida a Jesus

Nos últimos 30 anos, Ali Kirunda tem praticado bruxaria da mais alta ordem no sub país Kangulumira em Kayunga, um distrito no centro de Uganda.

Mas este capítulo este mês, quando Kirunda decidiu entregar sua vida a Cristo durante uma reunião de avivamento pentecostal chamada “77 Dias de Glória”, realizada na Catedral do Centro de Milagres - Rubaga, perto da capital Kampala.

Apoiado por seu filho Ali Kakaire, o feiticeiro Kirunda levou os objetos usados em bruxarias para a igreja, onde eles foram destruídos e queimados.

Ali Kakaire levou seu pai vestido com pano de cachimbo, com uma galinha sem penas que, apesar de seus esforços para matá-la, não morreu, junto com uma enorme cobra.

"Eu vi muitas coisas de bruxaria desde o início deste avivamento, mas nunca vi nada assim", disse Robert Kayanja, o pastor principal da Catedral do Centro de Milagres.

“Enquanto eu orava pelo velho, a galinha continuava correndo em uma única direção amarrada com encantos no pescoço - até eu cortar os encantos do próprio homem e da galinha. Colocamos a primeira garrafa de gasolina na lata de água onde a cobra estava e permaneceu viva até depois da segunda garrafa de gasolina, quando tivemos que queimá-la completamente”, disse o pastor.

Segundo fontes da Igreja, Kirunda nunca havia tomado banho ao longo de 30 anos na bruxaria.

"Os espíritos não deixavam que ele tomasse banho, ele só podia derramar um pouco de água quando fosse ao lago, que se acredita ser água dos espíritos", disseram eles.

Em 2010, um relatório do Pew Research Center, com sede nos EUA, intitulado “Tolerância e Tensão: Islã e Cristianismo na África Subsaariana”, afirmou que cerca de seis milhões de pessoas em Uganda acreditam em bruxaria ou no poder protetor de sacrifícios a espíritos ou ancestrais.

Além disso, em seu recente livro “Reabordando o desequilíbrio”, o pastor Kayanja explicou como o cativeiro da feitiçaria é um dos piores, que jamais poderia impedir qualquer homem ou mesmo uma nação inteira.

Ele ressaltou que a bruxaria é inimiga do Evangelho e um terrível obstáculo ao desenvolvimento e progresso de qualquer país, e precisa ser combatida.

Ele explicou que "é importante que sejamos livres, antes que possamos efetivamente pregar a liberdade".

“A libertação da África da escravidão requer um despertar e uma transformação total da mente e da maneira como fazemos as coisas. É necessário ouvir Deus a cada passo do caminho”, disse o pastor.

Fonte: Guia-Me

Psiquiatra condena transição de gênero em crianças: "Imprudente e irresponsável"

Um professor de psiquiatria de uma das instituições médicas mais renomadas do mundo está alertando sobre o perigo de permitir que crianças sejam submetidas ao processo de transição de gênero, comparando o 'tratamento transgênero' para menores à realização de "lobotomias frontais" (perigosa cirurgia cerebral usada antigamente para tratar esquizofrenia).

Paul McHugh, um ilustre professor de psiquiatria e ciências comportamentais da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, disse ao The College Fix que provavelmente haverá implicações negativas a longo prazo para as crianças autorizadas a se envolverem em tratamentos hormonais para disforia de gênero.

Ele chamou o tratamento transgênero para menores de "imprudente e irresponsável".

"[Os médicos] não têm evidências de que [o tratamento] será o correto", explicou McHugh. "Muitas pessoas estão fazendo o que equivale a um experimento com essas crianças e jovens, mas sem dizer que é um experimento".

Ele continuou: “Você precisa de evidências para isso, e este é um tratamento muito sério. É comparável a fazer lobotomias frontais”.

Muitas das crianças com sentimentos disfóricos, explicou o médico, provavelmente estão sofrendo de problemas de saúde mental. Obviamente, essa era a compreensão clinicamente aceita sobre tais sentimentos até muito recentemente.

Somente em maio deste ano a Organização Mundial da Saúde removeu o "distúrbio de identidade de gênero" de sua lista de diagnósticos. Como tal, a OMS não considera mais a disforia de gênero como um "transtorno mental".

De maneira semelhante, um estudo realizado em agosto encontrou 80% dos estudantes de “minoria de gênero” - aqueles que se consideram homossexuais, não conformes e transgêneros - relataram ter pelo menos um problema de saúde mental. Em comparação, apenas 45% de seus pares “cisgêneros” - homens e mulheres que se identificam seu gênero de acordo com seu sexo biológico - disseram o mesmo.

Portanto, McHugh não está totalmente convencido de que não exista um vínculo entre sentimentos de transgenerismo e bem-estar mental.

"Acho que os problemas mentais deles, geralmente depressão, desânimo, são coisas que precisam de tratamento", disse ele. "Eu não estou certo sobre isso. É uma hipótese, mas é uma hipótese muito plausível, e explicaria por que muitas pessoas que fazem tratamento para mudar o corpo descobrem que continuam deprimidas, desanimadas e vivem suas vidas tão problemáticas quanto antes, porque elas não abordaram o problema principal ".

Futuro preocupante

O professor da Johns Hopkins também está prevendo problemas futuros para menores que têm permissão para se submeter a tratamento de transição de gêneto, seja hormonal ou cirurgicamente.

Aqueles que começarem a transição quando crianças “estarão nas mãos dos médicos pelo resto da vida”, ele alertou, acrescentando: “Muitos deles serão esterilizados e não poderão ter seus próprios filhos, e muitos se arrependerão disso”.

"Você pode imaginar ter uma vida em que precisa procurar médicos o tempo todo, para tudo, apenas para viver?" McHugh continuou. “Controlar seus hormônios, controlar tudo. É disso que os médicos gostariam de poupar as pessoas”.

Além disso, McHugh fez referência a um estudo de 2018 supostamente censurado pela Brown University em Providence, Rhode Island, depois que a coordenadora da pesquisa, professora Lisa Littman, descobriu um "efeito de contágio" quando se trata de transgenerismo entre crianças.

"Nos fóruns on-line, os pais relatam que seus filhos estão experimentando o que é descrito aqui como 'disforia de gênero de início rápido', aparecendo pela primeira vez durante a puberdade ou mesmo após sua conclusão", escreveu Littman, professora assistente de ciências comportamentais em Brown. "O início da disforia de gênero parecia ocorrer no contexto de pertencer a um grupo de colegas em que um, vários ou até todos os amigos se identificaram como disfóricos e transgêneros durante o mesmo período".

McHugh disse que as confusões de gênero entre os jovens estão "sendo conduzidas principalmente por problemas psicológicos e psicossociais que essas pessoas têm", o que, acrescentou, "explica a rápida disforia de gênero que Lisa Littman explicou".

Fonte: Guia-Me

Nigéria é responsável por 96% das mortes de cristãos em 2018

Nos 50 países da Lista Mundial da Perseguição 2019, 4.136 cristãos foram mortos por causa da fé em Jesus. Somente a Nigéria é responsável por 96% das mortes.

Essa perseguição violenta ocorre em certas áreas da Nigéria especialmente no norte, que é dominado por muçulmanos.

A maioria das mortes registradas está relacionada aos conflitos com pastores de cabra fulanis que são de maioria muçulmana, além dos ataques do famoso grupo extremista Boko Haram.

É válido destacar, no entanto, que a intensidade da perseguição do Boko Haram vem diminuindo desde 2018; em contrapartida, o número de cristãos mortos pelos pastores de cabra fulanis aumentou.

Quem são os pastores de cabra fulani?

Os pastores de cabra fulani são um grupo étnico semi-nômade que vive nas regiões centrais da Nigéria, predominantemente no Cinturão Médio. A maioria desses pastores de cabra é muçulmana.

Existem facções nesse grupo étnico que estiveram por trás dos ataques violentos que atingiram aldeias cristãs.

Um estudo da Portas Abertas relata que, embora existam fatores socioculturais, econômicos e políticos envolvidos, o principal motivo de ataques é religioso.

Os ataques visam aldeias agrícolas cristãs, com vários casos de igrejas sendo saqueadas ou queimadas. Muitos cristãos foram forçados a fugir da violência quando atacantes armados entraram e reivindicaram suas terras.

Se a Lista Mundial da Perseguição fosse classificada apenas com base na perseguição violenta, a Nigéria dividiria o primeiro lugar com o Paquistão em 2019.

Fonte: Portas Abertas

Cientistas israelenses descobrem o reino bíblico de Edom, fundado por Esaú

Pesquisadores israelenses descobriram evindências que sustentam a veracidade do relato bíblico sobre o antigo reino de Edom.

O reino de Edom existiu entre os séculos 12 e 11 a.C. e foi fundado pelo filho mais velho de Isaque, Esaú, que vendeu seu direito de primogenitura a seu irmão Jacó. Estava localizado na Transjordânia, fazendo fronteira com Moabe a nordeste, Arava a oeste e o deserto da Arábia a sul e leste.

O livro de Gênesis diz que Edom era uma terra próspera muito antes de “qualquer houvesse rei em Israel”. Mas, durante anos, especialistas não encontraram nenhum registro arqueológico confirmando quando e onde Edom existiu — levando muitos a duvidar do relato bíblico.

Agora, um estudo publicado na revista científica PLOS ONE por uma equipe de cientistas israelenses e americanos revela que Edom realmente existiu na época e no local descritos pela Bíblia.

“Usando a evolução tecnológica como o proxy dos processos sociais, conseguimos identificar e caracterizar o surgimento do reino bíblico de Edom”, explicou o professor Ben-Yosef, da Universidade de Tel Aviv, do Central Timna Valley Project. “Nossos resultados provam que aconteceu antes do que se pensava anteriormente e de acordo com a descrição bíblica”.

A equipe, que também é composta pelo professor Tom Levy, da Universidade da Califórnia, foi ao deserto de Arava, localizado entre Israel e Jordânia, para analisar a fonte da riqueza do reino: o cobre.

Especificamente, a equipe analisou a escória, o resíduo restante da extração de cobre, para determinar que Edom não só existia no momento descrito pela Bíblia, mas que também era poderoso e tecnologicamente avançado.

“Com técnicas avançadas de análise química, análise arqueológica e investigação microscópica, conseguimos entender como as pessoas estavam produzindo cobre e se era organizado por um corpo central de pessoas. Os resultados são surpreendentes e eles nos indicam que algo grande estava acontecendo muito cedo, pelo menos no século 11 a.C.”, disse Ben-Yosef à CBN News.

A análise do cobre indica que o material data o reino de Edom cerca de 300 anos antes do que se pensava — exatamente na época em que a Bíblia diz e antes de qualquer rei governar Israel.

O cobre era um material precioso usado nos tempos antigos para criar armas e ferramentas agrícolas. “Isso mostra que não só havia pessoas na região naquele período, mas um reino forte”, disse Ben-Yosef.

A equipe também encontrou evidências ligando Edom a outro grande evento bíblico — a invasão de Jerusalém pelo faraó Sisaque I no século 10 a.C. Ben-Yosef disse que o rei do Egito não estava interessado em destruir os edomitas, mas os apresentou à tecnologia de cobre que transformou completamente a região.

“Como consumidor de cobre importado, o Egito tinha um grande interesse em agilizar a indústria. Parece que, através de seus laços de longa distância, eles foram um catalisador de inovações tecnológicas em toda a região. Por exemplo, o camelo apareceu pela primeira vez na região após a chegada de Sisaque I”, esclarece.

Ben-Yosef explicou que suas novas descobertas sugerem fortemente que a Bíblia estava certa, mesmo quando as evidências arqueológicas originais não pareciam contribuir.

“Nossas novas descobertas contradizem a visão de muitos arqueólogos de que o Arava foi povoado por uma aliança frouxa de tribos, e elas são consistentes com a história bíblica de que havia um reino edomita aqui”, concluiu Ben-Yosef.

Fonte: Guia-Me

Presidente de Israel faz consultas para definir o próximo primeiro-ministro

O presidente de Israel, Reuven Rivlin, vai terminar nesta segunda-feira (23) a rodada de consultas com representantes de todos os partidos do Knesset (Parlamento de Israel), para tomar uma decisão sobre a formação do próximo governo.

Nem o partido Likud, do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, nem o Blue and White (“Azul e Branco”) de Benny Gantz, conseguiram ganhar assentos suficientes no Knesset nas eleições de 17 de setembro para formar uma coalizão majoritária.

Blue e White conseguiu uma pequena vantagem conquistando 33 dos 120 assentos do Parlamento, enquanto o Likud ganhou 31 assentos.

Netanyahu lidera um bloco de 55 deputados de direita e judeus ultra-ortodoxos, enquanto Gantz lidera um bloco de 44 deputados de centro e esquerda, além de receber o apoio de 10 parlamentares da Lista Conjunta, formada por partidos árabes.

No entanto, nenhum deles conseguiu chegar a 61 cadeiras, que representaria a maioria absoluta no Knesset.

A decisão da Lista Conjunta marcou a primeira vez que os partidos árabes recomendaram um político sionista convencional desde 1992, quando apoiaram o líder do Partido Trabalhista, Yitzhak Rabin, que fez campanha pela paz com os palestinos.

Segundo o site Times of Israel, espera-se que Rivlin tente forçar um governo de unidade entre os dois partidos mais votados do país. Na manhã desta segunda-feira, Netanyahu parecia ser mais provável a receber a primeira chance de formar uma coalizão, de acordo com a publicação.

Rivlin iniciou suas consultas com os partidos políticos no domingo (22), reunindo-se com os cinco maiores partidos para receber suas recomendações sobre o candidato que deveria liderar a próxima coalizão.

Mesmo com as consultas, o presidente não é necessariamente obrigado a escolher o líder político com o maior número de recomendações. Rivlin deverá tomar uma decisão no final desta semana ou no início da próxima semana.

Rivlin iniciou suas consultas com cinco maiores partidos políticos no domingo. Durante as negociações, Blue and White e a Lista Conjunta apoiaram Gantz, enquanto Likud e Shas nomearam Netanyahu, e Yisrael Beytenu se absteve de endossar qualquer candidato.

As reuniões de segunda-feira estão sendo realizadas com partidos menores. Como nas consultas de domingo, as reuniões estão sendo transmitidas ao vivo ao público.

Como funciona a escolha?

O presidente tem o poder de nomear um dos 120 deputados eleitos como o próximo primeiro-ministro de Israel. O primeiro-ministro designado deve então formar uma coalizão que conquiste o apoio da maioria dos membros do Knesset.

Depois que um candidato é escolhido pelo presidente, ele tem 28 dias para apresentar uma coalizão ao Knesset e obter um voto de confiança. O presidente pode estender esse período por até 14 dias.

Se o candidato falhar, o segundo candidato mais provável terá chance de formar uma coalizão.

Se o segundo candidato fracassar, novas eleições serão convocadas, a menos que qualquer um dos 120 deputados tenha o apoio de 61 legisladores que aceitam sua liderança.

Fonte: Guia-Me

Cristãos protestam em 43 cidades da Etiópia, após mortes e incêndios em igrejas

Cristãos etíopes saíram às ruas domingo (22) em protestos em massa, realizados em 43 cidades, contra a queima de igrejas e ataques a fiéis em todo o país.

As igrejas etíopes não foram poupadas das consequências dessa violência que domina o país, e os ressentimentos étnicos provavelmente desempenham um papel importante nos conflitos.

Desde julho do ano passado, 30 igrejas foram atacadas, enquanto quase 100 fiéis foram mortos na Etiópia. Líderes da Igreja Ortodoxa Etíope se reuniram com autoridades do governo no início de setembro para discutir como os cristãos poderiam estar melhor protegidos contra um aumento na violência étnica e política. Os protestos desta semana seguiram uma série de protestos que ocorreram em várias cidades no domingo passado na Etiópia.

Os manifestantes, que podem chegar a milhões e consistir principalmente de cristãos Amhara, marcharam em 43 cidades e pediram ao governo do primeiro-ministro Abiy Ahmed que proteja os cristãos e suas igrejas, de acordo com Tewodrose Tirfe, presidente da Associação Amhara da América, uma organização de defesa em nome do Amhara da Etiópia.

Os Amhara são um grupo étnico na Etiópia, que representa cerca de um quarto da população e são majoritariamente cristãos.

Os protestos foram organizados por comitês afiliados à Igreja Ortodoxa Etíope em cada cidade onde ocorreram. As marchas foram proibidas em Adis Abeba, capital da Etiópia, e na região de Oromia. As redes de mídia pertencentes ao governo supostamente não televisionaram os protestos desta semana ou da semana passada.

As marchas acontecem quando os conflitos étnicos e políticos aumentaram na Etiópia no ano passado, com as reformas implementadas pelo governo de Abiy ressurgindo velhas queixas entre os etíopes, muitos dos quais agora estão sendo abordados através da violência.

Números

Trinta igrejas, a maioria ortodoxa etíope, foram atacadas, 18 foram totalmente destruídas e quase 100 fiéis foram mortos desde julho de 2018, segundo Tewodros Tirfe, presidente da Amhara Association of America,. pessoas, disse ao Washington Examiner.

Cristãos e não-cristãos foram apanhados no fogo cruzado da maior violência étnica e política. No início deste mês, líderes da Igreja Ortodoxa Etíope e funcionários do governo se encontraram, enquanto os cristãos protestavam contra a violência dirigida a eles.

O primeiro-ministro Abiy, que luta para controlar a violência entre os cerca de 80 grupos étnicos do país, não consegue conter os conflitos, apesar do inspirador otimismo em todo o mundo quando ele assumiu o cargo em abril passado.

O governo de Abiy deixou muitas disputas para as autoridades locais, apesar de muitas vezes serem partidárias dentro das disputas. Além disso, nem os protestos nem as reuniões com autoridades ortodoxas etíopes produziram um plano para tratar das queimadas nas igrejas.

Divisões étnicas

O vice-presidente Mike Pence elogiou Abiy em julho passado, elogiando seus "esforços históricos de reforma" e notando seu trabalho para "melhorar o respeito aos direitos humanos, reformar o ambiente de negócios e fazer as pazes com a Eritreia". Abiy supervisionou a libertação de centenas de presos políticos, e um relatório da CNN de dezembro o chamou de primeiro ministro "que capturou a imaginação da África".

No entanto, enquanto Abiy conduziu a um período de maior liberdade, suas reformas também abriram as portas para os etíopes exigindo novos direitos e abordando queixas por meio da violência.

"O que aconteceu quando Abiy chegou ao poder é apenas esse alívio catártico de frustrações de todos os tipos de comunidades - religiosas, étnicas, políticas - as pessoas finalmente conseguiram falar", disse Felix Horne, pesquisador sênior da Human Rights Watch.

Horne acrescentou que o Estado não parece levar a sério questões de lei e ordem. Em alguns casos, o governo central deixará disputas étnicas por terra para as autoridades locais, apesar de essas autoridades de nível inferior tenderem a estar vinculadas a um certo lado nas disputas.

A estrutura política e a geografia da Etiópia reforçam essas divisões étnicas, pois as fronteiras do estado coincidem aproximadamente com as fronteiras étnicas. A Etiópia também é cercada por países como Somália, Eritreia e Sudão, que estão lidando com terrorismo e outras formas de violência política. Como a Etiópia testemunhou um colapso da segurança interna, Horne observou que a fronteira do país também se tornou mais porosa, permitindo a entrada de armas pequenas no país e tornando os conflitos étnicos mais mortais. Cerca de 3 milhões de pessoas são deslocadas internamente do conflito, mais do que em qualquer outro lugar do mundo.

"As pessoas confiam em suas etnias e vão matá-lo ou matá-lo pelo motivo de você não pertencer às suas tribos", disse o Rev. Nehemiah Getu, sacerdote ortodoxo etíope de Maryland, ao Washington Examiner.

Fonte: Guia-Me

4.000 estudantes se reúnem ao pôr do sol para adorar a Deus, nos EUA

No sábado (14), o vice-presidente sênior de desenvolvimento espiritual da Liberty University, David Nasser, anunciou em rede social que haveria uma reunião de adoração espontânea e ao ar livre na noite de domingo (15).

De forma surpreendente, 4.000 estudantes responderam ao convite e apareceram para adorar a Deus ao pôr do sol.

Nasser usou sua conta pessoal no Twitter e com uma mensagem em vídeo incentivou os alunos a comparecer, orar, adorar e meditar em Deus.

"Convido os alunos, professores e funcionários da @LibertyU a se unirem amanhã à noite, enquanto adoramos e oramos ao pôr do sol deslumbrante como pano de fundo", escreveu Nasser.

Diversos estudantes da Liberty foram às mídias sociais para expressar o quanto gostaram de ter participado da noite de adoracão.
"Que coisa mais linda que eu amo na minha escola", tuitou o aluno, Wilton.

O Escritório de Desenvolvimento Espiritual da Liberty também compartilhou um vídeo do evento espontâneo no Instagram, escrevendo "O sol escaldante deve perfurar a noite!"

"Acho que a melhor parte desta sessão de adoração foi que o pastor David reafirmou aos seus alunos e nos lembrou que tudo se resume a Jesus, no final", compartilhou Ian Parish, sênior da Liberty University à Faithwire.

“Eu amo esta escola, apesar das circunstâncias”, disse a caloura Abigail Fuce. “Deus está trabalhando aqui e continuará a fazê-lo”.

Fonte: Guia-Me

Atriz desiste de suicídio após clamar a Deus e ser respondida de forma surpreendente

A atriz Andrea Logan White já esteve à beira do suicídio, mas um encontro casual com um estranho mudou sua vida e a colocou no caminho para iniciar um relacionamento com Deus.

White chegou a Hollywood para trabalhar como atriz e modelo, mas em pouco tempo, se viu em uma multidão muito sombria - uma introdução a Hollywood que a deixou em um difícil contexto emocional e espiritual.

"Eu quase morri com tudo", disse White recentemente ao Podcast da 'Pure Flix'. "Eu trilhei um caminho muito trágico para chegar lá e não foi fácil, mas de alguma forma, Deus usou tudo isso para me despertar e me levar até Ele".

A jornada de White veio à tona um dia quando ela estava dirigindo seu carro e estava literalmente clamando a Deus.

"Depois de uma audição, eu estava no limite. Não conseguia sobreviver. Tinha vários empregos", disse ela. "Eu tinha lágrimas nos olhos, estava no fim da corda e disse: 'Deus, por que estou nesta terra? Por que estou aqui?' ... eu comecei a ter pensamentos suicidas".

White, estrela da nova série original do PureFlix.com, 'The Healing Tribe' - uma série que oferece a inspiração necessária para viver uma vida abundante e para sair de doenças crônicas, vícios, traumas, depressão e ansiedade - disse que estava chorando enquanto falava com Deus naquele momento.

"Eu disse: 'Se você é real, precisa me mostrar quem você é, porque perdi a esperança e não tenho vontade de viver'", contou White.

Foi nesse exato momento que um homem em um carro velho e vermelho com um adesivo de "Jesus te ama" buzinou ao seu lado, na rua. Quando White olhou para ele, ele acenou e apontou para o rádio tocando em seu carro.

Enquanto o homem partia, White sintonizou o rádio na mesma estação que ele e ficou surpresa com o que ela ouviu.

"Era um pastor repetindo as palavras que eu tinha acabado de clamar a Deus ... [ele estava] dizendo que há pessoas por aí, clamando a Deus porque não sabem seu propósito, e Deus está aqui, e Ele tem um plano para a sua vida e é um bom plano", disse ela, destacando o valor essencial de ouvir essa mensagem no momento. "Acho que Deus sabia que eu ia tirar a minha própria vida naquele dia".

White continuou a compartilhar como essa experiência a levou a buscar uma igreja e acabou se convertendo na congregação onde entrou.

Frutificando

Atualmente, White desenvolve um trabalho chamado ‘Tribo de Cura’, que é focado em ajudar as pessoas a "encontrarem as ferramentas que Deus nos deu para viver uma vida abundante".

"Isso é algo pelo qual sou tão apaixonada, porque realmente lutei com minha saúde física a vida toda", disse ela sobre o programa. "Por meio da Tribo de Cura, eu me conectei com mulheres que amam o Senhor e que encontraram a cura das maneiras mais aleatórias", destacou.

Heather McKean juntou-se a Andrea Logan White e Tiffany Jeffers para criar o projeto.

"Acredito que muitas pessoas sofrem em silêncio ... acredito que é o maior campo de batalha que todos enfrentamos", disse White. "Estou sempre procurando ser a melhor versão de mim mesmo - mente, corpo e espírito ... Nós cobrimos tudo. E somos muito abertos com isso, porque acredito que precisamos".

Fonte: Guia-Me

Cristãos têm culto interrompido e lutam pelo direito de se unir novamente, na Indonésia

Em um domingo, 7 de agosto, durante um dos cultos regulares da igreja de uma igreja na Indonésia, os membros da congregação na cidade de Riau assistiram, confusos, enquanto a polícia interrompia o culto.

"Por favor, aguardem até que o culto seja concluído, para que possamos discutir", disse o pastor Ganda Damianus Sinaga aos oficiais.

Sem prestar atenção no apelo do pastor, os policiais interromperam o culto e mandaram embora os membros da igreja, dizendo que a congregação não possuía uma licença de construção.

"É nosso direito realizar o culto de domingo, por que vocês não podem nos deixar?", exclamou a esposa do pastor Sinaga.

Quando os oficiais chegaram, a congregação estava adorando em uma tenda improvisada no pátio da igreja; o prédio da igreja já havia sido interditado anteriormente. O pastor Sinaga diz que solicitou uma permissão oficial, mas, como muitas outras igrejas na Indonésia, a igreja sabe que é difícil obter uma permissão de construção de igreja.

Um padrão de perseguição

À medida que as violações contra as liberdades religiosas aumentam na Indonésia (nº 30 da Lista Mundial de Observação de 2019), somente em julho, três igrejas no país de maioria muçulmana foram forçadas a fechar, incluindo a do pastor Sinaga.

A primeira foi uma igreja em Yogyakarta, na Indonésia. A licença de construção foi revogada pelo governo local por não atender ao requisito de uso frequente do edifício. O pastor, Tigor Yunus Sitorus, solicitou a permissão de construção da igreja em 2017, que foi aprovada em janeiro de 2019.

Mas durante esse tempo, a igreja foi demolida. E semanas antes da revogação da permissão, os moradores locais intimidaram a igreja colocando cartazes com ofensas e ameaças em toda a área.

A segunda era uma igreja batista em Semarang. Os moradores locais pararam a construção do prédio da igreja algumas semanas atrás, porque a data da licença de construção de 1998 havia expirado. Devido a questões financeiras, sua construção foi intermitente. O prefeito da cidade de Semarang liderou uma reunião onde foi decidido que a igreja deveria renovar a licença de construção. Só então eles receberiam a igreja.

"Justificativas"

Para justificar o fechamento de igrejas, as autoridades religiosas islâmicas usaram amplamente o fracasso na obtenção de uma licença de construção como uma desculpa na Indonésia, bem como em outros países do mundo onde os cristãos não podem adorar livremente.

De acordo com o Decreto Conjunto dos Ministros da Indonésia sobre Permissões para Construção Religiosa, estabelecido em 2006, todo grupo religioso deve buscar a aprovação da comunidade local por meio de assinaturas para construir uma "casa de adoração".

Mas para as minorias, como os cristãos, é difícil reunir um número suficiente de assinaturas da maioria muçulmana (os cristãos na Indonésia representam apenas 32 milhões de uma população total de 226 milhões). Mesmo que consigam obter assinaturas suficientes, a aprovação do governo pode levar anos, até décadas. Na Indonésia, partidos políticos muçulmanos conservadores e grupos islâmicos radicais exercem influência significativa, resultando em políticas inspiradas na Sharia e na opinião pública que se opõe ao cristianismo.

Uma vez que uma igreja é vista como proselitista, como muitas igrejas evangélicas, tradicionais ou pentecostais, elas logo encontram problemas com grupos islâmicos radicais. Mesmo que consigam cumprir todos os requisitos legais - incluindo processos judiciais vencedores - as autoridades locais ainda os ignoram. Hoje, muitas igrejas ainda aguardam aprovação para se reunir e adorar.

Fonte: Guia-Me

Projeto Umodzi oferece alimento e educação para crianças de aldeia no Malawi

O projeto Umodzi está mudando a realidade de mais de 60 crianças que vivem na remota aldeia de Hatone, na província de Chikwawa, na região sul do Malawi.

Inicialmente, as crianças da região — em sua maioria órfãs — não tinham acesso à itens básicos como energia e água potável. Com a ajuda do projeto, iniciado pela Missão Mãos Estendidas (MME), elas estão recebendo comida, educação e o ensino da Palavra de Deus.

A MME atua há mais de 20 anos em países como Moçambique, Malawi, Zimbábue e Zâmbia, capacitando pastores, missionários e líderes e atendendo a população carente. Pelo menos 350 igrejas vinculadas à missão estão espalhadas pelos quatro países africanos. O projeto Umodzi está diretamente vinculado à MME.

Depois que a única sala de aula da Umodzi School foi destruída pelo Ciclone Idai em março, foram levantadas duas salas de aula e iniciada a construção de um banheiro de alvenaria.

De acordo com o coordenador do projeto Umodzi, Marcos Corrêa, os planos são de instalar um poço artesiano e construir salas de aula de alvenaria. Mas o ponto principal está em continuar atendendo mensalmente às necessidades básicas, como alimentação, roupas e materiais escolares.

“A intenção do projeto é melhorar cada dia mais a vida dessas crianças”, disse Marcos ao Guiame. “A ideia é fazer com que as pessoas entendam que a gente pode melhorar a vida dessas crianças, que em sua grande maioria são órfãs e dependem 100% da ajuda de pessoas que têm o coração na África”.

Por ser uma aldeia remota, localizada a quase 400 km de Lilongwe, capital do Malawi, os desafios são grandes. “O centro de acolhimento está no meio de uma floresta, por isso a comunidade é carente de absolutamente tudo. É uma das regiões mais pobres do Malawi”, explica Marcos.

O projeto Umodzi visa buscar parcerias “com pessoas que queiram realmente cumprir o mandato de Deus, que é fazer o bem e levar o amor”, segundo Marcos. “E o amor, nesse caso em específico, pode ser expressado através das doações”, acrescenta.

Para doações e mais informações sobre o projeto Umodzi, entre em contato com o coordenador Marcos Corrêa:

WhatsApp: +55 11 96170-9559
E-mail: projetoumodzi@gmail.com

Fonte: Guia-Me

Em resposta a Felipe Neto, deputada distribui 10 mil livros contra ideologia de gênero

Após toda a polêmica de projeção nacional gerada pela circulação de livros e revistas com conteúdo LGBT e de ideologia de gênero na Bienal do Rio de Janeiro, uma deputada estadual de Pernambuco decidiu dar uma resposta ao youtuber Felipe Neto, que distribuiu 10 mil livros de conteúdo LGBT no evento.

Clarissa Tércio (PSC) irá distribuir gratuitamente em seu estado, 10 mil exemplares do livro "Macho Nasce Macho, Fêmea Nasce Fêmea - Desmascarando a Falácia da Ideologia de Gênero", escrito pelo teólogo e filósofo Isac Silva.

A polêmica que tomou proporção nacional se deu inicialmente por conta da ordem do prefeito Marcelo Crivella de impedir a venda de uma revista em quadrinhos de super-heróis da Marvel com uma cena de mum beijo gay na Bienal do Livro no Rio de Janeiro. A ação provocou a revolta de militantes e simpatizantes do movimento LGBT.

Ao comentar, sua decisão, Clarissa destacou que essa é uma forma que está ao seu alcance de responder efetivamente à ação do youtuber.

"Marcelo Crivella mandou recolher, Felipe Neto disse: 'Vamos bombardear com a temática LGBT'. A gente está observando essa guerra lá no Rio de Janeiro e então vai fazer um negócio aqui em Pernambuco também", disse a parlamentar. "Já que Felipe Neto distribuiu 10 mil exemplares com livros em que se exalta essa temática, a ideologia de gênero, o relacionamento homossexual para enganar as nossas crianças, nós também vamos fazer algo aqui em Pernambuco. Vamos distribuir 10 mil livros por todo o território pernambucano".

"Esse livro trata dessa temática, ele combate, refuta as mentiras que têm sido contadas dentro das escolas, através das mídias", acrescentou ela.

Reação

A atitude de Felipe Neto gerou uma notável revolta também entre pais de crianças e adolescentes, pelo fato do youtuber ter essa faixa etária como seu público alvo.

Na segunda-feira da semana passada, a hashtag #PaisContraFelipeNeto viralizou no Twitter.

"Não permitam que seus filhos acessem conteúdo de quem quer que eles vejam material que contrarie suas convicções morais", publicou o deputado federal Carlos Jordy, lançando a hashtag.

"Esse sujeito é perigoso. Um animador infantil a favor da ideologia de gênero. Deixe seus filhos bem longe de Felipe Neto. #PaisContraFelipeNeto", postou outro usuário da rede social.

"Se você tem filhos, afastem eles do Felipe Neto, uma influência NEFASTA! Esse cara tem ligações perigosas e tem uma agenda CLARA de sexualização infantil, visto nesses últimos dias! #PaisContraFelipeNeto", alertou outro internauta.

Fonte: Guia-Me

Cristão morre após ser torturado durante quatro dias em cadeia do Paquistão

A polícia de Lahore, no Paquistão, torturou um cristão por quatro dias e causou a sua morte, segundo informações de familiares.

Ao final do mês de agosto, oficiais prenderam sem provas, Amir Masih, de 28 anos e pai de dois filhos, por uma falsa acusação de roubo e o torturaram por quatro dias, até que ele foi internado em um hospital em 2 de setembro, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo, disse seu irmão, Sunny Masih, ao Morning Star News.

Os oficiais que interrogaram Amir "urinaram no rosto e no corpo de Amir e zombaram de sua fé cristã", enquanto o torturavam visando uma confissão falsa do rapaz, disse Masih.

Depois de apresentarem um pedido à polícia em 31 de agosto, alegando o desaparecimento forçado de Amir Masih, os parentes foram informados de que ele havia sido preso por um sub-inspetor, identificado apenas como Zeeshan, sob acusação de ter efetuado um roubo. Suas repetidas tentativas de encontrar o sub-inspetor Zeeshan foram bloqueadas. Eles não souberam o paradeiro de Amir Masih até que um oficial telefonou para Sunny Masih em 2 de setembro para dizer que seu irmão não estava bem e que eles deveriam levá-lo ao hospital.

"Corremos para a delegacia, onde recebemos Amir já semi-consciente", disse or irmão. “Ele foi espancado sem piedade e seu corpo estava cheio de hematomas. Enquanto o levávamos ao hospital, Amir nos disse que o inspetor Nasir Baig, o subinspetor Zeeshan e quatro policiais não identificados o torturaram continuamente por quatro dias”.

Tortura e humilhação

Sunny Masih disse que seu irmão foi submetido a torturas graves porque era um cristão pobre, a quem a polícia acreditava poder coagir a fazer uma confissão falsa.

"Ele nos disse que os policiais o urinaram enquanto o xingavam por ser cristão e tentaram forçá-lo a confessar o crime", disse ele. “Mas meu irmão era inocente e ele se recusou a admitir algo que não havia feito, o que enfureceu ainda mais seus torturadores. Eles aumentaram a intensidade da violência, sujeitando-o também a choques elétricos”.

Os médicos do hospital tentaram salvar vida de Amir, mas ele sucumbiu aos ferimentos após algumas horas, disse Masih.

Trabalhando como jardineiro na Colônia da Força Aérea Paquistanesa (PAF), Amir Masih foi convocado à Delegacia de North Cantt em um telefonema de Zeeshan sobre um caso de roubo registrado por seu empregador, Rana Mohammad Hanif, disse o irmão do rapaz.

"Amir estava presente na casa de Hanif quando recebeu a ligação do inspetor", disse ele. “O vigia da casa disse que todos os funcionários haviam sido convocados pela polícia para registrar suas declarações, e ele deveria fazer o mesmo. Meu irmão foi à delegacia por vontade própria, mas, quando chegou lá, os policiais apreenderam seu telefone, o empurraram para dentro de um veículo e o levaram a um lugar desconhecido”.

Como Amir não voltou para casa naquela noite, Sunny Masih e outros parentes foram procurá-lo.

"Quando cheguei à casa de Hanif para perguntar sobre Amir, o vigia me disse que ele havia sido convocado pelo subinspetor Zeeshan para registrar seu depoimento", disse ele. "Nos dois dias seguintes, continuamos a procurar Amir e o policial, mas não conseguimos encontrar nenhum sinal de seu paradeiro."

Autópsia

Um laudo técnico sobre a morte de Amir afirma que marcas de tortura eram visíveis em suas mãos, pés, costas e braços. Suas costelas também estavam quebradas.

Depois que as notícias sobre o assassinato em custódia se espalharam pelas mídias populares e sociais e provocaram a ira pública, o inspetor-geral da polícia de Punjab, capitão Arif Nawaz Khan, ordenou o registro de um caso contra o inspetor Nasir Baig, Zeeshan e outros quatro policiais e ordenou um relatório detalhado sobre o caso.

Contexto

O Paquistão ficou em quinto lugar na atualização da lista de 50 países da Missão Portas Abertas sobre perseguição religiosa.

Os Estados Unidos adicionaram o Paquistão à sua lista de países que violam a liberdade religios

Fonte: Guia-Me

Nome de Adonias, mordomo real, foi encontrado em selo da época do Primeiro Templo

Uma minúscula inscrição em um selo (ou bula, pequenos pedaços de argila que eram usados ​​para assinar e selar letras nos tempos antigos) do século VII informa: “Pertencendo a Adoniyahu, o mordomo real”. O objeto  de argila foi descoberto recentemente no projeto de peneiração da cidade de Davi, em Israel.

Em terra escavada nas fundações do Muro das Lamentações, um voluntário do serviço nacional desenterrou, a cerca de três semanas, o selador de letras com um centímetro com o nome hebraico antigo de um personagem encontrado várias vezes na Bíblia Hebraica. Nele está escrito, literalmente, “O Senhor é meu mestre.” (Nas traduções da Bíblia, o nome escrito é Adonias).

Segundo o arqueólogo Eli Shukron, essa inscrição é única e "de extrema importância". A função do administrador real (Asher al Habayit), disse ele, aparece várias vezes na Bíblia e é usado para o ministro de mais alto nível na corte real. Por exemplo, o título de Royal Steward (mordomo real) foi usado no Livro de Gênesis para a posição de poder de José no Egito.

A vedação de argila, ou bula, foi usada no período do Primeiro Templo para selar documentos importantes, disse Shukron.

Em março, outra descoberta rara aconteceu na cidade de Davi com a inscrição “(pertencente) a Nathan-Melech, servo do rei” (LeNathan-Melech Eved HaMelech). Nathan-Melech é nomeado em 2 Reis como um oficial na corte do rei Josias. E em fevereiro de 2018, outra selagem parcial de argila foi descoberta, o que pode significar "Pertencendo a Isaías" (l'Yesha'yah [u]) e provavelmente está ligado ao profeta Isaías.

A nova inscrição de Adoniyahu fornece uma ligação potencial a um mistério de 150 anos: um túmulo de caverna rochosa do Primeiro Templo, do século VII aC., que também está inscrito com “Asher al Habayit”. A inscrição, hoje encontrada no Museu Britânico, tem um nome parcial que termina com as mesmas três letras hebraicas que a do selo de argila encontrado.


Escavada em 1870 pelo arqueólogo francês Charles Clermont-Ganneau, a inscrição do túmulo tem sido objeto de trabalho acadêmico desde então.

Pensava-se originalmente que este túmulo era o do mordomo mais famoso, Shevna (também encontrado como Shevaniyahu), descrito em 2 Reis e no Livro de Isaías como o mordomo real do rei Ezequias de Judá. Ele foi expulso de serviço e é registrado como tendo esculpido um túmulo.

Durante anos, os estudiosos tentaram vincular o túmulo do vale de Kidron a essa figura bíblica, apesar da falta de um identificador completo. A nova inscrição, Adoniyahu, também do mesmo período que o túmulo misterioso, pode oferecer uma nova arena de pesquisa para linguistas que decifram a inscrição do enterro.

"Se este [o administrador real Adoniyahu] é a pessoa enterrada na caverna, não sabemos", disse Shukron. "Quando falamos sobre o mesmo período, o período do Primeiro Templo, século VII aC, a mesma área geográfica, Jerusalém", ele deu de ombros, dizendo que só poderia terminar o pensamento com um ponto de interrogação.

Segurando o selo na mão, Shukron disse: “Depois de 2.600 anos, você vem e segura esta bula, que foi usada para selar uma carta, que foi enviada há 2.600 anos pelo mais alto ministro do reino, é algo incrível, meu coração pula uma batida”.

Descoberta

A bula foi descoberta por um voluntário de serviço nacional no Projeto de Peneiração da Cidade de David, em Emek Tsurim, em Jerusalém.

“Derrubei um balde de terra no palete de peneiração e comecei a lavá-lo com um spray de água. E de repente, na poeira, identifiquei um pedacinho de barro preto”, disse Batya Ofan.

“Eu imediatamente entendi que era uma bula e havia muita, muita emoção. Para mim, segurar um artefato de 2.600 anos atrás na minha mão, do período dos reis de Judá, é simplesmente incrível”, disse Ofan.

Quem foi Adonias na Bíblia

O nome Adonias aparece em várias iterações da Bíblia, mas não durante as épocas que correspondem ao século VII aC., o período da vedação da argila.

O mais famoso Adonias ocorre cerca de 300 anos antes deste recém-atestado; Adonias, o filho do rei Davi e Haggit. Ele é chamado de Adoniya e Adoniyahu.

Existem outros dois Adonias notáveis ​​narrados na Bíblia. Um deles, um levita, que aparece durante o reinado de Josafá (por volta de 870 a 849 aC), registrado em Crônicas. O outro notável Adonias é encontrado durante o governo de Neemias, que ocorre na era persa do período do Segundo Templo, por volta de 465-424 aC.

Fonte: Guia-Me

Jogador da NFL é alvo de críticas por incentivar crianças a levarem Bíblias à escola

O jogador de futebol americano, Drew Brees, participou de uma campanha para incentivar crianças a levarem suas Bíblias para a escola. Seu vínculo com o projeto, no entanto, se tornou uma polêmica entre setores liberais nos Estados Unidos.

A campanha “Bring Your Bible to School Day” (Dia de Trazer sua Bíblia para a Escola, em tradução livre) é promovida pela Focus on the Family, uma organização cristã que já foi acusada de ser anti-gay e promover a “terapia de conversão”.

No vídeo da campanha, o jogador diz: “Não apoio grupos que discriminem ou que tenham suas próprias agendas que tentam promover a desigualdade”.

O quarterback do New Orleans Saints postou um vídeo na quinta-feira (5) em sua conta no Twitter para comentar sua posição.

“Espero que isso estabeleça um registro de quem eu sou e o que eu represento”, escreveu. “Ame, respeite e aceite a TODOS. Encorajo vocês a não acreditarem na negatividade do que você lê que diz algo diferente. Simplesmente não é verdade. Tenha um ótimo dia”.

No vídeo, Brees disse: “Não apoio grupos que discriminem ou que tenham suas próprias agendas que tentam promover a desigualdade”.

O veterano da NFL, Benjamin Watson, disse na segunda-feira que as críticas contra seu ex-companheiro de equipe eram injustas. Ele também desvinculou o Focus on the Family como uma organização anti-gay e discriminatória.

“É uma pena que neste país, se você aderir a certas crenças bíblicas — pois todos nós temos o direito de escolher a que religião aderir — você é rotulado como ‘anti’”, disse Watson em entrevista à Fox & Friends. “O que o Focus on the Family faz é defender o casamento, já que a família é o alicerce básico da sociedade. Eles defendem essas coisas e são rotulados como anti por outras pessoas. Há uma agenda e foi isso que realmente me chateou sobre a coisa toda”.

Drew Brees acredita que foi injustamente e erroneamente acusado de ser anti-gay, e que participou do vídeo apenas para promover a campanha e não para endossar “qualquer tipo de ódio”.

“Eu sei que, infelizmente, existem organizações cristãs por aí envolvidas nesse tipo de coisa. E para mim, isso é totalmente contrário ao que é ser cristão. Ser cristão é amor, é perdão, é respeitar, é aceitar”, disse ele, de acordo com a ESPN.

Em um vídeo postado no YouTube, Jim Daly, da Focus on the Family, também esclareceu que a organização não é um grupo de ódio.

“Nosso objetivo é dizer: ‘Jesus te ama, se importa com você, não importa quem você é — sua raça, seu credo, sua orientação sexual. Jesus morreu por cada um de nós. Essa é a mensagem que queremos divulgar”, disse Daly.

Fonte: Guia-Me

Ditadura de Assad atacou sete vezes mais igrejas que o Estado Islâmico, diz relatório

Enquanto o número de mortos continua a subir na sangrenta guerra civil na Síria, uma vítima menos conhecida veio à tona recentemente em um novo relatório da Rede Síria para os Direitos Humanos (SNHR) - igrejas e locais de culto cristão.

O grupo de vigilância relatou que o regime do presidente Bashar Al-Assad e outras grandes facções na Guerra Civil Síria danificaram ou destruíram intencionalmente pelo menos 124 igrejas desde o início da guerra, em 2011.

A "principal ameaça"

Grupos terroristas islâmicos, facções da Oposição Armada e outras milícias atacaram deliberadamente igrejas, mas analistas do SNHR acusam o regime de Assad de ser responsável por 61% dos ataques às igrejas - tornando o ditador uma das maiores ameaças à herança cristã da Síria.

Essas violações do regime de Assad incluem bombas em locais de culto civis sem quartel-general ou equipamento militar próximo, transformando templos em quartel-general militar e ataques repetidos a igrejas.

A destruição deliberada dos locais de culto é uma violação direta do direito internacional e, de acordo com o relatório da SNHR, as forças de Assad atacaram igrejas cristãs sete vezes mais do que o Estado Islâmico.

Extremismo islâmico contra um ditador

O presidente da SNHR, Fadel Abdul Ghany, disse a repórteres na segunda-feira em uma teleconferência que, embora extremistas islâmicos estejam mirando cristãos simplesmente porque são cristãos, o regime de Assad está mirando qualquer um que se oponha à sua ditadura.

As forças de Assad justificam ataques repetidos contra igrejas dizendo que estavam sendo usadas por forças da oposição, disse Erica Hanichak, da American for the Free Syria, a repórteres na segunda-feira.

Ghany disse que Assad é a "principal ameaça" para os cristãos porque ele tem melhores armas para usar contra suas igrejas do que qualquer outra parte que luta na guerra.

O relatório do SNHR continha fotos de buracos deixados nos telhados das igrejas, prédios em ruínas e janelas de vidro quebradas.

O relatório disse que algumas igrejas sofreram vários ataques. Por exemplo, a Igreja da Senhora da Paz em Homs foi atacada sete vezes pelo regime sírio, e a Igreja de Saint Takla em Damasco foi atacada quatro vezes.

As forças de oposição armada atacaram a Igreja Ortodoxa Romana da Santa Cruz em Damasco quatro vezes, juntamente com igrejas em Aleppo em 2012 e 2013.

O relatório desafia as afirmações de Assad de que ele lidera um governo secular com o desejo de proteger e preservar os cristãos e as minorias religiosas da Síria.

"Embora o regime afirme que não cometeu nenhuma violação e que está interessado em proteger o estado sírio e os direitos das minorias, ele realizou operações qualitativas para suprimir e aterrorizar todos aqueles que buscavam mudanças e reformas políticas, independentemente da religião. ou raça, e se isso causa a destruição da herança da Síria e o deslocamento de suas minorias ", disse Ghany na segunda-feira.

O dilema entre os cristãos

Apesar das acusações de crimes de guerra, existem aqueles - entre eles muitos cristãos - que apóiam o governo de Assad. Um grande motivo é que eles não vêem uma opção melhor para a Síria tão cedo.

"O grande medo de grande parte dos cristãos é se ele [Assad] for derrubado, quem entrará no lugar dele? E esse é o grande, grande medo", disse o bispo Nicholas James Samra, da Eparquia Melquita de Newton, à Agência Católica de Notícias.

"Duvido muito que o regime do regime de Assad seja responsável pelo bombardeio de igrejas e locais religiosos", acrescentou Samra. "Não acredito que o presidente seja tão radical".

O embaixador Frederic C. Hof é um destacado membro sênior do Rafik Hariri Center do Conselho Atlântico para o Oriente Médio e é especializado na Síria. Hof atuou anteriormente como coordenador especial de assuntos regionais no Gabinete do Enviado Especial do Departamento de Estado dos EUA para a Paz no Oriente Médio. Ele também foi nomeado pelo governo Obama como consultor especial para a transição na Síria.

Ele compartilhou com o jornal cristão de política externa Providence, por que Assad é um dilema para tantos cristãos americanos.

"Algumas potências regionais aproveitaram-se de uma revolta que inicialmente era totalmente não-sectária e pró-Síria para apoiar os islâmicos. Elas acabaram ajudando Assad enormemente, quase apagando alternativas respeitáveis ​​ao seu governo, ajudando Assad a militarizar o conflito e ajudando os resíduos da sociedade síria a se tornarem os principais atores de ambos os lados. Assad foi o grande beneficiário. Seu comportamento contradiz todos os elementos do evangelho cristão. Mas é compreensível que muitos cristãos sírios, temendo alternativas jihadistas, continuaram a apoiar esse demônio que está se revelando hoje", disse Hof.

Mas o SNHR acredita que o mundo não deveria deixar o diabo tão livre e está pedindo às Nações Unidas e à comunidade internacional em geral que enfrentem Assad através de sanções e outros meios.

"A segmentação de locais de culto cristão é uma forma de intimidação e deslocamento da minoria cristã na Síria. O regime sírio sempre invocou slogans positivos pintando a si mesmo como 'protetor', mas, na prática, fez o contrário", disse Ghany . "A Síria não ficará calma sem transição para a democracia e o respeito pelos direitos humanos".

Fonte: Guia-Me

Igreja é vandalizada após falar contra evento envolvendo drag queens e crianças

A Igreja Pentecostal de South Bay, localizada em Chula Vista, Califórnia (EUA), foi vandalizada no último final de semana, depois que manifestou sua forte oposição a um evento infantil administrado pela cidade, anunciado como "Drag Queen Story Time", que será realizado na terça-feira (10), na biblioteca pública local.

A emissora local KGTV relatou que policiais locais estão investigando o incidente como um crime de ódio.

O pastor executivo Amado Huizar disse que os vândalos deixaram sua marca nas paredes externas do edifício da igreja.

"Com certeza, em cada esquina, havia frases, palavras odiosas e pichações nas paredes da nossa igreja", disse Huizar à emissora de televisão. Ele disse que "não há dúvida" de que a igreja foi alvo após sua forte oposição ao evento em que drag queens contam histórias para crianças na biblioteca pública de Chula Vista.

Segundo Huizar, o sistema de vigilância da igreja registrou as imagens de vídeo de dois homens estacionando seu veículo no estacionamento da igreja por volta das 3:00 da manhã de domingo e caminhando em direção ao templo.

Aproximadamente 15 minutos depois, eles são vistos novamente no vídeo, voltando para o carro e segurando o que pareciam ser latas de tinta spray.

"A Biblioteca Pública de Chula Vista disse que isso [evento com drag queens e crianças] é um reflexo da nossa comunidade. Eu me recuso a concordar com isso", disse Huizar.

Huizar disse que o evento não é apropriado para a idade das crianças, nem deve ser um programa público financiado pelos contribuintes.

"Se as pessoas querem que isso aconteça, faça-o em um ambiente privado, em uma livraria ou em uma casa, mas não na Biblioteca Pública de Chula Vista", acrescentou.

O pastor disse que registrou um boletim de ocorrência e pediu mais patrulhas ao redor do prédio da igreja.

"Eu respeito a diversidade, a inclusão", disse Huizar. "Quando você faz algo como este evento com drag queens e crianças, está excluindo um segmento da população que não é a favor disso, por causa do que experimentamos hoje ou com medo de falar".

Apesar do incidente, Huizar disse que não recuará.

"Estou muito triste", disse Huizar à emissora. "Estou com o coração partido, mas vou continuar falando contra o evento".

Contexto

Na semana passada, Huizar esteve com outros líderes religiosos de toda a cidade em uma conferência de imprensa nos degraus da prefeitura para orar e se opor ao evento com ‘drag queens’ na biblioteca.

A conferência de imprensa foi transmitida ao vivo pela página da igreja no Facebook.

Art Hodges, o pastor da igreja de South Bay, lembrou aos repórteres na conferência de imprensa a mensagem bíblica de Provérbios 14:34:

"A justiça exalta uma nação, mas o pecado condena qualquer pessoa."

"Nós, como líderes espirituais nesta comunidade, como vigias proverbiais nos muros, temos a responsabilidade de emitir um aviso quando vemos o perigo se aproximando", disse Hodges. "Portanto, nós, líderes religiosos, vemos algo que não está certo em nossa comunidade, nos roubando paz e alegria".

O pastor então pediu uma salva de palmas, quando disse: "Uma pesquisa com os moradores de Chula Vista descobriu que a esmagadora maioria não é a favor que o evento da ‘Hora da História da Drag Queen’ aconteça em nossa biblioteca pública".

"E muitos estão furiosos porque isso está sendo permitido e promovido por nossa cidade", acrescentou Hodges..

Fonte: Guia-Me

Mulher testemunha que 'tumor cerebral dissolveu' após orações

Durante toda a sua vida adulta, Evelyn Cartwright sofreu dores de cabeça insuportáveis ​​que ela acreditava ser causada pela pressão alta, até que em 2014, ela sentiu uma dor de cabeça como nenhuma outra.

"Era como um batimento cardíaco no topo da minha cabeça", descreveu Evelyn em entrevista ao programa cristão Clube 700. "Aquela dor foi pior do que qualquer coisa que eu já havia sentido na minha vida", contou.

Evelyn procurou atendimento e acabou sendo encaminhada para a sala de emergência e, depois de fazer uma ressonância magnética, recebeu a notícia de que tinha um tumor no cérebro (meningioma de 2.5 cm), que apesar de benigno, era inoperável.

Durante três meses, Evelyn passou por cinco rodadas de radiação.

Enquanto ela fazia o tratamento, o marido de Evelyn estava morrendo e precisava de seus cuidados.

Diante da situação, Evelyn chorou e questionou: "Deus, onde você está em tudo isso? O que realmente está acontecendo aqui?"

Evelyn, que é evangelista, decidiu pedir ajuda do grupo de oração de sua igreja para apoiá-la.

Após três meses de tratamentos de radiação, outra ressonância magnética mostrou que não ter havido sucesso no procedimento médico. Após seis meses, o tumor havia crescido e estava encobrindo o nervo óptico, o que poderia deixar Evelyn cega de um olho.

Onda de fé

Em vez enfraquecer em sua crença, Evelyn experimentou uma onda de fé. Ela conta que sentiu que Deus queria que ela parasse de pedir cura e começasse a louvá-Lo pela cura.

Evelyn solicitou que seu grupo de oração e membros da família fizessem o mesmo. Eles ficaram perplexos, mas decidiram acompanhar a decisão de Evelyn.

Nove meses após o diagnóstico inicial, o médico disse que o tumor estava sumindo.

Evelyn ficou tão feliz que começou a louvar a Deus.

Ao longo dos anos, o tumor se dissolveu e hoje Evelyn diz que se sente ótima.

Seu marido viveu o suficiente para saber que Evelyn estava bem, e se diz grata por isso.

A experiência de Evelyn aprofundou a fé de sua família em Deus.

"Agora, sinto que posso confiar nele para qualquer coisa na minha vida", diz Evelyn. “Sinto que se ele pode curar um tumor cerebral, ele pode fazer qualquer coisa. Todas as coisas são possíveis se você puder acreditar”.

Fonte: Guia-Me

Israel marca mês recorde para turismo e líderes visam atrair mais cristãos

Israel está comemorando um fluxo recorde de turistas de todo o mundo. O Ministério do Turismo anunciou na terça-feira (3) que a entrada de turistas no país aumentou 9% em relação a agosto de 2018 e 20% em relação a agosto de 2017.

A receita gerada pelo turismo foi de US$ 437 milhões apenas em agosto, um aumento de 10% em relação ao ano anterior.

De acordo com o Departamento Central de Estatísticas, a entrada de aproximadamente 304.600 turistas foi registrada em agosto de 2019.

Desde o início do ano, foram registradas mais de 2,8 milhões de entradas turísticas, um aumento de 10% em relação a 2018. Portanto, 2019 deve quebrar recordes, já que o ano anterior foi recorde para o turismo israelense, com 4,4 milhões de entradas turísticas.

O maior número de turistas chegou dos Estados Unidos com 63.100 visitantes, seguido da França, com 42.200, da Itália, com 21.400 e Reino Unido, com 21.000.

Aumentos significativos foram registrados em agosto de 2019 de Portugal (53%), Lituânia (33%), Itália (34%), México (38%), Brasil (42%) e Venezuela (78%).

O ministro do Turismo, Yariv Levin, declarou que “agosto continua sendo um mês de tendência, após ser um mês recorde para o turismo. Turistas de todo o mundo estão escolhendo Israel várias vezes como destino de férias e lazer”.

Turismo cristão

A CBN News falou recentemente com o ex-prefeito de Jerusalém e membro do Knesset (parlamento de Israel), Nir Barkat, sobre sua nova iniciativa de levar mais cristãos a locais bíblicos na Judeia e Samaria.

“Propus aos americanos que usassem locais bíblicos para turismo, todos baseados em histórias reais e verdadeiras da Bíblia, como Siló, que vejo muitas pessoas evangélicas e cristãs virem e aproveitarem para ver onde a Bíblia realmente aconteceu”, disse Barkat.

“Poderíamos aumentar o turismo drasticamente e certificar que todas as pessoas que desejam viver e respirar a Terra Santa, possam visitar os locais bíblicos — por toda a Judeia, Samaria, Jerusalém e outras partes do nosso país”, explicou.

Barkat acredita que o projeto irá melhorar a vida de israelenses e palestinos por meio da cooperação econômica.

“Isso aumentaria drasticamente os salários, a paz e a segurança, porque o que aprendi como prefeito de Jerusalém é que, quando a nossa economia prospera e tem sucesso como agora, no turismo e na alta tecnologia, todos em Jerusalém têm abundância”, explicou.

Fonte: Guia-Me

Livro para crianças com beijo gay vira alvo de polêmica após oposição de Crivella

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou na quinta-feira (05) que determinou o recolhimento de uma HQ dos Vingadores da Bienal do Livro por seu "conteúdo impróprio para menores".

Trata-se da história em quadrinhos Vingadores - A Cruzada das Crianças, da Marvel Comics. Na obra, que foi lançada em 2010 e não é destinada ao público infantil, os personagens Wiccano e Hulkling são namorados.

Em seu Twitter, o prefeito carioca anunciou que a obra já havia sido "denunciada na Internet e que traz conteúdo sexual para menores". Ainda de acordo com Crivella, "livros assim precisam estar embalados com plástico preto e lacrados".

“Pessoal, precisamos proteger as nossas crianças. Por isso, determinamos que os organizadores da Bienal recolhessem os livros com conteúdos impróprios para menores”, escreveu Crivella em seu Twitter.

“Não é correto que elas tenham acesso precoce a assuntos que não estão de acordo com suas idades”, concluiu.

Antes de Crivella, o livro já havia sido criticado nas redes sociais pelo vereador do Rio de Janeiro Alexandre Isquierdo, que classificou sua venda como "um crime absurdo" e disse que a HQ é "divulgação homossexual para as crianças".

Na postagem o prefeito não esclarece com base em qual norma legal emitiu a determinação, se o livro foi efetivamente recolhido nem se a prefeitura vai aplicar alguma punição caso a determinação não seja cumprida.

Fonte: Guia-Me

Hashtag #PaisContraFelipeNeto viraliza após youtuber distribuir livros LGBT

Na noite do último domingo (8) uma hashtag foi lançada pelo deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ) como forma de resposta à atitude do youtuber Felipe Neto, que comprou e distribuiu gratuitamente cerca de 14 mil livros com temática LGBT na Bienal do Livro, no Rio de Janeiro.

"Não permitam que seus filhos acessem conteúdo de quem quer que eles vejam material que contrarie suas convicções morais", publicou o parlamentar na noite do último domingo.

A atitude de Felipe Neto já havia sido uma reação à ordem do prefeito Marcelo Crivella, de retirar do evento uma obra que é um tipo de história em quadrinhos, que exibe dois super heróis dando um beijo gay.

A hashtag teve apoio e críticas, porém sua repercussão no Twitter foi indiscutível nesta segunda-feira (9).

"Esse sujeito é perigoso. Um animador infantil a favor da ideologia de gênero. Deixe seus filhos bem longe de Felipe Neto. #PaisContraFelipeNeto", postou um usuário da rede social.

"Vingadores, a Cruzada das Crianças" é o título da revistinha de HQ. Fixação em dar conotação sexual a contexto que envolve CRIANÇAS. Os pais que devem decidir! #PaisContraFelipeNeto", postou o Professor de Direito da Unifesp e Assessor Especial da Presidência da República, Arthur Weintraub.

"Dois ataques contra a infância brasileira esse final de semana: 1. Comentário criminoso feito pelo @g1 sobre o menininho no carro com @jairbolsonaro. 2. Um youtuber cujo público é o infantil, fazendo campanha para distribuição de livros LGBT. #PaisContraFelipeNeto", postou outro usuário.

"Se você tem filhos, afastem eles do Felipe Neto, uma influência NEFASTA! Esse cara tem ligações perigosas e tem uma agenda CLARA de sexualização infantil, visto nesses últimos dias! #PaisContraFelipeNeto", alertou outro internauta.

Entre as críticas à hashtag, há quem diga que o efeito foi o contrário do esperado pelo criador da marcação.

"A tag #PaisContraFelipeNeto foi criada por conservadores pra boicotar o youtuber, que desafiou a censura do Crivella. Porém a tentativa não deu muito certo, na tag só vemos tuítes de apoio ao Felipe Neto. Vocês também entram em tags postando o inverso pra mudar o sentido delas?", publicou uma usuária do Twitter.

"Palmas pela coragem dos bolsominions pq noção não tem #PaisContraFelipeNeto", publicou outra.

Arquivo

A polêmica levou internautas a resgatarem um vídeo antigo do youtuber, no qual ele própria fala contra a militância LGBT.

"Quando eu falo sobre 'bissexualismo de modinha', é porque essas bandas coloridas estão trazendo isso de uma forma avassaladora. Hoje em dia está na moda ser bissexual", disse o youtuber no vídeo. "A situação vai ficar ficar tão esc****, que daqui a pouco vai ser ser errado você ser heterossexual".

No vídeo antigo, Felipe Neto ainda imita homossexuais de modo a satirizar trejeitos e argumentos de supostos membros do movimento LGBT.

"O #FelipeNetoLixo, ídolo da molecada esquerdista, é uma FRAUDE. Um OPORTUNISTA q debochava de gays e agora os representa pq viu q era lucrativo. Nojo dessa corja q ganha dinheiro manipulando mentes em formação! #PaisContraFelipeNeto", alertou uma das internautas que postou o vídeo no Twitter.

Bancada Evangélica

Em um vídeo publicado no Instagram, o deputado, pastor e presidente da Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional, Silas Câmara (Republicanos-AM), parabenizou a atitude do prefeito Marcelo Crivella em retirar os gibis que exibiam beijo gay da Bienal.

Ele destacou que o material tem "revistas maldosas, que direcionadas a crianças, divulgavam um beijo homossexual" e parabenizou aos que tem se oposto à distribuição das revistas, afirmando que "quem insiste, persiste e tem seus princípios, protege a quem ama".

Fonte: Guia-Me

Senador americano diz que aborto em países de 3° mundo é solução para crise climática

O senador Bernie Sanders (I-VT), um dos principais candidatos à nomeação presidencial do Partido Democrata em 2020, provocou indignação por vincular o aborto ao controle da população e até mesmo como solução para a crise climática, durante um evento da CNN em Vermont, na quarta-feira à noite.

Durante uma debate sobre mudanças climáticas, Sanders disse que apoiaria programas financiados pelos contribuintes para fornecer abortos e controle de natalidade para mulheres nos países em desenvolvimento como uma medida para combater a crise climática. A ideia foi dada pelo senador em resposta à pergunta de uma pessoa da plateia, que sugeriu que um "controle populacional" seria necessário para combater este tipo de crise.

"O crescimento da população humana mais que dobrou nos últimos 50 anos. O planeta não pode sustentar esse crescimento. Sei que esse é um tópico venenoso para os políticos, mas é crucial enfrentá-lo", perguntou a pessoa da plateia ao senador de Vermont. "Capacitar as mulheres e educar a todas sobre a necessidade de conter o crescimento da população parece uma campanha razoável a ser adotada. Você seria corajoso o suficiente para discutir esse assunto e torná-lo uma característica essencial de um plano para enfrentar a catástrofe climática?"

"A resposta é sim", respondeu Sanders. "E a resposta tem tudo a ver com o fato de que as mulheres nos Estados Unidos da América, a propósito, têm o direito de controlar seus próprios corpos e tomar decisões reprodutivas".

"E o acordo da Cidade do México, que nega ajuda americana às organizações ao redor do mundo que permitem que as mulheres abortem ou até se envolvam em controle de natalidade para mim é totalmente absurdo", continuou ele. "Então, acho que especialmente nos países pobres do mundo, onde as mulheres não querem necessariamente ter um grande número de bebês e onde elas podem ter a oportunidade, através do controle da natalidade, de controlar o número de filhos que têm, é algo que eu apoio muito, muito fortemente".

Os partidários pró-vida consideraram a resposta de Sanders "horrível".

A advogada constitucional Jenna Ellis disse ao programa Newswatch da CBN que concorda com outros conservadores e considera os comentários de Sanders "absolutamente horríveis".

"Isso é algo em que os democratas estão priorizando um interesse político literalmente na vida de milhões de crianças", disse ela. "E pensar que Bernie Sanders e os democratas poderiam ser tão insensíveis à vida humana e, especialmente em outros países, que dizer, simplesmente por causa das mudanças climáticas precisamos promover o aborto e incentivar jovens mães a literalmente assassinar seus filhos?".

"Se isso não mostra ao povo americano o quão longe a esquerda progressista foi com o Partido Democrata, não sei mais o que o fará", acrescentou Ellis.

"Nosso governo não tem argumentos legais ou morais constitucionais plausíveis para promover ou pagar abortos em outros países", observou ela.

A apresentadora da CNN, S.E. Cupp disse que Sanders estava falando sobre eugenia quando fez esses comentários. A eugenia é definida pelo dicionário Merriam-Webster como "a prática ou defesa do melhoramento seletivo controlado de populações humanas (como por esterilização) para melhorar a composição genética da população".

"Vamos apenas declarar: falar sobre a necessidade de 'controle populacional' através do ABORTO em prol do CLIMA é mesmo que promover a EUGENIA", twittou Cupp. "O fato de a @BernieSanders estar disposto a alimentar essa idéia vil não é apenas nojento, deve ser desqualificante."

A âncora seguiu em um segundo tweet: "Além disso, se vamos falar sobre controle populacional, devemos trazer a teoria malthusiana, uma história de advertência contra não prever como a ciência e a indústria resolveriam problemas futuros, como o crescimento da população. Vamos conversar, @BernieSanders".

Outros usuários de mídia social também responderam aos comentários de Sanders com desdém.

"Gente, Bernie conseguiu. Ele declarou que as crianças do Terceiro Mundo são problemáticas", twittou Michael Brendan Dougherty.

Outra usuária do Twitter, Bennie Johnson também postou:

"Eleitor democrata: Existem muitos humanos na terra.

Bernie: Eu concordo. Precisamos financiar abortos em países pobres do terceiro mundo.

Isso é absolutamente horrível. "

E outro usuário, Jeremy Boreing escreveu: "O aborto para combater as mudanças climáticas é o sacrifício humano de 2019 para Deus enviar chuva do céu".

Fonte: Guia-Me

The Send Brasil anuncia terceiro estádio em evento simultâneo

O Brasil sediará o The Send, um encontro colaborativo promovido pelos ministérios Dunamis, JOCUM, CfaN, Circuit Riders, Lou Engle, Lifestyle Christianity e Jesus Image com o propósito missionário de clamar por avivamento e evangelismo.

A edição brasileira do The Send (“O envio”, em português) acontecerá no dia 08 de fevereiro de 2020 com evento simultâneo em três locais. Em São Paulo, a programação será em dois estádios: Allianz Parque e Morumbi. Em Brasília, o evento será no Estádio Nacional.

“No dia 08 de fevereiro de 2020 em Brasília, simultaneamente aos estádios #1 e #2, em São Paulo, mais de 60 mil pessoas estarão prontas para serem enviadas!”, anunciou a organização no Instagram.

Outras mídias sociais também têm sido utilizadas para divulgar e propagar o evento, que tem tomado grandes proporções no Brasil. “Terminamos o dia com as expectativas mais altas do que antes! Mais de 300 Líderes e pastores de 3 gerações do Brasil todo disseram SIM à visão e propósito do The Send”, escreveu a organização do evento em postagem do Facebook.

Os organizadores afirmam que “o que temos vivido no Brasil é diferente e as nações reconhecem isso como uma forma de propor a união entre povos, culturas e denominações”.

“Precisamos reconhecer, isso é fruto do que as gerações anteriores fizeram por nós. É fruto da plantação que eles fizeram. Honrarmos a vida dos que pagaram o preço em jejum, oração e renúncia para que vivêssemos esse mover”, declararam.

Parceria

O The Send realizado em fevereiro em Orlando, nos EUA, uniu igrejas norte-americanas, brasileiras e latino-americanas. Foi graças a esta parceira e ao grande número de participação brasileira que o evento chegou ao Brasil.

O encontro foi realizado com a colaboração de ministérios do Brasil e Estados Unidos, a fim de ativar cada cristão em seu chamado evangelístico em quatro campos missionários: universidades, escolas, vizinhanças e nações. Entre os organizadores estavam Dunamis Movement, Christ for All Nations, JOCUM e Lifestyle Christianity.

O pastor Lou Engle acredita que “o Brasil está pronto para ser uma das maiores, senão a maior nação de envio na história a completar a missão de alcançar os povos não-alcançados”.

“Nossa geração está vivendo um mover sobrenatural e transformador. A união da Igreja brasileira se estabeleceu e estamos prontos para viver o que está por vir!”, declarou a organização brasileira, que comemorou: “É um novo tempo. Chegou a nossa hora, Brasil!”

A venda dos ingressos para o Estádio Nacional de Brasília será liberada para a lista de espera a partir desta terça-feira (10); a venda geral será liberada na quarta-feira (11).

Fonte: Guia-Me

Em evento raro, 51 pessoas foram batizadas em praia de Nova York

Muita gente testemunhou um evento raro em uma praia da cidade de Nova York: o batismo de 51 membros da The Journey Church, uma das maiores igrejas da cidade.

O batismo, que aconteceu em julho no Jacob Riis Park e Beach, no Queens, foi liderado pelo Pr. Kerrick Thomas.

O ritmo de batismos tem crescido, só este ano foram 140, perto da média da igreja em seus 18 anos de história, de acordo com a BP Press.

Desde a sua fundação na Cidade de Nova York, nos dias seguintes ao 11 de setembro, a igreja batizou mais de 2.750 pessoas. Em um fim de semana típico, a igreja atrai 1.000 pessoas para o culto em três locais de Manhattan.

Thomas disse que o total de batismo decorre de uma ênfase de longa data no alcance e no envolvimento de pessoas que não conhecem a Cristo com o Evangelho.

"A cidade de Nova York é uma das mais alcançadas da América", disse Thomas. "Queremos alcançar pessoas que não têm um relacionamento com Cristo nesta cidade como nosso principal campo missionário. Estamos muito focados no treinamento em evangelismo e em equipar nosso povo para falar sobre sua fé com seus amigos e colegas de trabalho".

Desafios

Chegar a pessoas na cidade de Nova York não é fácil. O maior desafio que a Jorney Church enfrenta ao tentar envolver as pessoas com o Evangelho é a ocupação, observou Thomas. Enquanto algumas pessoas têm a ideia de que os nova-iorquinos são rudes, ele disse que podem ser as pessoas mais legais que você já conheceu. Eles muitas vezes não têm tempo para dar sua atenção.

A Journey Church usa uma variedade de ferramentas para treinar seus membros a compartilhar sua fé e convidar pessoas para cultos. Sua principal ferramenta é "The Difference Maker", um livro escrito pelo pastor fundador, Nelson Searcy. Eles também realizam eventos de treinamento de evangelismo três a quatro vezes por ano.

"Nós pedimos que escrevam suas histórias de salvação para que, por sua vez, possam contar a um amigo em três a quatro minutos", disse Thomas. "Então, compartilhamos com eles como falar sobre sua fé [usando] vários métodos diferentes, seja evangelismo em um versículo ou algum outro método", explica.

Evangelismo

Os pastores da Jorney Church ensinam regularmente uma série de sermões sobre evangelismo e sua importância na vida dos crentes, como uma série em setembro intitulada "Vá", com foco na Grande Comissão.

Além disso, The Journey fez do evangelismo uma parte significativa de seu alcance, com o objetivo de mostrar de maneira prática o amor de Deus para 500.000 nova-iorquinos em 2019. Eles costumam trabalhar com equipes de missão em projetos e convites para os cultos, feitos nas ruas de Manhattan.

Terry Robertson, diretor executivo da Convenção Batista de Nova York, acredita que um fator que torna a The Journey Church tão eficaz para alcançar as pessoas é que Thomas e sua esposa Lori estão na igreja há 18 anos. Os anos de experiência de Thomas, Robertson acredita, o levaram a um ponto de grande fecundidade em Manhattan.

Mas Robertson também observou que Thomas é particularmente claro quando se trata de comunicar o Evangelho e pedir uma decisão. Observando a celebração do batismo de julho, na qual Robertson compareceu, muitos dos que foram batizados vieram à praia naquele dia planejando ser batizados, mas alguns podem ter feito sua profissão de fé na hora.

"[Thomas] está em todos os lugares da cidade de Nova York, e ele não hesita em convidar as pessoas a se comprometerem pessoalmente com Jesus e a uma confissão pública disso por meio do batismo", disse Robertson.

"O que eu acho hoje é que alguns dos rapazes mais jovens não se sentem tão importantes em chamar as pessoas através de um convite para assumir esse compromisso. O que observei de Thomas naquele dia na praia foi que ele estava apresentando o Evangelho, e depois de apresentar o evangelho, ele chamou as pessoas que ainda não o haviam feito a receber Jesus, e então ele batizou 51 pessoas naquele dia", relatou.

Fonte: Guia-Me

Empresa americana incorpora microchip em corpo de funcionários

Usando camisetas esportivas com a frase "I Got Chipped", cerca de 40 funcionários do Three Square Market, uma empresa que fabrica quiosques de lanchonetes destinados a substituir máquinas de venda automática, recebeu pequenos microchips do tamanho de arroz nas mãos.

Os funcionários da empresa disseram que o implante é por conveniência, uma maneira de evitar o uso de crachás e logons corporativos em computadores. Agora, eles podem ter as mãos lidas por um leitor, como usar um smartphone para pagar por mercadorias.

A empresa gostaria de ver os pagamentos serem feitos sem dinheiro, como os usuários do iPhone fazem com o Apple Pay. Só que, neste caso, os consumidores usam a mão em vez de um smartphone para pagar.

O chip não é um rastreador nem possui GPS, então o chefe não pode acompanhar seus movimentos, dizem os funcionários da empresa. Ainda assim, para aqueles que se preocupam com o Big Brother ter mais controle sobre nossas vidas, o presidente do Three Square Market, Patrick McMullan, diz que você deveria "pegar seu telefone celular e jogá-lo fora".

Os chips são da Biohax Sweden, uma empresa que diz ter quase 3.000 pessoas usando na Europa. O fundador da empresa, Jowan Osterlund, firmou alianças com empresas para pagar pela instalação dos chips nos funcionários ou distribuí-los em feiras de tecnologia.

Três funcionários da Square Market disseram que estavam instalando o chip para fazer parte de uma equipe maior e ajudaram a desenvolver a tecnologia.

A cerimônia do chip foi realizada na lanchonete da empresa, onde um tatuador local, estava à disposição para realizar a instalação.

Todo o processo levou cerca de um minuto. Tudo começou com a limpeza da pele, assim que foi encontrado um ponto na mão para aplicar foi pedido ao funcionário para inspirar e expirar enquanto a seringa com o dispositivo era inserida. Assim, o chip foi instalado e colocado um curativo sobre o local.

"A picada doeu mais do que a injeção", diz McMullen. "Doeu por cerca de uma hora e meia depois, mas agora está voltando ao normal."

Mas o que parecia normal em Wisconsin teve um desempenho diferente na Internet, onde muitas críticas foram feitas. Uma pessoa perguntou: "Eles não leem a Bíblia?".

Fonte: Guia-Me

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *