Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Fevereiro 2020
'Momo' "Eu quero ir" “Aguardo o Dia” “Casa na Rocha” “Em Casa” “Mais Alto” “Quem é esse?” “Quero Te Adorar” “We magnify his name” 10 Mandamentos 19ª edição do Grammy Latino 2018 2019 22 anos 3 Palavrinhas 360 Wayup 6 milhões 60 Minutes A Bíblia Kingstone Abaixo-assinado abandona Abílio Santana Abin abortistas aborto abortos abrigo para dependentes químicos Absolvida abusador abusar dos membros abuso infantil abuso sexual abusos sexuais Academia Acadêmicos do Sossego acampamento evangélico ação judicial Ação popular Ação social aceitaram a Jesus Acertou Mizerávi Achado Arqueológico ACI Digital acidente acidente de trânsito Acioli acordo de paz Acre acusação ad belenzinho ADAI Music Adão e Eva Adaulto Lourenço Adauto Lourenço Adilson Gigante ADO 26 adolescente adolescentes Adolf Hitler Adolf Hittler adventistas do Sétimo Dia advogados Afeganistão Africa África Africa do Sul Agenda Lgbt Airbnb Al-haram Al-sharif Al-qaeda Al-Rashid Aladdin Alagoas Alan Rick Albert Einstein Alcoolismo aldeia Kamayurá Alemanha Alerta aos pais Alex Passos Alexandra Abrantes alexandre frota Alexandre Isquierdo Aline Barros Alison Redmond-Bate alma Alphaville altares Amazon ambulância América América Latina Amor Amor de Deus Amor e Sexo amor incondicional Ana Paula Ana Paula Valadão Anápolis Anayle Sullivan Anderson Freire André Aquino André Balada Andre Fernandes André Valadão Andrea Long Chu Andrew Brunson Anel Pilatos anencefalia Anglicana Angola Anitta aniversário de casamento Anjo Anne Graham Anne Graham Lotz Anny Theyler Anti-Balaka anti-Israel anti-judaico anticristãs Anticristo Antigo Testamento Antissemitismo AoVivoPelaVida apanhar aplicativo Apocalipse apóstolo apóstolo Paulo App apresentador apresentadora Angélica Árabe Araguaína Arca da Aliança Arca de Noé Argentina Argentinos arma arma de fogo Armas Armênia armênios Arqueologia arqueólogia arqueologia bíblica Arqueologia na Bíblia arqueólogo Arquidiocese da Paraíba Arrebatamento arrecadar alimentos arrependimento Artistas Asia Asia Bibi Ásia Central AsiaNews asilo assalto assassinada assassinado assassinato do pastor assassino assédio sexual Assembleia de Deus Assembléia de Deus Assembleia de Deus no Brasil Assembleia de Deus Vitória em Cristo ataque ataque cardíaco Ataque Contra Cristãos ataque de ódio Ataque no Egito Ateísmo Atentado Atentado Terrorista Atentados Ateu Ateus Ativismo Ativismo Gay Ativismo Lgbt ativista gay Ativistas ato profético Ator Atos dos Apóstolos atriz atriz Chrissy Metz audiência Augusto Cury Augusto Heleno Ribeiro Pereira Augustus Nicodemus Augustus Nicodemus Gomes Lopes Austrália Autoajuda automutilação Autoridade Palestina auxílio-mudança avivamento Azerbaijão azul e rosa babalorixá Baby do Brasil Bahia Baleado baleou Bancada Evangélica Band Band News Banda 4Life banda Livres Banda novo som Banda Resgate banda Rosa de Saron banda Voz da Verdade Bangladesh Banheiro Transgêneros banheiros únicos barragem Barroso bate boca bateria de escola de samba Batismo batismo infantil Batismo nas Águas Batista Peniel Batista Soul batistas do Sétimo Dia batistas independentes batizado bbb bebê Bebê é abandonado bebê Jesus bebês bebida alcoólica Beit Chabad Beka Belém Belford Roxo Bélgica Belíssima Belo Horizonte Benjamin Netanyahu Bernardino Bertioga Beth Moore Bethel Bibi Bíblia Bíblia Antiga Bíblia e Ciência Bíblia Mais Antiga bíblia sagrada Bíblias. África bicicleta Big Apple Big Brother Brasil Bill Johnson Billy Graham Bird Box Bispo Bispo Edir Macedo Bispo Julian Henderson bispos Blasfêmia blasfêmia. Cristão Boas Notícias Boko Haram Bola de Neve Bolsa do Samaritano Bolsonaro bombeiros boneco Ken Sereia brad dacus Brad Hoylman Brasil Brasil Sem Aborto Brasil Urgente Brasil x Israel brasileiros Brasília Brian Houston briga de casal Britney Spears Brittni De La Mora Brumadinho Bruna Drews Bruna Karla Bruna Marquezine Bruxa bruxaria bruxos cristãos Budismo Bulgária Bunda Mole buscar a Deus Butão cabo Daciolo Cabo de Santo Agostinho Cabul caçadores de cabeça CADETINS café da manhã de oração por Jerusalém Caio Fábio calçados Hello Kitty. calçados Ipanema calçados Melissa Califórnia caloteira Câmara de Vereadores de Porto Alegre câmara dos Deputados Camarões câmera câmeras de vigilância Caminhada Caminho da Graça Campanha Campinas Canadá canal Metaforando câncer Candomblé cantor Anderson Freire cantor Eli Soares cantor gospel cantor Juliano Son Cantor Leonardo Gonçalves Cantor Robério Lima e Silva Cantor Samuel Mariano cantor Wellington Camargo Cantora Cantora Anitta cantora Daniela Araújo cantora Eyshila cantora Flordelis Cantora Gospel cantora Léa Mendonça cantora Lydia Moisés capeta escondido Caridade Carlito Paes Carlos Apolinário Carlos Bolsonaro Carlos Moisés Carlos Nadalim carnaval cartão de crédito Casa Branca Casa Civil casal gay casal pastoral casamento Casamento de Célia Sakamoto casamento gay casamentos cristãos Casos de Milagre Cassiane cassino Castidade Catedral da Fé Cativeiro Catolicismo católicos Cazaquistão CBN News Ceará Ceia de Natal celebridades Célia Soul Céline Dion celular celulares censura Centro Nacional de Exploração Sexual Centro Pentecostal Jovem Resgate Cepal cerveja Cesare Battisti céu Chance The Rapper Charles Darwin Chico Wehmuth chifres Chile China chineses Chris Pratt Christ Christian Bale Christyan Leão Cia Nissi Ciclone Cid Moreira Cidade bíblica ciência Cindy Jacobs Cinema Circulo de oração Cisjordânia Ciúmes clamor Claudia Raia Clínica Abortista clinica de aborto Clínica de Aborto clip CNBB CNN cnpj Coaching Coaf cobertura espiritual Coletes Amarelos Colômbia coluna Comandante Moisés comando vermelho Combate à Corrupção combate à pedofilia combater Comercial Comerj Comics comodoro MT comunismo Condenada conectados a Cristo Conectando Gerações Conexão Repórter Confiabilidade da Bíblia Confiança na Bíblia Conflito Congo Congrega Church congregação congregar congresso internacional de arqueologia bíblica Congresso Nacional consagração Conselho Apostólico Brasileiro Conselho Mundial de Igrejas Conselho Tutelar Conselhos de Psicologia Conservadorismo Consumo de Maconha Contra Ideologia Contra Ideologia de Gênero Convenção Batista do Sul Conversa Com Bial Conversão Coordenação de Assuntos Religiosos COORPIN Coptas coral Coral Kemuel Coreia do Norte Coréia do Norte Coreia do Sul corinthianismo Corinthians coronavírus Corrupção cova Covid-19 CPAD CPI crê em Deus Crente Bom de Bíblia 2018 Crescimento das Igrejas Criacionismo crianças Crime crime organizado Crimeia Crimes criminalidade criminalização da homofobia Cris Cyborg cristã cristã perseguida cristão cristão homofóbico Cristão Perseguido Cristão Perseguidos Cristão. Lista Mundial da Perseguição 2019 cristãos Cristãos Copta Cristãos de Jos Cristãos no Egito Cristãos no Trabalho cristãos perseguidos Cristianismo Cristo para Todas as Nações Cristóvão Colombo criticada críticas Crocodilo crucificado Crueldade Animal cruz Cruz das Almas-AL cruzada Cuba cuide de sua família culto culto ao ar livre Culto na Rua cultos Cultura de Estupro Cúpula Conservadora das Américas cura Cura de Doenças Cura de Tumor Cerebral Cura do Câncer cura gay Cura Milagrosa curadas curandeiro Cursos Cybercensura Daciolo Damares Alves dança Daniel e Samuel daniela mercury Danielle Favattoigreja Danilo Gentili Darlene Zschech Darwinismo Datafolha Datena Dave Williams. microchips Davi Davi se escondeu David Cerqueira David Owuor Dc Comics Deadpool Debate Deborah Secco decote Decreto Defesa dos Animais Deise Cipriano Deise Jacinto Delegacia de Investigações Gerais delegada Luciane Bachir Delino Marçal Deltan Dallagnol Demolidor demônio Demônios Denis Mukwege Denise cerqueira Dennis Christensen dependência quíimica ex-bruxo ex-ocultista libertação do ocultismo libertação espiritual ocultismo sair do ocultismo testemunho de conversão testemunho de fé vício em drogas deportação depressão deputada federal Flordelis Deputada Lauriete deputado federal deputado Hidekazu Takayama deputado Silas Câmara deputado Sóstenes Cavalcante Descoberta Arqueológica Descobertas Científicas Desconfinados Descriminalização da Maconha Desigrejados Deus Deus capacita os escolhidos Deus Criador Deus é Mais Deus é Mulher Deus Não Está Morto Deus Salvador deusa robô Devocional Dez Mandamentos DHPP Dia da Bíblia diabo Diante do trono Diário Oficial dicas de suicídio dicas no casamento Dilma Rousseff dilúvio Dinheiro diploma de mestre diplomação no TSE Diplomacia Direitos Humanos Disforia de Gênero Disney disparo distanciamento Distrito Federal Ditadura Dívida Divisão Divórcio dízimo DJ DJ PV DNA Doação doação de imóvel Dom Orani Tempesta Domingão do Faustão domingo Donad Trump Donald Trump Douglas Gonçalves Doutor Estranho doutrinação Dr. Milagre drag queen drag queens drive-in drogas Dudu Camargo Dupla Dupla Alisson e Neide DVD comemorativo eclipse Ecologia Edificante Edir Macedo Editora de quadrinhos Edson Celulari Eduardo Bolsonaro Eduardo Costa Eduardo Paes Eduardo Sterblitch Educação educação domiciliar Efatá Egito El Chapo Elaine Martins Eleições 2018 Eleitoras eletrocutado Eli Soares Ellen Page Elson de Assis embaixada Embaixada Brasileira Embaixador de Israel Emerson Orofino Emerson Pinheiro Emirados Árabes Unidos Emmanuel Macron empresas encontros religiosos Enem enredo ensinamentos budistas Ensino Religioso Entrevista com Deus entubada equipe de transição Erich von Däniken eritreia Ernesto Araújo erotização precoce escândalo Baby Squillo Escatologia Escavação Escócia Escola Cristã Iraque escola de samba Escola Dominical escola sem partido escolas Escolas de elite Escolas de Samba escravas sexuais escravizar fiéis esfaqueador esfaqueia espetáculo Espirito Santo Espírito Santo esposa esposa de bolsonaro esposa do presidente esquerda Esquerdismo Estadão Estado Islâmico Estado laico Estados Unidos Estatísticas esterilizações Estrada Estrela de Belém estudo estupro Etiópia Eu Não Estou Só EUA Eunício Oliveira evangelho evangélica Evangelicaorto Evangélicas evangélico Evangelicos evangélicos evangelismo Evangelismo na Rua Evangelismo Urbano evangelista Evangelização Evangéllicos Evento evento evangelístico Evidências do Cristiainsmo Evo Morales ex-atriz porno Ex-bruxa ex-cantor ex-feminista Ex-gay Ex-governador Ex-homossexual Ex-islâmico ex-líder ex-marido ex-Miss Pensilvânia Ex-muçulmano ex-muçulmanos ex-ocultista Ex-padre ex-padre Wagner Augusto Portugal Ex-pastor ex-pastor evangélico Ex-presidente Lula ex-satanista ex-vocalista da Banda IdeALL excesso de barulho Êxodo exploração sexual extraterrestre extremismo Extremismo Religioso extremistas Extremistas Islâmicos Extremistas Muçulmanos Eyshila Fabio Faria Fábio Pannunzio fábrica de tortura Fabrício da Silva Pimentel Facebook Faixa de Gaza Fake News FakeNews Fala Que Eu Te Escuto falar em público falsa igreja Falso Falso Milagre Falso pastor família Família e Direitos Humanos famílias Fantástico Fat Family Fausto Silva favorecimento Fazer Aborto Fé cristã Fé Irresistível Feira de Santana feitiços felicidade Felipe Moura Brasil feliz FM Feminismo Fenômeno fenômeno da natureza fenômeno evangélico Fernanda Brum Fernanda Lima Fernandinho Fernando Haddad Fernando Pesão Fernando Pessoa Festival The Send feto FIACONA Fica Tranquilo fichas escolares fiéis Filadélfia Filho filhos filhos são herança do Senhor Filipinas Filme Filme Cristão Filmes Filmes adultos Filosofia de Vida filósofo Fim dos Tempos financiamento Finlândia fiscalização igrejas físico brasileiro Flávia Alessandra Flávio Bolsonaro Flordelis Floresta Amazônica fofoca Fofocalizando Folha de São Paulo fome Forças Armadas Fórmula 1 Fortaleza Fórum Desembargador Mendes Wanderley Fórum Econômico Mundial Foundation França Francis Chan Francisco Razzo Frank Aguiar Frank Houston Franklin Graham Fred Instagram Frederico Figueiredo Freedom Freiras frente parlamentar evangélica From Religion Funai Fundação Bill e Melinda Gates funk funkeira Ludmilla Futebol Gabinete de Segurança Institucional Gabriel Guedes Gabriel Medina Gabriela Gomes Gabriela Hardt Gabriela Rocha gafanhotos Game of Thrones Gana Gaviões da fiel General Heleno Gênero nas Escolas gênero neutro genética Geografia Bíblica Ghar Wapsi Gideões Missionários Gideoes Missionários da Última Hora Gideões Missionários da Última Hora Gilberto Carvalho Gisele Bündchen Gislaine e Mylena Gleisi Hoffmann global Globo Globo News Globo Rural GloboNews Glória a Deus Gogue e Magogue Goiânia Google gospel Gospel for Asia governador governador do Distrito Federal governadores governo Governo Bolsonaro Governo do DF governo do Egito Grã-Bretanha Grammy Latino gravadora Musile Records grazi massafera Gregório Duvivier Grendene Gretta Vosper Greves Grupo de Lima Grupo dos 77 Grupo Especial do Rio de Janeiro Grupo Lgbt Grupo pró-aborto Grupo Record Grupos religioso Guanambi guerra Guerra interna Guerras Guilherme de Sá guitarrista Haia Hailey Hailey Baldwin Haiti Hamas Hamilton Mourão Hank Hanegraaff Harpa Cristã HB Hebrom Heidi Baker Heidi Crowter Henrique Fogaça heresia Hernandes Dias Lopes hidroxicloroquina Hillsong Hinduísmo Hino História do Cristianismo Hitler Holanda Hollywood Holocausto homem Homem de Ferro Homem-Aranha homeschooling Homicídio homofobia homoparentalidade homossexuais homossexual Homossexualidade Hong Kong horóscopo hospital hospital de Brejo Santo Hulk humor Humorista Ibaneis Rocha Ibope Idai identidade de gênero ideologia Ideologia de Espécie ideologia de esquerda ideologia de gênero IEQ igreja Igreja Adventista Igreja Adventista Remanescente de Laodiceia Igreja Anglicana igreja anti-LGBT igreja Apostólica Acolhidos por Cristo Igreja Assembleia de Deus Igreja Batista Igreja Batista da Lagoinha Igreja Batista Getsêmani igreja Bethel Igreja Brasil para Cristo Igreja Catedral do Avivamento Igreja Católica Igreja Católica Apostólica Romana (icar) Igreja Cidade de Refúgio Igreja Comunidade das Nações Igreja Contra o Aborto Igreja da Cientologia Igreja da Graça Igreja da Inglaterra Igreja de Bethel igreja destruída igreja do distrito de Iara Igreja do Evangelho Quadrangular Igreja Episcopal Igreja Evangélica igreja Hillsong Igreja holandesa Igreja Internacional da Graça de Deus Igreja Luterana Igreja Mananciais da Barra Igreja Metodista Igreja Metodista Unida Igreja Mundial Igreja Mundial do Poder de Deus Igreja Ortodoxa Igreja Ortodoxa Ucraniana Igreja Pentecostal Tempo de Milagres igreja perseguida Igreja Presbiteriana Igreja Presbiteriana de Cruzeiro do Sul Igreja Profetizando as Nações Igreja Quadrangular Igreja Renascer Igreja Rocha Eterna Igreja São Thomas Igreja Universal Igreja Universal do Reino de Deus igrejas Igrejas alemãs Igrejas domésticas igrejas evangelica Igrejas Evangélicas Igrejas evangélicas Alemanha igrejas licença Igualdade Racial ilegais ilustrações do reino de Deus imã Ahmed al-Tayeb Imagem de Cristo imagem de Jesus imbecil IMPD impostos Imran Khan Incêndio incesto indenização Índia indígenas índios Indonésia infância Inglaterra Insetos Instagram instituto Barna Instituto de Templo Instituto do Templo Inteligência e Fé intercessão Internacional International Christian Concern internet intolerância religiosa investigação Irã Iranianos Iraque Irlanda Irmandade Muçulmana Isabella Chow Isadora Pompeo Isaias Jr Isis Valverde Islã Islâmicos islamismo Islamização Israel Israel Salazar Israel x Palestina Italia Itália Itamaraty IURD Ivanir dos Santos ivermctina J.d. Greear Já Ouço o Rugido Jacarezinho Jacira Cabral Jair Bolsonaro Jair Bolsonro Jair Messias Bolsonaro James Cowan James Faulkner Jamie Shupe jandira feghali Japão Jay Santana Jean Wyllys jejum islâmico Jenna Presley Jerry Falwell Jr. Jersualém Jerusalém Jesus Jesus Copy Jesus Cristo Jezabel Jihad Jim Caviezel Jim Howard Jimmy Evans Jó – Midian Lima João Campos João de Deus Joaquim Alves joel dahl Johan Huibers John Allen Chau John Bevere John Bolton John Chau Joice Hasselmann Jojo Todynho Jonathan Nemer Jordânia Jorge Viana Jornada Mundial da Juventude jornal Jornal Nacional jornalista Milly Lacombe José de Abreu Josimar Salum Josué Valandro Josué Valandro Jr. Jovem jovem cristã Jovem Pan Jovens Jovens Cristãos Joyce Meyer Juan Guaidó juanribe pagliarim Judaismo Judaísmo Judeus Judith Butler Juiz Juiz Marcelo Bretas Juiz Sérgio Moro Juíza juíza Diana Brunstein juíza Maria Lucinda da Costa juízes Julgo Juliana Paes Junior Trovão Juristas Justiça Justiça do Trabalho justiça federal Justin Bieber Justin Welby Kamille Ribeiro Kantar Ibope Kanye West Kauã Salles Kemilly Santos ken hickam Kevin Sorbo Kim jong un Kim Yo-Jong Kingstone kit gay Kleber Lucas lacração ladrões Lady Gaga Lagoinha Lana Del Rey Lançamentos Lanna Holder laos Las Vegas Latino Lauriete Lauriete Leonel Ximenez Lava Jato Léa Mendonça Leandro Karnal Legalização da Maconha Legalização do Aborto Lei Lei Civil Lei Rouanet lenços verdes Léo Áqulia Leo Dias leões Leonardo Gonçalves LGBT LGBTI LGBTI+ LGBTQ LGBTs libanês Líbano Liberação da Maconha Liberalismo Teológico Liberdade de Expressão Liberdade religiosa libertação Líbia Líder de seita líder do islã Líder Evangélico liderança Líderes Evangélicos Líderes Religiosos Liga Árabe Lindbergh Farias Língua Portuguesa linguagem corporal de Flordelis linguagens de sinais Línguas Estranhas Linhares lista de livros evangélicos 2018 Lista Mundial da Perseguição Lista Mundial da Perseguição 2019 Lito Atalaia livramento Livro Livros Liz Lane Loja Londres Lotz Louie Giglio Louvor e Adoração lua de sangue Luã Freitas Luanda Luca Martini Lucas Lucas Santos Luciana Gimenzes Luciano Huck LUCIANO SUBIRÁ Lúcifer Ludmila Ferber Lugar Secreto Luiz Hermínio Luiz Inácio Luiz Inácio Lula da Silva Luiz Sayão Lula Luma Elpidio luteranos Mackenzie Maçonaria Maconha Maconha Não macumba Maduro mãe Mãe de El Chapo Magno Malta Magno Malta e Lauriete Maioridade Penal mais lido 2018 Mais médicos Malásia Malhação mandato mandato ilegal mansão Manuela D'ávila Manuscritos do Mar Morto Maomé Mar Morto Mara Maravilha Maranhão marcelo calero Marcelo Crivella Marcelo Freixo Marcelo Gleiser Marcha Marcha na Argentina Marcha para Jesus Marcha pela Vida marchas Marco Feliciano Marcos Freire Marcos Madaleno Marcos Mion Marechal Cândido Rondon Mariana Valadão Maricá marido Mario Bramnick Mario de Oliveira Marisa Lobo Marisa Lobo Psicóloga Marisa Papen Marrocos marroquino Marvel Marxismo Cultural marxistas máscara MasterChef Mauricio de Souza Maurício de Souza Mauro Souza maus tratos Max Lucado MBL MC Pocahontas McDonald’s MEC meca medicina médicos Mediunidade medo megaigreja meio cristão Melhor Álbum de Música Cristã Melissa Joan Hart membro Menina rosa Menino azul menores menores de 14 anos mensagem mercado de streaming mesquita mesquitas Messias Mianmar Michel Temer Michele do Carmo de Souza michelle bolsonaro michelle de paula bolsonaro Migração Mike Pence Mike Vieira Mikkelson milagre Milagres ministério “Underground Resistance” Ministério da Cidadania Ministério da Justiça Ministério da Mulher Ministério das Relações Exteriores ministério de louvor da Assembleia de Deus Alto do Ipiranga (SP) Ministério dos Direitos Humanos ministério Dunamis Ministério Mananciais Ministério Nova Jerusalém Ministério Portas Abertas Ministério Público Ministério Público Federal ministérios. ministra da Mulher Família e Direitos Humanos Ministra Damares Ministra Damares Alves Ministro ministro Augusto Heleno Ministro Dias Toffoli ministro evangélico Ministro Marco Aurélio Mello ministro Marcos Pontes Ministros Mirele Peixoto Souza Teodoro Missão Portas Abertas missas Missionária Missionária Camila Barros Missionário Missionários Missões Missouri miticismo Mitologia MK Music Mobile Moçambique Mogi das Cruzes Moisés Mongólia monte Monte do Templo Moradores de rua Moro Morreu morte morte de pastor mortos Moscou Movimento Lgbt MPES muçulmano muçulmanos Mudança da Embaixada Mudança de sexo Mulher mulher cega Mulheres mulheres cristãs Música Musica Gospel Música Gospel Musical Musile Records Nações Unidas Namibe não se meta com meus filhos Nascimento de Jesus Nasrat Mohamed Jamil Natal Natália Araújo National Geographic Native Tongue naxalitas Nazaré NCOSE Neal McDonough Neemias Nego do Borel neopentecostais NetFlix neto de Billy Graham Nevada Neymar Nicolás Maduro Nicole Kidman Níger Nigéria Nigeriano Nívea Soares Nobel da Paz nota oficial Nova Friburgo Nova York novela Novelas Novo Testamento O Milagre da Fé o outro lado do paraíso O Seredo dos Deuses Oakland obras ou pela graça Obreiro obrigações fiscais de igrejas ocorrência policial ofensa oferta Oklahoma Ong Cristã Ongs ONU ONU Mulheres Onxy Lorenzoni Onyx Lorenzoni OPBB-SP Operação Lava Jato opositora oração orações Ordem dos Pastores Batistas Organização das Nações Unidas Oriente Médio Os Incríveis os Pingos nos Is Ousado Amor – Isaías Saad outros deuses Pabllo Vittar Paciência pacific justice institute Pacto de Migração pacto diabo padre Padre Alessandro Campos Padre católico gay padre Marcelo Rossi Padre Quevedo padres Paganismo páginas da vida pai pai de vítima pais biológicos Palácio da Alvorada Palácio do Planalto Palavra de Deus Palestina palestinos Panamá pandemia Pânico panos ungidos Pantera Negra pão diário Papa Francisco Papai Noel Paquistão Paquistãom Suprema Corte do Paquistão Parada do Orgulho LGBT Parada Gay parada LGBTQ Paraíba paralisia facial Paranoá paris parlamento britânico Parlamento e Fé Partido Comunista Partido Comunista Chinês Partido Comunista da China Partido dos trabalhadores partidos de esquerda Páscoa passaporte diplomático Passion Pastor Pastor Adir Neto Teodoro pastor Alph Lukau pastor Anderson do Carmo pastor Anderson do Carmo de Souza Pastor Antonio Rocquemore pastor Carlos Moyses pastor e advogado Adir Neto Teodoro pastor Felippe Valadão Pastor George Pastor Geraldo Mangela pastor Hueslen Santos pastor isidório pastor Jim Jones Pastor Joaquim Barbosa pastor Leonardo Sale Pastor Lucas Pastor Manuel Marcos Pastor Marco Feliciano pastor Melqui Gomes pastor Odilon Santos Pastor Reuel pastor Rinaldi Digílio pastor Robert Hood pastor Rusty George Pastor Samuel Mariano Pastor Samuel Olson Pastor Silas Malafaia pastor Takayama Pastor Tiago Brunet pastora Pastores pastores de cabra fulanis Pat Allerton Paternidade Patriarca Kirill Patricia Lelis patrimônio da humanidade Paula Fernandes Paulo Freire Paulo Guedes pauta de costumes paz e vida Pcdob PEC pecado pecados pediatra pedido de desculpas pedofilia Pedra Beka pensamento Pensão alimentícia Pentateuco Pentecostes Pequim perda do filho perdão perguntas ofensivas Perlla Pernambuco Perseguição perseguição religiosa personagem gay pesquisa Pesquisas Petista Petrobrás Petrolão Pew Research Center Phatrícia Carvalho Philip Metschan Phillip Blair Piauí Pilar do Sul Pilatos pintor preso piscina Pixar Animation Studios Plano de Governo Plano do diabo Plano do diábo PM Pobreza extrema Pode Voar Polêmicas Polícia Polícia Civil Polícia Civil do Rio Polícia Federal Polícia Militar Policiais militares poligamia politica política políticos Pôncio Pilatos Pônico Pilatos população condena pornografia pornografia infantil Porta das Ovelhas porta de igreja Porta dos Fundos Portas Abertas portas dos fundos pós-morte pós-quarentena Posse do Presidente Posse Presidencial Pr Luan Santos praças Prb prefeito prefeitura prefeituras Pregação Pregação Contra Aborto pregador de internet pregador voador Pregadores pregadores modinha Prem Baba Prêmio Nobel Presbiteriana presépio Presépio Satanista Satanismo Presidência presidência no Congresso Presidente presidente da Rússia presidente jair bolsonaro presidente Jovenel Moise presidente Michel Temer presidente norte-americano Preso presos primeira filha Primeira-dama prisão Priscilla Alcantara prisões iranianas pró-vida processo processo judicial Processos judiciais procuradoria geral da república profecia Profecias professor professores Programa Fantástico Progressismo proibir Projeto de Lei Propaganda propina Proposta de Emenda à Constituição prostituição protestantes Protestantismo protestos Provérbio X psicóloga evangélica PSL PT Punjab Pure Flix Puritanismo Pyong Lee quarentena queda de helicóptero Quem é Você? Quênia Qumran R. R. Soares R.R. Soares R$ 28 Rabinos racismo radicais rádio Rádio Estadão FM rádio evangélica Rádio Gospel Rádio Jovem Pan Rádio Vida radios gospel Rafael Novarine Rafael Octavio Rafael Octávio Ramadã Rap Rap Gospel do Brasil ratinho Real Life Church Rebeca Nemer receita federal Recep Tayyip Erdogan Recife record Record News Record TV Rede Bandeirantes rede globo Rede Record Rede TV Redes Sociais reencarnação reforma da previdência reforma tributária refugiados Regensburger Domspatzen regularização rei da matemática Rei Davi Reinhard Bonnke Reino Unido Reis Magos Relacionados Relações exteriores religião religião islâmica religião no futebol religiões religiões de origem africana Religiosidade religiosos Religiosos palestinos Renan Calheiros Renascer Praise Renato Cardoso repartições públicas réplica república centro-africa República Centro-Africana ressucita Ressurreição restaurar Reuel Bernardino Revista Época RFID Ricardo Boechat Ricardo Lewandowski Ricardo Vélez Rodriguez Rio de Janeiro Rio Jordão Riqueza rituais rituais religiosos Roberta Miranda Roberto Requião Rock Cristão Rock in Rio 2019 Rodolfo Abrantes rodovia Castelo Branco Rodrigo Duterte Rodrigo Maia rodrigo silva Roma Romualdo Panceiro Ronald McDonald’s Ronaldo Caiado Ronaldo Ésper Rosa de Saron Rosânia Rocha Roubo Rua Azusa Rumores de Guerras Russia Rússia ryan coleman Sabrina Bittencourt Salmo 91 Salmos Salvador Sam Henrique Samuel Malafaia Sandra Terena Sandro Frederico da Silva Sandy Santa Catarina Santiago Chile Santo São Paulo Sarah Farias Sarah Sheeva Satanás satanismo filosófico satanistas Saul SBT SBT Silvio Santos Schumacher Se Eu Me Humilhar – Discopraise sê tu uma bênção Secularismo Secularismo na Igreja seguidores de Cristo Segunda Instância segundo casamento segundo sol Segurança pública Sei Que Estás Comigo seita seita Cientologia seminários Senado Senado Federal senador estadual Senegal sente as pessoas Separação sequestrado Sérgio Cabral Sergio Knust Sergio Moro Sérgio Moro Séries de Tv Sermão sertanejo Sertãozinho Sharran Sheikh Hasina signos Silas Câmara Silas Malafaia Silvio Santos símbolos nazistas símbolos religiosos Simone Simone e Samaria Sindicalistas síndrome de down sinos Sionismo Síria Smartphones sobrenatural socialismo Sociedade Bíblica do Brasil Sodoma e Gomorra Solstício de Inverno Som da Minha Vida Sony Music Gospel Sorocaba Southern Baptist Convention Stan Lee startup DVFLIX Steve Campbell STF sucesso Suicídio Suicído Super Drags Super Interessante Super-herói Superação Supernatural Superpop suplica Suprema Corte Supremo Tribunal Federal Supremo Tribunal Federal (STF) Surdos Surf Suzano Switchfoot Talita Cipriano Tamrazyan tanque de Betesda Tatá Werneck tatuagem Teatro Teleton Templo de Salomão Templo dos Anjos Téo Hayashi Teocracia teólogas feministas Teologia teologia da prosperidade teólogo Ricardo Velez Rodriguez Teoria da Conspiração Teoria da Evolução Terceiro Gênero Terceiro Templo Teresinha Neves Teresópolis Terra Santa Terrorismo Terrorismo Islâmico Terrorista Terroristas Testemunha de Jeová testemunhar Testemunhas de Jeová Testemunho Testemunho Cristão Testemunho de Fé Testemunhos Tetelestai Thaila Ayala Thalles Roberto Thammy Gretchen The Noite The noite. SBT The send The Send Brasil Theodore McCarrick Theresa Thor Tijuca timidez tipos de testemunhas tiririca Tiroteio no Templo TJ-SP Tocantins Tom Cruise Tony Ramos Top trabalho trabalho escravo Tradição tradução Tradução da Bíblia tragédia Trans especie Transexuais Transexual Transexualidade transfusão de sangue Transgênero transgêneros Transição de Gênero Transplante de útero Tribo queniana Tribunal de Justiça Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo tristeza Trump Tubarão tumor Turismo turistas Turma da Mônica Turquia Tv Bandeirantes TV Gazeta TV Globo TVI Twitter Ucrânia Ufc UFO Uganda última tribo Umbandistas unasp Unção Unesco União das Igrejas Cristãs da Venezuela União Europeia Universal Universidade de Liverpool Universidade de Sheffield universidades Uzbequistão Valdemiro Santiago Valdomiro Santiago Vale Valerie Gatto vandalização Vanessa Grazziotin Vanilda Bordieri Vasco da Gama Vasos Quebrados Vaticano Veganismo Veganos velho testamento vendedor Thiego Amorim Venezuela verdades secretas Vereador Vermelho versículo Veruska Seibel Viagem Missionária vice-presidente vice-presidente dos EUA vício vida Vídeos Viktor Orban Violência violência contra cristãos violência sexual Viral Virgindade visão limitada visita histórica Visões Vissarion Vítima vítimas vítimas de tragédia Vitor Santos Viva de Aline Barros Vladimir Brichta Vladimir Putin voador voto aberto Walter Hoye whastapp Whindersson Nunes White Magazine Wilian Nascimento Wilson Witzel X-Men Xi Jinping Xuxa Ygor Siqueira Yitzel Roman Yoga Yossi Shelley Youseff Youtube Youtube Kids Youtuber Zezé de Camargo e Luciano Zona Norte do Rio

Coronavírus: vacina pode ser criada em 90 dias, diz Instituto de Israel

O ministro da Ciência e Tecnologia de Israel, Ofir Akumis, anunciou que os cientistas do país estão prestes a concluir o desenvolvimento da primeira vacina contra o novo coronavírus. Os cientistas afirmam que em poucas semanas a vacina estará disponível.

“Parabéns ao MIGAL [Instituto de Pesquisa da Galiléia] por este avanço emocionante”, disse Akunis. “Estou confiante de que haverá mais progresso rápido, permitindo-nos fornecer a resposta necessária à grave ameaça global ao COVID-19”, disse Akunis, referindo-se à doença causada pelo novo coronavírus.

A vacina vem sendo desenvolvida há quatro anos pela equipe de cientistas do MIGAL, segundo informou o Jerusalém Post. A eficácia da vacina já foi comprovada em ensaios pré-clínicos realizados pelo Instituto Veterinário.

O Dr. Chen Katz diz que a nova vacina é baseada em um novo vetor de expressão proteica, com o objetivo de ajudar o corpo a formar anticorpos contra o vírus.

No Brasil o primeiro caso confirmado da doença é de um homem de 61 anos que veio da Itália. Há ainda outras pessoas em observação e suspeitas sendo investigadas.

“No momento, estamos em intensas discussões com parceiros em potencial que podem ajudar a acelerar a fase de testes em humanos e acelerar a conclusão das atividades regulatórias e de desenvolvimento do produto final”, disse David Zigdon, diretor do MIGAL.

Fonte: Gospel Prime

Mulher é baleada pelo marido em frente a igreja, mas sobrevive ao clamar a Jesus

Na sexta-feira da semana passada estava acontecendo o segundo dia da Conferência anual ‘Mulheres de Deus através da Promessa’ na igreja True Cornerstone, na cidade de Mobile, Alabama (EUA), quando o “diabo ... apareceu de maneira mortal”, segundo o pastor Derek Scott Gandy.

“Cheguei em casa cerca de 30 minutos atrás, ainda estou tentando relaxar e dormir um pouco. A conferência foi muito poderosa que os desejos do diabo e por isso ele apareceu de maneira mortal. Não posso entrar em detalhes ou citar nomes agora, mas ore por aqueles que testemunharam o que ninguém deveria, principalmente crianças”, escreveu Derek em uma publicação.

O Departamento de Polícia de Mobile disse em um comunicado que por volta das 23h23 daquela sexta-feira, policiais se dirigiram à igreja, para checar a ocorrência de que uma pessoa havia sido baleada. Quando chegaram ao local, viram uma mulher caída no chão, que aparentemente tinha sido baleada.

O autor dos disparos fugiu do local quando a polícia chegou. Ele foi perseguido pelas autoridades e posteriormente retornou à igreja. Quando os policiais se aproximaram do veículo, o suspeito atirou em si mesmo. Seu carro bateu na igreja. Ele foi declarado morto em cena, enquanto sua esposa foi levada a um hospital local, onde ela está se recuperando.

Amigos da mulher disseram ao WKRG que o homem foi à igreja procurando por sua esposa e acabou atirando nela.

O pastor Gandy, que disse que o atirador e sua esposa eram amigos de sua família, mas preferiu não comentar mais sobre o incidente. Sua esposa, Kula, disse ao WKRG que, assim que a vítima foi baleada, ela começou a orar imediatamente.

"Ela estava chamando por Jesus. Mesmo baleada estava chamando por Jesus", disse Kula Gandy.

Apesar da tragédia, ela insistiu que o diabo não obteve a vitória que ele estava buscando.

"O diabo não vai conseguir a vitória, ele não vai conseguir a vitória", disse ela. "Pude vir e orar por ela e ver que ela já estava olhando para cima e já estava orando, chamando por Jesus. Eu já sabia que Jesus iria cuidar dela".

Kula Gandy disse que está agradecida pelo fato de o atirador não ter batido o carro na igreja lotada, por ele não ter atirado na esposa várias vezes e também por ele ter feito os disparos em meio a uma multidão..

"Eu ainda estou viva, essa jovem ainda está viva", disse ela, observando que a tragédia fortaleceu sua fé.

"Não posso pregar sobre fé se não vivo pela fé, não posso pregar determinação se não vive com ela", disse o pastor Derek Gandy.

Mensagem

Na última quinta-feira, o pastor Derek foi informado pela polícia que o atirador era Ulysses Woodard e a esposa, ainda em recuperação, Alisha Woodard. O casal fazia parte do convívio de Derek e liderava a igreja True Word of Deliverance, em Plichard, Alabama (EUA).

Na noite em que foi baleada, Alisha havia sido a preletora do evento e pregou sobre a passagem de II Reis, que conta a história do profeta Elias e Sunamita.

“Ela estava falando sobre como Sunamita não pediu o filho que recebeu, mas quando recebeu essa bênção, lutou pela bênção que havia recebido do homem de Deus e como, mesmo quando ela foi buscar o homem de Deus e foi questionada como ela estava, ela disse que estava tudo bem. Então, ela manteve a fé, continuou perseverando e, quando chegou ao homem de Deus, apenas o lembrou”, disse Kula.

"Ela estava apenas nos encorajando, lembrando que mesmo quando coisas como a morte estão por toda parte, mesmo quando parece que as bênçãos não parecem estar lá, apenas devemos continuar perseverando”, contou a esposa do pastor Derek.

Fonte: Guia-Me

Bolsonaro critica imprensa e cita Jeremias: "Pelejarão contra ti, mas não prevalecerão"

O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais para criticar a imprensa, que na sua avaliação está promovendo ataques constantes contra o governo e o Brasil, questionando se a motivação seria a falta de verba ou o medo da verdade.

“O que move a extrema imprensa a mentir, deturpar, caluniar … enfim, atentar contra o Governo e o Brasil 24h por dia?”, questionou.

Bolsonaro também citou o livro do profeta Jeremias, no capítulo 1 e versículo 19, onde diz: “E pelejarão contra ti, mas não prevalecerão contra ti, porque eu sou contigo, para ti livrar [sic], diz o Senhor”.

Apesar de o texto bíblico fazer referência a uma profecia destinada a Jeremias, o presidente da República a mencionou como referência a sua crença de que Deus é com ele com os brasileiros.

Não é a primeira vez que o presidente critica a imprensa por sua postura, já que grande parte da mídia tem promovido ataques constantes contra o governo Bolsonaro, o que irrita bastante o chefe do Executivo.

Fonte: Gospel Prime

Cristãos são obrigados a revelar sua fé para obter documentos e sofrem perseguição no Irã

Os cristãos no Irã que se converteram do Islã agora serão obrigados a declarar sua fé ao solicitarem carteiras de identidade nacionais.

É obrigatório que todo cidadão com idade superior a 15 anos possua um Cartão de Identidade Nacional no Irã.

O National Census Bureau removeu a opção ‘outra religião’ de seus formulários de inscrição, forçando as pessoas a escolher entre as quatro religiões reconhecidas pelo estado: cristianismo, judaísmo, islamismo e zoroastrismo.

A sociedade iraniana é governada pela lei islâmica, o que significa que os direitos e as possibilidades profissionais dos cristãos são fortemente restritos. Os convertidos do Islã enfrentam perseguição e sentenças de prisão por parte do governo.

Como resultado, muitos cristãos optam por manter sua fé em segredo.

Sob a nova regra do governo, os cristãos serão forçados a mentir sobre sua fé ou enfrentar a exposição.

Os cartões de identificação obrigatórios são necessários para obter cartões de crédito, passaportes e cartas de condução, e os serviços básicos do governo não podem ser acessados ​​sem eles.

A Portas Abertas de Caridade pela Liberdade Religiosa relata que houve pelo menos 169 prisões de cristãos no ano passado.

Há preocupações de que a nova mudança de regra possa incentivar mais cristãos a fugirem da região, deixando outros grupos minoritários vulneráveis ​​a abusos.

Fonte: Guia-Me

Deltan Dallagnol diz que cristãos podem ajudar a combater cultura da corrupção no Brasil

O procurador e coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, falou na sexta-feira (21) sobre o combate à cultura da corrupção no Brasil na 22a edição da Consciência Cristã, evento realizado em Campina Grande, na Paraíba.

Diante do contexto do Brasil, que chegou a ser considerado 4º país mais corrupto do mundo pelo Fórum Econômico Mundial em 2016, Dallagnol disse que é motivado a lutar contra a corrupção por causa do “sofrimento humano que ela causa”.

“Doenças pela falta de tratamento de esgoto, saneamento básico, longas filas em hospitais, mortes em estradas ruins, desigualdade de oportunidade, educação pobre, falta de segurança pública e tantos outros problemas”, afirmou o procurador. 

Dallagnol, que é membro da Igreja Batista do Bacacheri, em Curitiba, indicou comportamentos que os cristãos podem adotar para combater a “cultura da corrupção” instalada no país.

Uma delas é a criação de uma cultura que incentive a honestidade e o comportamento ético dentro das organizações religiosas. Ele sugeriu aos pastores a criação de mecanismos como a prestação de contas e transparência de gastos e receitas em suas igrejas, segundo o jornal Gazeta do Povo.

Dallagnol esclareceu que essa não é uma causa exclusivamente religiosa, mas “tem tudo a ver com o que os cristãos acreditam”. Ele acredita que o combate à corrupção faz parte da cosmovisão do cristianismo, que tem como pilares a integridade, a luta pela justiça social e o serviço ao próximo. 

“O cristão é um agente de transformação da sociedade. Por isso, é preciso sofrer junto com as pessoas que sofrem pelo descaso no serviço público por conta de desvios de dinheiro”, disse. 

Para o procurador, “lutar contra a corrupção é uma questão de compaixão, de amor ao próximo, de serviço à sociedade e de realização de direitos humanos. Tem tudo a ver com a parábola do bom samaritano”.

Baseado em experiências científicas como o "teste de conformidade" do psicólogo Solomon Asch, Dallagnol explicou que um grupo de pessoas pode influenciar nossas próprias decisões, mesmo quando temos consciência dos erros. "Somos influenciáveis à desonestidade”, afirmou.

Ele mencionou estudos que indicam fatores que afetam o comportamento ético das pessoas, como a ausência de regras, ambiente de competição excessiva ou humilhação e estabelecimento de metas irrealistas.

“A Operação Lava Jato fez uma tomografia, um exame de ressonância magnética e expôs as entranhas do mecanismo da corrupção política brasileira. As pessoas se corromperam porque, se não se corrompessem, não estariam mais lá”, disse ele. “Corrupção não é um problema partidário, é estrutural”.

Fonte: Guia-Me

Mangueira faz "Jesus" mulher e que apanha da polícia

A Estação Primeira de Mangueira desfilou na madrugada desta segunda-feira (24) abordando a “Teologia da Libertação”, uma interpretação distorcida da Bíblia voltada para a promoção dos ensinos socialistas de Karl Marx.

Na comissão de frente a escola de samba trouxe um “Jesus” descolado, com amigos de favela e que leva uma dura da polícia, um claro ataque as forças de segurança.

A abordagem socialista apresentada pela escola foi elogiada pelos comentaristas da Rede Globo, que constantemente diziam que “Jesus está no coração de todos nós”.

Estranhamente, apesar dos constantes ataques que promove contra os evangélicos, a emissora carioca elogiou bastante a presença do “pastor” Henrique Vieira, um militante socialista que teria sido o “consultor teológico” da escola e que desfilou.

Para representar o nascimento de Cristo e os presentes entregues pelos magos, a escola trouxe mulheres seminuas como sendo o incenso, o ouro e a mirra que foi oferecida no nascimento de Jesus Cristo.

Na letra do samba-enredo, a Mangueira fala de Jesus Cristo com “rosto negro, sangue índio, corpo de mulher” e que luta contra a “opressão”.

Em uma das alas, a das baianas, as chamadas “mães de santo” apareceram crucificadas, em uma clara crítica aos cristãos que não concordam com as religiões afro-brasileiras.

Outra ala que trouxe críticas sociais, com uma abordagem militante, apresentou minorias, incluindo gays e mulheres, sendo crucificados com a frase: “somente ame”.

Mas nem tudo foi fantasia, haviam também líderes religiosos que apoiaram a abordagem desrespeitosa da escola de samba, todos participaram do desfile.

Fonte: Gospel Prime

Subprocurador reclama de salário de R$ 42 mil: "afligido"

O subprocurador Nívio de Freitas Silva Filho reclamou diretamente ao procurador-geral, Augusto Aras, de que sua remuneração na Procuradoria-Geral da República tem o deixado “muito preocupado” se conseguirá se manter no cargo.

Apesar da reclamação, sua remuneração gira em torno de R$ 42,2 mil reais, segundo informou Guilherme Amado, tendo recebido o valor de R$ 74,9 mil em janeiro, com a gratificação natalina.

Mesmo com um ganho muito acima daquilo que ganha os brasileiros, mesmo os que ocupam cargos executivos, Nívio aproveitou a reunião extraordinária do Conselho Superior do Ministério Público Federal para reclamar dos proventos.

“Está nos afligindo, está muito difícil, os vencimentos já não chegam ao final do mês. É uma situação aflitiva. Há uma quebra de paridade. Confesso que estou ficando muito preocupado se tenho condições de me manter no exercício da minha função”, disse.

Em seguida, ele afirmou que poderia demonstrar facilmente para todos “como é oneroso para mim o exercício do cargo de subprocurador-geral da República. Tenho que manter aqui residência, todas as despesas e me preocupo profundamente”, disse o subprocurador.

Ele foi um dos candidatos no ano passado para ser procurador-geral da República, mas se disse afligido intensamente pela questão de paridade salarial, chegando a defender a “regulamentação do auxílio moradia” para os subprocuradores.

“A questão da paridade é uma questão que realmente está nos afligindo pessoalmente muito intensamente. É a questão da regulamentação do auxílio-moradia para nós, subprocuradores-gerais da República. A questão realmente não é de acréscimo, é de recomposição, de auxiliar nos custos, porque é excessivamente oneroso o exercício da função”, continuou Nívio de Freitas Silva Filho.

Fonte: Gospel Prime

Nova lei exige que igrejas sigam os ensinamentos do Partido Comunista na China

Os novos regulamentos que entraram em vigor na China este mês exigem que igrejas e outras organizações religiosas "apoiem a liderança" do Partido Comunista e "sigam" os ensinamentos do governo.

Além disso, todas as igrejas e organizações religiosas devem ser "examinadas e aprovadas" antes de poderem adorar legalmente.

Os novos regulamentos, apelidados de "Medidas Administrativas para Grupos Religiosos", foram aprovados em 2019 e entraram em vigor em 1º de fevereiro. A agência ‘Bitter Winter’, que relata violações da liberdade religiosa na China, lançou a primeira tradução em inglês das novas regras.

“Uma organização religiosa só pode ser reconhecida como tal quando examinada e aprovada pelo departamento de assuntos religiosos do governo do povo, e registrada no departamento de assuntos civis do governo do povo, de acordo com os regulamentos nacionais de administração de políticas sociais”, afirma o artigo 3 do novo regulamento. "Sem a aprovação do departamento de assuntos religiosos do governo do povo, ou o registro no departamento de assuntos civis do governo do povo, nenhuma atividade religiosa em nome de organizações religiosas é permitida."

O artigo 5 diz que as igrejas e outras organizações religiosas "devem apoiar a liderança do Partido Comunista da China" e "aderir à direção da sinicização das religiões na China".

"Sinicização" é um termo que significa que todas as religiões devem refletir a cultura e tradições chinesas, conforme definido pelo governo. O artigo 5 também diz que as organizações religiosas devem "incorporar os valores centrais do comunismo".

Os novos regulamentos enfatizam que o objetivo das igrejas e outras organizações religiosas é apoiar o governo - e não necessariamente adorar a Deus. Por exemplo, o Artigo 17 diz que as organizações religiosas “devem divulgar as diretrizes e políticas do Partido Comunista da China” ao clero e aos cidadãos religiosos “a fim de instruir e direcionar o clero e os cidadãos religiosos a apoiarem o governo do Partido Comunista da China.

Enquanto isso, de acordo com o Artigo 22, a doutrina religiosa de igrejas e organizações deve refletir - e não entrar em conflito com - a sociedade chinesa.

“[As organizações religiosas] devem fornecer interpretações para doutrinas e cânones que atendam aos requisitos do desenvolvimento e progresso da China moderna e de acordo com a gloriosa cultura tradicional chinesa”, diz o artigo 22.

Segundo a lista atualizada da Missão Portas Abertas sobre perseguição religiosa, a China está na posição 23 entre os 50 piores países para se viver como cristão. Porém a intolerância religiosa motivada pelo comunismo tem crescido a cada ano.

Fonte: Guia-Me

Muçulmanos ameaçam destruir túmulo de Ester e substituí-lo por consulado palestino, no Irã

Um grupo islâmico iraniano está ameaçando destruir o que os judeus locais acreditam ser o antigo local do sepultamento da rainha Ester e de seu tio Mordecai no distrito de Hamedan (Irã) em retaliação ao plano de paz israelense-palestino do presidente Donald Trump, conhecido como “Acordo do Século”.

Ester tem sua história contada no Antigo Testamento bíblico, em um livro que leva o nome da própria rainha que viveu por volta de 470 a.C e foi casada com o rei Assuero, da Pérsia (também conhecido como Xerxes). Em 1935, a Pérsia mudou oficialmente seu nome para Irã, como o país é chamado atualmente.

O grupo Basij, uma ala estudantil do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica, divulgou um comunicado no início deste mês ameaçando demolir o túmulo e substituí-la por um consulado palestino.

"Avisamos os Estados Unidos e ao regime sionista [...] que o primeiro ato de realizar seus desejos imundos e o menor ataque à Palestina e ao santo al-Quds (Jerusalém) significa que eles não ocuparão mais um lugar como o túmulo de Ester [...] vamos transformá-lo em um consulado da Palestina e vocês verão o cumprimento desta promessa", disseram as declarações deles.

Ali Malmir, o diretor escritório de turismo de Hamedan, disse ao site de notícias ISNA do Irã em 7 de fevereiro que não é possível demolir o túmulo, porque existem regras específicas para edifícios do patrimônio cultural que não podem ser violadas.

Porém, o chefe do grupo Basij em Hamedan, Tayeb Frydras, respondeu à declaração de Malmir dizendo que o Irã deve mostrar seu poder e que os direitos palestinos são mais importantes do que proteger os locais culturais judeus.

A Aliança pelos Direitos de Todas as Minorias no Irã (ARAM), um grupo de vigilância com sede nos EUA que monitora os direitos das minorias no Irã, informou que o grupo de estudantes Basij realmente tentou invadir o túmulo em Hamedan, no último sábado (15).

A ARAM também informou que as "autoridades iranianas" se juntaram ao grupo Basij, pedindo a destruição do túmulo, mas a veracidade desta declaração ainda não foi confirmada.

A Comissão de Liberdade Religiosa Internacional dos EUA disse em comunicado no Twitter que está "preocupada" com as ameaças à tumba de Esther e Mordecai "e enfatiza a responsabilidade do governo iraniano de proteger locais religiosos".

Jonathan Greenblatt, chefe da Liga Anti-Difamação, classificou as declarações do Basij como "nojentos", especialmente porque o povo judeu está a semanas de comemorar o Purim, um feriado dedicado a homenagear Esther e Mordechai.

"Pessoas de todas as religiões devem se posicionar, antes que essa profanação ocorra", disse ele.

Fonte: Guia-Me

No Muro das Lamentações, judeus e chineses se unem em oração por causa de coronavírus

Centenas de pessoas se reuniram no Muro das Lamentações em Jerusalém no domingo para orar pelo fim do coronavírus, citando orações e salmos tradicionais e até cantando e dançando.

Uma placa no lado masculino do Muro das Lamentações dizia em hebraico e chinês: "O povo de Israel ora pelo bem da China".

O Times of Israel informou que, apesar de uma chuva torrencial, quase mil pessoas participaram da oração, junto com dezenas de cidadãos chineses que estão no país.

Segundo o jornal, a cerimônia foi promovida por Shmuel Eliyahu, que além de rabino do Muro Ocidental é chefe de Safed e presidente da Associação da Comunidade Rabínica.

O Muro Ocidental é um local de oração para judeus e não judeus. Na cerimônia, o shofar também foi tocado, um ato simbólico geralmente feito para pedir misericórdia a Deus.


Até terça-feira (18), havia 72.436 casos confirmados do coronavírus e 1.868 mortes.

"Milhões e milhões de pessoas estão passando por um tremendo sofrimento na China e fora dela", disse o rabino Avi Berman, diretor executivo da filial israelense da União Ortodoxa, ao The Jerusalem Post.

“Como judeus, acreditamos que Deus tem o poder de enviar cura. Nós não somos médicos, mas podemos orar”, declarou.

"Observamos nossos antepassados ​​e vemos como, quando viram problemas no mundo, oraram a Deus para cuidar disso, oraram para que os doentes se recuperassem e os pobres encontrassem sustento", acrescentou Berman.

“O povo chinês representa um sexto do mundo e muitos são afetados também nos Estados Unidos, na Europa e na Ásia. Todos devemos nos preocupar com o que está acontecendo e nos reunir para fazer algo a respeito”, justificou o rabino.

Berman disse que o rei Davi "compôs lindas orações que podemos usar" para orar.

A cerimônia terminou com uma explosão de shofar, informou o The Post.

"Posso dizer que, desde o final do Shabat, meu telefone não parou por um momento para tocar ou receber mensagens de escolas, comunidades ou organizações que desejam participar ou mostrar seu apoio", disse Berman.

A embaixada chinesa em Israel divulgou um comunicado agradecendo aos israelenses por suas orações.

“A Embaixada da China em Israel gostaria de estender seu sincero agradecimento pela simpatia, apoio e solidariedade expressos pelo povo judeu. Nunca esqueceremos”, dizia o comunicado.

Fonte: Guia-Me

Juiz é investigado por ir a evento evangélico com Bolsonaro e Crivella

O juiz federal Marcelo Bretas, que atua nos processos da Lava Jato no Rio de Janeiro, está sendo investigado, a pedido do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por sua participação em um evento evangélico ao lado do presidente Jair Bolsonaro e do prefeito do Rio, Marcelo Crivella.

O corregedor nacional do CNJ, ministro Humberto Martins, determinou na terça-feira (18) que a Corregedoria Regional da 2ª Região apure se Bretas, juiz titular da 7ª Vara Federal da Criminal do Rio de Janeiro, praticou “atos de caráter político-partidário” e de “autopromoção” ao participar do evento de comemoração de 40 anos da Igreja Internacional da Graça de Deus, na Enseada de Botafogo.

A reclamação foi apresentada ao CNJ pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), alegando que o juiz foi considerado a “principal autoridade fluminense”, mesmo o evento contando com diversas autoridades políticas, como ministros e deputados.

A OAB ainda alegou que o magistrado publicou em sua rede social “Instagram” “um vídeo de boas-vindas ao Presidente da República e de admiração a outras autoridades políticas”.

Na tarde de terça-feira, o Ministério Público Federal (MPF) pediu ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) que a Corregedoria avalie a tomada de providências disciplinares contra o juiz.

No ofício ao desembargador corregedor do TRF2, a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) encaminhou ainda um pedido para apurar um eventual ilícito eleitoral.

“No ofício ressaltamos o fato de que, embora de caráter religioso, o evento trouxe potencial impacto sobre as eleições que se aproximam, haja vista, dentre outros fatores, a presença de autoridades do mundo político, especialmente do Presidente da República”, afirmaram a procuradora regional eleitoral Silvana Batini e a procuradora regional eleitoral substituta Neide Cardoso de Oliveira.

Resposta

Em nota publicada no Twitter, o juiz Marcelo Bretas esclareceu que foi convidado pelo presidente da República a acompanhá-lo em sua agenda oficial no Rio de Janeiro, envolvendo a inauguração da alça de ligação da ponte Rio-Niterói à Linha Vermelha e o evento evangélico.

Bretas esclareceu que “em nenhum momento cogitou-se tratar de eventos político-partidários, mas apenas de solenidades de caráter técnico/institucional (obra) e religioso (Culto)”.

“Vale notar que a participação de autoridades do Poder Judiciário em eventos de igual natureza dos demais Poderes da República é muito comum, e expressa a harmonia entre esses Poderes de Estado, sem prejuízo da independência recíproca”, disse o juiz.

“Por fim, esclareço que desde sempre professo a Fé Cristã Evangélica, e que fui muito bem recebido pelo Pastor R.R. Soares, responsável pelo evento, com quem orei e entoei louvores ao nosso Deus”, finalizou Bretas.

Fonte: Guia-Me

Norte-coreana se arrisca e viaja por muitas horas para ser batizada

" - Você acredita que Jesus é o Salvador da sua vida?

- Sim

- Você acredita que somente através do sangue de Jesus você pode entrar no céu após a morte?"

- Sim

- Você aceita que é pecadora e só pode ser salva pelo nome de Jesus?

- Sim”.

Para Bon-Hwa*, a importância desse momento que ela havia esperado por tanto tempo era mais do que a jovem podia imaginar. Ela não suportou e rompeu em lágrimas.

Ela esperou dois anos até esse momento. Há dois anos, Bon-Hwa participou de sua primeira reunião secreta do projeto ‘Women to Women’ da Missão Portas Abertas, organizada especificamente para mulheres norte-coreanas que escaparam de seu país para uma vida melhor e agora vivem ilegalmente na China.

Mulheres norte-coreanas como Bon-Hwa são frequentemente capturadas por traficantes de pessoas e vendidas para prostituição ou casamentos com chineses. Enquanto ajudar refugiados norte-coreanos é proibido na China e considerado um crime sujeito a punições pesadas, os parceiros do ministério Portas Abertas assumem o enorme risco de cuidar de uma série de casas seguras para os cristãos norte-coreanos, além de apoiar as mulheres que são forçadas a se casar.

Bon-Hwa conheceu Jesus nesta reunião secreta e logo estava implorando para ser batizada. As outras mulheres em seu grupo eram crentes há mais tempo que ela e já haviam sido batizadas.

"Ela queria tanto ser batizada que não podia esperar mais", disse o pastor parceiro da Portas Abertas que a batizou.

Normalmente, batizar norte-coreanos é ilegal e arriscado. Exige algum planejamento. Como eles não conseguiram batizar Bon-Hwa na cidade onde ela vivia, com medo de serem capturados e repatriados de volta à Coréia do Norte, as três pessoas envolvidas - Bon Hwa, o pastor e a líder do grupo - viajaram separadamente para uma casa segura da Portas Abertas em uma área remota.

"Demorou muitas horas para chegar ao local", disse um pastor parceiro da Portas Abertas.

Ele descreve o batismo de Bon-Hwa como um "momento sagrado". Vestido com um terno preto com gola branca, ele abriu a pequena cerimônia com uma oração e depois batizou a jovem "em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo".

Juntos na minúscula sala de estar, os três crentes se levantaram e recitaram o Credo Apostólico: "Eu creio em Deus Pai, criador do céu e da terra e em Jesus Cristo, nosso Senhor ..."

Não havia fotos, certificado de batismo, nem outras ovelhas celebrando, porque isso seria muito arriscado. Mas naquele lugar minúsculo, no meio do nada, três cristãos estavam em solo sagrado.

"Eu tive que me conter e me concentrar nos passos da cerimônia", disse o pastor. “Ou então, eu mesmo teria chorado muito e muito alto. Foi um momento tão bonito e um privilégio batizar uma crente norte-coreana nessas circunstâncias”.

Desde seu batismo, Bon-Hwa agora pode recitar todo o Salmo 119, Romanos 8 e outros capítulos da Bíblia. Ela tem plena consciência de que poderia ter sido presa a qualquer dia, mas segue com fé em Jesus.

*Nome fictício adotado por razões de segurança.

Fonte: Guia-Me

Político chinês é promovido por criar campanha que removeu cruzes e demoliu igrejas

O regime comunista da China deu mais autoridade a um político conhecido como cruzado anticristão. Xia Baolong foi nomeado diretor do Gabinete de Assuntos de Hong Kong e Macau.

Ele é famoso por criar a campanha do Partido Comunista, que lhe deu autoridade para derrubar cruzes dos telhados de mais de 1.000 igrejas. A campanha também teve edifícios da igreja foram demolidos.

A nomeação de Xia ocorreu em meio a um expurgo de funcionários em Hubei, a província destruída pelo surto de coronavírus.

Um pastor da província de Zhejiang, onde muitas das cruzes foram removidas, disse à organização de caridade de liberdade religiosa International Christian Concern: “Essa mudança [de Zhang para Xia] não é uma boa situação. É possível que Xia oprima as igrejas em Hong Kong."

Xia foi vice-presidente da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês e substituirá Zhang Xiaoming.

Zhang se tornou o mais alto funcionário nomeado por Pequim a perder o emprego após meses de protestos contra o governo em Hong Kong. A cidade foi alvo de mais de sete meses de protestos por causa de um projeto de extradição que permitiria que suspeitos fossem enviados à China continental para julgamento.

Linha dura

Xia foi vice de Xi quando ele foi secretário do partido comunista da província de Zhejiang, de 2003 a 2007. Xia era conhecido por sua ideologia de linha dura em uma campanha de 2014 para derrubar milhares de cruzes e muitas igrejas subterrâneas na província, enquanto ele mais tarde cargo de secretário do partido em Zhejiang - cargo que ocupou até 2017. Ele se tornou vice-presidente e secretário-geral da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês em 2018.

Analistas dizem que a nomeação de Xia é um sinal de que a China quer aumentar seu controle sobre Hong Kong e reduzir ainda mais sua sociedade civil.

Willy Lam, professor adjunto da Universidade Chinesa de Hong Kong, disse que a nomeação de Xia é "uma má notícia para Hong Kong". "Isso indica que a China colocará Hong Kong sob um exame mais minucioso e reforçará o controle sobre todos os aspectos da cidade", disse ele.

O professor Ying Fuk Tsang, diretor da escola de divindade da Universidade Chinesa de Hong Kong, disse que a nomeação de um aliado próximo de Xi que sempre demonstrou sua vontade de cumprir suas ordens significa que ele também pode intensificar o controle ideológico em Hong Kong.

“Ele tem um histórico como hardliner. Se as autoridades centrais querem uma repressão, ele não poupa esforços”, afirmou. "Isso definitivamente teria um impacto na sociedade civil de Hong Kong."

A China já indicou seu desejo de colocar Hong Kong sob controle mais rígido após uma importante reunião do partido comunista, o Quarto Plenário, em novembro do ano passado. Um comunicado do partido disse que o interesse nacional deveria ter prioridade sobre a política dos "dois sistemas" que permitiu ampla autonomia a Hong Kong desde a transferência do domínio colonial britânico, e alertou que não toleraria "nenhuma ação que dividisse o país".

Ele também pediu que Hong Kong aperfeiçoasse seu sistema legal para "salvaguardar a segurança nacional", "fortalecer o poder de aplicação da lei" e aumentar a "educação patriótica" de jovens e funcionários público

O homem de 67 anos é ex-assessor próximo do presidente chinês Xi Jinping.

Fonte: Guia-Me

Justiça do Paquistão autoriza casamento forçado de menina cristã com homem muçulmano

Uma decisão do tribunal no Paquistão que validou o casamento e a conversão forçada ao Islã de uma menina cristã de 14 anos aumentou o medo de que isso abra precedentes para que outras pessoas venham a cometer tais violações dos direitos humanos, disseram fontes.

No dia 3 de fevereiro (2020), a Suprema Corte da Província de Sindh rejeitou uma petição para anular o casamento e a conversão forçada de uma menina cristã, determinando que ambas eram válidas, já que uma menina sob a sharia (lei islâmica) pode se casar após seu primeiro ciclo menstrual.

Huma Younus foi levada de sua casa, na Colônia Zia de Karachi em 10 de outubro, enquanto seus pais estavam fora e foi forçada a se casar com o homem que a sequestrou, identificado como Abdul Jabbar de Dera Ghazi Khan, da província de Punjab, disse advogado da adolescente.

"A audiência de 3 de fevereiro durou apenas cinco minutos", disse o advogado da família, Tabassum Yousaf, ao Morning Star News. "O tribunal, em poucas palavras, citando a sharia, justificou a violação do corpo da menina, considerando que ela já teve seu primeiro período".

Yousaf acrescentou que a família foi proibida de ver Huma, porque a polícia disse que “sua vida estaria em risco se ela fosse levada ao tribunal”.

Ele disse que a família contestou o casamento de Huma e a conversão forçada sob a Lei Sindh, que impõe restrições para casamentos de menores de 18 anos. A lei declara que casar com uma pessoa com menor de idade pode ser uma ofensa punível com pena de prisão até três anos.

Embora o governo de Sindh seja creditado por se tornar a primeira assembleia eleita do Paquistão a aprovar uma lei sobre casamento infantil em abril de 2014, a lei ainda é mal implementada, disseram fontes.

Yousaf disse que apresentou os documentos batismais e escolares de Huma no tribunal, que provavam que ela tinha 14 anos de idade, mas mesmo assim os juízes do Tribunal Superior de Sindh Muhammad Iqbal Kalhoro e Irshad Ali Shah decidiram que o casamento era válido com base em seu ciclo menstrual.

A batalha judicial já dura meses, com constantes atrasos e desculpas citadas para não apresentar a menor de idade em tribunal, disseram fontes.

A família interpôs um recurso no Tribunal de Justiça da província de Sindh, e Yousaf disse que uma nova audiência está marcada para 4 de março. A polícia terá mais tempo para exames médicos para determinar a idade de Huma, disse ele.

Os pais da menina foram informados por mensagem de texto que Huma havia se convertido ao Islã e se casado com Jabbar "por seu livre arbítrio", disseram fontes.

Como as conversões forçadas não são ilegais no Paquistão, seu advogado disse acreditar que o caso depende da idade de Huma.

A advogada da Suprema Corte, Saiful Malook, disse ao Morning Star News que, embora a sharia permita o casamento de uma menina menor, se ela tiver sua primeira menstruação, o casamento deve ser validado pelo tutor da menina.

"De forma alguma pode um tribunal aprovar um casamento de menores de idade, a menos que seja apoiado pelo tutor da menina", disse Malook. “O casamento é regido pela Lei do Contrato, em que nenhum menor pode celebrar um contrato ou acordo sem a aprovação explícita de seu tutor. Nesse caso em particular, o tribunal deve levar em consideração se o responsável legal da menina consentiu em seu casamento, mesmo que esteja julgando o ato sob a sharia".

Fonte: Guia-Me

Michelle Bolsonaro e Juliano Son apresentam projeto do sertão na embaixada de Israel

A primeira-dama Michelle Bolsonaro visitou a embaixada de Israel na quarta-feira (12) em Brasília para apresentar os projetos sociais desenvolvidos pelo Instituto Livres, fundado pelo pastor Juliano Son.

A convite do embaixador Yossi Shelley, Michelle e Juliano discutiram como o projeto missionário pode contribuir com o sertão Nordestino, focando no abastecimento de água, combate à fome, promoção de atividades educacionais e atendimento médico.

“Combinando tecnologias hídricas israelenses, e com a dedicação do Instituto Livres à estas causas, será possível amenizar os efeitos da seca na região, que é um dos maiores problemas locais”, disse Yossi Shelley em comunicado.

O embaixador israelense disse que a primeira-dama destacou a importância de ações como a do Instituto Livres para ajudar a quem mais precisa. “Para ela, a união em torno de uma causa comum e a solidariedade permitem melhorar a vida das pessoas”, afirmou.

Também estiveram presentes no encontro a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e o ministro da Cidadania, Osmar Terra, reforçando o apoio do governo Bolsonaro aos projetos.

“Eles destacaram que a administração do presidente Jair Bolsonaro apoia diversos projetos para trazer melhoria na qualidade de vida da população do Nordeste”, disse Shelley.

Na quinta-feira (13), Juliano Son comentou o encontro e disse que “o amor de Deus por quem vive em estado de vulnerabilidade” é a razão dos projetos do Instituto Livres no sertão.

“Temos muito trabalho pela frente, mas iremos juntos, amém?! Avançaremos se formos juntos”, disse Juliano nas redes sociais. “Aos que oram conosco, vamos compartilhar dos frutos desse encontro na medida em que eles se consolidarem. Quanta esperança! Celebrado seja o Senhor!”

Fonte: Guia-Me

Lei que permitia a preso diminuir pena com leitura da Bíblia foi derrubada

Uma decisão do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) que derrubou uma lei para permitir a presos reduzir o tempo na cadeia com a leitura da Bíblia traz de volta o debate sobre o tema.
Estados como Ceará, Pernambuco e Maranhão também têm leis em tramitação ou já aprovadas que liberam livros religiosos nos programas de remição de pena, o que destoa do estabelecido em normas federais.
No caso paulista, a Justiça decidiu no último dia 30 declarar inconstitucional uma lei que dava aos internos de estabelecimentos mantidos pelo estado o direito de escolher a Bíblia para diminuir o período de reclusão.
Segundo o texto, que vigorava desde junho de 2018, o prisioneiro poderia optar por “uma obra literária clássica, científica, filosófica ou religiosa, dentre outras” para abater quatro dias da pena a cada 30 dias de leitura.
A lei tinha ainda um parágrafo específico sobre a Bíblia, determinando que, se ela fosse o título escolhido, deveria ser dividida em 39 livros para a parte do Velho Testamento e 27 para o Novo Testamento. Na contagem, cada unidade seria considerada uma obra literária.
Para os membros do Órgão Especial do TJ-SP, a lei contrariou a Constituição Federal ao buscar legislar sobre matéria de competência federal. O relator foi o desembargador Beretta da Silveira.
A redução de pena pela leitura é regulamentada nacionalmente por uma recomendação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Ela apresenta regras semelhantes às previstas na lei paulista, mas não inclui livro religioso entre as obras autorizadas.
O texto de São Paulo foi resultado de uma articulação de deputados estaduais da bancada evangélica na Assembleia Legislativa: Gilmaci Santos, Milton Vieira, Sebastião Santos e Wellington Moura (todos do Republicanos, partido ligado à Igreja Universal do Reino de Deus).
Na época, o então governador Geraldo Alckmin (PSDB) se opôs aos trechos da lei que consideravam válida a leitura da Bíblia e explicavam como deveria ser a contagem por volumes.
Alckmin sustentou que o texto como um todo tocava em matérias de competência exclusiva da União e que, por isso, incorria em “inarredável inconstitucionalidade”. O tucano não chegou a se manifestar sobre a inclusão de livros religiosos.
Os deputados, contudo, derrubaram os vetos e reembalaram a proposta em um novo projeto. Após a intervenção, a lei foi decretada pela Casa e enviada ao então governador Márcio França (PSB), que só tinha como opção promulgar automaticamente o texto.
O Ministério Público do Estado de São Paulo entrou na Justiça contra a iniciativa em 2019. No julgamento, o TJ-SP concordou com o argumento de intromissão indevida do estado nas atribuições da União e de ofensa à separação dos Poderes, já que o Legislativo teria interferido em tema que cabe ao Executivo.
Com a decisão, a lei foi suspensa por completo. O texto também estipulava, por exemplo, como deveria se dar a avaliação das leituras, que é feita por meio de resenhas escritas pelos presos.
A SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) informou à Folha de S. Paulo que nenhum interno do sistema estadual teve a pena diminuída por ler a Bíblia, já que o governo paulista se baseia nas determinações da Justiça sobre o assunto.
O TJ-SP confirmou que nenhum juiz que acompanha execução de pena autorizou o benefício por causa de leitura de conteúdo religioso, o que indica que a lei promulgada em 2018 não foi posta em prática.
No Ceará, a leitura de obras religiosas pode beneficiar detentos desde janeiro deste ano, depois que um projeto de lei de autoria do governador Camilo Santana (PT) foi aprovado pela Assembleia Legislativa.
Em discussões sobre a proposta, parlamentares disseram que a Bíblia poderia contribuir para a ressocialização de presos e que a fé é aliada no combate ao crime e à dependência química.
Em Pernambuco, a bancada do Republicanos apresentou projeto de lei que inclui livros religiosos no programa de remição e especifica regras para a Bíblia.
No Maranhão, a deputada estadual Mical Damasceno (PTB) mencionou a lei paulista de 2018 para tentar convencer os colegas a aprovar norma semelhante, em tramitação.
Ela defendeu ainda que a proposta respeita a laicidade do Estado, por não impor a leitura do texto cristão, mas colocá-lo como uma opção e um direito do prisioneiro.
O tema também mobiliza a Câmara dos Deputados, em Brasília. Pelo menos três projetos de lei querem fixar a possibilidade de abatimento do tempo de reclusão para quem lê obras religiosas.
Segundo o Depen (Departamento Penitenciário Nacional), subordinado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, a recomendação do CNJ é o documento que orienta a remição em âmbito nacional, mas a questão também pode ser definida por normativas estaduais.
“Cada estado possui autonomia para a gestão de seu sistema prisional”, diz o Depen. A brecha que abre caminho para a regulação local está na raiz da controvérsia e tem sido usada para embutir o conteúdo religioso.
O departamento informou que não existe regramento nacional vigente sobre a remição pela leitura da Bíblia ou de outros livros relacionados a doutrinas. Disse ainda que está finalizando uma nota técnica com diretrizes para estabelecimentos estaduais e federais.
O TJ-SP informou que os juízes de execução estaduais seguem o previsto em uma portaria do Judiciário paulista de 2019 sobre o assunto.
O texto não admite explicitamente a hipótese de leituras com teor ligado a religiões. Fala apenas em obras literárias, clássicas, científicas ou filosóficas, sem citar títulos específicos.
Fonte: Folha de S. Paulo

Músico de black metal é preso após queimar três igrejas nos EUA

Um homem de 22 anos se declarou culpado por incendiar intencionalmente três igrejas afro-americanas no Estado americano de Louisiana.

Holden Matthews, de 22 anos, admitiu ter colocado fogo nos templos para "melhorar seu perfil" como músico de "black metal", segundo a promotoria.

Em um período de dez dias, ele queimou três igrejas batistas na região de Opelousas, começando os ataques no final de março de 2019.

Ele pode ser condenado a uma pena de 10 a 70 anos de prisão no julgamento marcado para o dia 22 de maio.
As três igrejas que Matthews admitiu incendiar tinham predominantemente congregações afro-americanas.

Os promotores federais não especificaram se havia uma motivação racial para os crimes de Matthews, mas crimes de ódio estavam entre as acusações pelas quais ele se declarou culpado.

Matthews, que é filho de um xerife da região, incendiou essas igrejas "pelo caráter religioso desses prédios", disseram os investigadores.

"Sua conduta vergonhosa violou os direitos civis dos paroquianos da igreja e prejudicou as comunidades", disse o assistente do procurador-geral Eric Dreiband.

O que Holden Matthews admitiu?

Na segunda-feira (10), Matthews se declarou culpado de quatro acusações criminais federais, incluindo três de danos intencionais a propriedade religiosa. Ele também se declarou culpado de seis acusações em nível estadual.

As três igrejas batistas que ele atacou foram a de Saint Mary Baptist em Port Barre (no dia 26 de março), a Greater Union Baptist, em Opelousas (no dia 2 de abril), e a Mount Pleasant, também em Opelousas (no dia 4 de abril).

As igrejas foram destruídas, mas ninguém ficou ferido, já que os ataques ocorreram durante a noite.

Na audiência da segunda-feira, Matthews disse que atacou os templos para "tentar imitar" as queimas de igrejas realizadas por fãs de black metal na Noruega na década de 1990.

Nos anos 90, pelo menos 50 igrejas cristãs na Noruega foram atacadas por incendiários em nome do black metal, um subgênero da música heavy metal. Varg Vikernes estava entre os mais famosos músicos de black metal a serem condenados pelos incêndios criminosos contra igrejas nesse período.


Membro de uma banda de black metal, Matthews disse aos promotores que acreditava que os atos "elevariam seu status".


Ele admitiu ter postado fotos e vídeos das igrejas incendiadas no Facebook "em um esforço para se promover na comunidade de black metal".

A prisão dele ocorreu mais de duas semanas após o primeiro incêndio.

O site de notícias Daily Beast relatou que Matthews comentou em postagens de redes sociais sobre Vikernes, um conhecido neonazista preso em 1994.

A música black metal geralmente contém referências ao satanismo e crenças pagãs. Alguns extremistas dentro do gênero, como Vikernes, também são defensores do nacionalismo branco.

Durante a busca por um suspeito, o governador de Louisiana, John Bel Edwards, disse que os ataques eram um lembrete "de um passado muito sombrio de intimidação e medo".

Fonte: G1

Ex-funcionária conta que bebês sobreviventes ao aborto eram jogados ainda vivos no lixo

Uma ex-enfermeira testemunhou na terça-feira (11) no Comitê Judiciário do Senado dos EUA que alguns bebês resistem às tentativas de aborto ​​e acabam sendo jogados no lixo para morrer, algo que seria remediado se um projeto de lei anti-infanticídio se tornar lei.

O Comitê Judiciário também ouviu uma especialista em neonatologia e Patrina Mosley, Diretora de Vida, Cultura e Advocacia da Mulher no Conselho de Pesquisa da Família. O trio de testemunhas defendeu a aprovação da Lei de Proteção de Sobreviventes ao Aborto.

Se aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado e assinada pelo presidente Donald Trump, a Lei de Proteção aos Sobreviventes de Abortos exigiria que o mesmo grau de habilidade profissional, cuidado e diligência fosse dado aos bebês que sobrevivem ao aborto como qualquer outro recém-nascido. Além disso, a lei estabeleceria consequências criminais para os profissionais que não agirem de acordo.

Jill Stanek, que hoje é presidente da Campanha Nacional da Lista Susan B. Anthony, relatou suas próprias experiências de seu tempo como enfermeira em um hospital onde ajudou a realizar abortos.

“Eu não suportava o pensamento daquela criança sofrendo, morrendo sozinha, então eu a balancei pelos 45 minutos que ela ainda viveu. Ele tinha entre 21 e 22 semanas, pesava cerca de meio quilo e tinha o tamanho da minha mão”, disse Stanek sobre um bebê sobrevivente de um aborto, que foi deixado para morrer no lixo do hospital.

Referindo-se a uma colega enfermeira do mesmo hospital, Stanek contou aos membros do Comitê Judiciário do Senado como um bebê abortado foi jogado no lixo.

Em um episódio particularmente horripilante, uma mãe "não apenas ficou chocada quando seu filho foi abortado, mas também ficou chocada por ele não parecer ter as deformidades físicas externas que lhe disseram que ele teria. A mãe gritou por alguém para ajudar seu bebê, e minha colega correu para chamar um neonatologista da unidade. ”

O bebê morreu dentro de meia hora.

Stanek descreveu em detalhes gráficos o procedimento conhecido como aborto induzido pelo trabalho de parto. De acordo com seu testemunho, o objetivo desse procedimento é simplesmente "fazer com que o colo do útero de uma mãe grávida se abra para que ela dê à luz prematuramente um bebê que morre durante o processo de nascimento ou logo depois".

O Dr. Robin Pierucci, médico e neonatologista com décadas de experiência, disse que o primeiro diagnóstico de um recém-nascido é sempre que ele ou ela é um bebê.
“Todos os outros diagnósticos (prematuridade, dificuldade respiratória, sepse etc.) são secundários e nunca negam o primeiro. Por causa de seu diagnóstico preeminente (bebê humano), sempre somos obrigados a cuidar, independente do fato se temos ou não a capacidade de curar”.

Pierucci afirmou que os médicos deveriam aplicar o padrão médico de atendimento a todo ser humano.

"Não há razão ética para que esse padrão de atendimento médico deva ser abandonado para um subgrupo de pessoas, porque elas podem ser menos 'desejadas' do que outras; o desejo não determina a humanidade", esclareceu o médico, que também possui mestrado em bioética.

"Nós também nunca devemos permitir que um bebê, especialmente um bebê, morra em qualquer lugar, exceto no calor de nossos braços, aninhado firmemente em nossos corações", acrescentou Pierucci.

Mosley, do Conselho de Pesquisa da Família, apontou que a Lei de Proteção de Bebês Nascidos Vivos de 2002 só reconheceu que todos os bebês nascidos vivos são pessoas. No entanto, esse reconhecimento não foi combinado com um "estatuto criminal federal contra a morte de bebês nascidos vivos".

Por esse motivo, explicou Mosley, entre 2003 e 2014, pelo menos 143 bebês nasceram vivos e morreram após abortos fracassados, de acordo com dados oficiais fornecidos pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC). O relatório do CDC admite que esse número é "quase certamente subestimado", devido a uma lacuna nos relatórios estaduais. Alguns dos bebês morreram poucos minutos após o nascimento; outros viveram mais de um dia.

Mosley concluiu seu testemunho, que era pesado em estatísticas, contando as histórias de bebês prematuros que passaram a viver uma vida plena "simplesmente recebendo cuidados adequados".

Um dos bebês que Mosley destacou foi recentemente apresentado pelo presidente Donald Trump em seu discurso no Estado da União.

“Ellie nasceu com apenas 21 semanas e seis dias. Ela é um dos bebês mais jovens a sobreviver nos Estados Unidos. Hoje, Ellie é uma menina saudável de 2 anos de idade ”, disse Mosley.

Fonte: Guia-Me

Idosa vence batalha judicial para realizar estudo bíblico em seu condomínio, nos EUA

Uma mulher cristã da Flórida apresentou uma queixa federal depois que a associação de proprietários a impediu de continuar um estudo bíblico na sala social do condomínio onde mora. Depois de uma batalha judicial, houve um acordo que lhe permite continuar com a atividade religiosa.

O acordo diz que Donna Dunbar, ministra leiga adventista do sétimo dia que administra junto com seu marido uma cozinha de sopa reconhecida nacionalmente, “pode continuar a usar a sala social semanalmente para realizar um estudo bíblico sem estar sujeita a regras ou restrições especiais".

Em comunicado, o First Liberty Institute disse que o acordo trouxe "excelentes notícias": "A vitória dela é mais uma prova de que estamos participando de um momento histórico decisivo quando pessoas de fé estão reivindicando a liberdade religiosa a um ritmo sem precedentes", afirmou o grupo.

A idosa aposentada iniciou um estudo bíblico para mulheres no ano passado na sala comum do complexo da Cambridge House em Port Charlotte, Flórida, por duas horas, nas manhãs de segunda-feira. Ao menos 10 amigas, incluindo algumas não residentes, participaram do estudo.

Cerca de três meses depois, Dunbar foi informada pelo então tesoureiro do Conselho de Administração da Cambridge House que o grupo teria que adquirir seguro para as reuniões. Nenhum outro grupo foi obrigado a comprar um seguro para usar as áreas comuns para suas reuniões. Depois de contestar a necessidade de seguro, Dunbar seguiu em frente e cumpriu as exigências para que o estudo semanal da Bíblia pudesse continuar.

No entanto, o conselho de administração da Cambridge House aprovou uma resolução dizendo: "Orações e outros serviços religiosos, observações ou reuniões de qualquer natureza não ocorrerão ... em qualquer uma das áreas comuns".

Após a decisão, Dunbar recebeu uma carta explicando que a nova resolução “proíbe reuniões de estudo da Bíblia na sala social”.

A queixa de Dunbar alegava que uma placa foi colocada no topo do órgão na sala da comunidade, dizendo: “TODA E QUALQUER MÚSICA CRISTÃ ESTÁ PROIBIDA!”

Vitórias

Mas agora, "Donna poderá viver livremente sua fé e usar a sala social como todos os outros residentes", disse o grupo.

O Fair Housing Act protege as pessoas contra a discriminação com base em raça, cor, origem nacional, religião, sexo e deficiência quando alugam, compram ou garantem finanças para uma casa.

Em janeiro, um casal da Virgínia, Kenneth e Liv Hauge, que foi ameaçado de despejo de seu lar de idosos se continuassem a realizar reuniões de estudo da Bíblia, também ganhou o direito de ter aulas novamente.

O casal foi representado pela First Liberty e chegou a um acordo com os Evergreens em Smith Run, em Fredericksburg, permitindo que continuassem dando aulas bíblicas e exibindo filmes na sala da comunidade.

Em julho de 2018, a Community Realty Company, empresa controladora da Evergreens, enviou um aviso aos Hauges dizendo que eles deveriam parar de realizar seus estudos bíblicos na sala da comunidade do centro de vida sênior ou enfrentar despejos.

O estudo semanal da Bíblia "causou e continua a causar distúrbios graves e substanciais com outros moradores da comunidade", afirmou o comunicado.

O processo dos Hauges argumentou que a administração os havia discriminado com base na religião. O processo também alegou que os Evergreens estavam proibindo a oração antes das refeições e se recusando a permitir que a chamassem de "estudo da Bíblia", mas sim de "resenha".

Fonte: Guia-Me

Igreja evangélica sofre incêndio criminoso, no Paraná

O Corpo de Bombeiros foi acionado às 2h28 do sábado (08) para combater as chamas que atingiram a Igreja Luterana Livre Central, em Campo Mourão, no Paraná. Informações repassadas por testemunhas aos bombeiros e aos policiais militares que atenderam a ocorrência apontam que o incêndio foi criminoso.

Segundo informações de vizinhos que presenciaram a ação criminosa, um homem teria ateado o fogo na igreja de maneira premeditada. Ele pilotava uma moto Honda CB300 de cor preta parou em frente a igreja e o elemento sem tirar o capacete foi até a porta da igreja e tirou um galão de combustível que estava em sua mochila e despejou o combustível por baixo da porta e também pela calçada, ele ainda colocou um cordão que utilizou como pavio para acender, após atear fogo na igreja ele fugiu tomando rumo ignorado.

As equipes do Corpo de Bombeiros chegaram no local e perceberam bastante fumaça no interior da igreja e ao se aproximar da porta perceberam que só havia um pequeno foco de incêndio em um tapete, os bombeiros conseguiram acionar um responsável pela igreja que abriu a porta, o que chamou a atenção de todos foi que o fogo ao chegar na mesa ele se apagou próximo a Bíblia Sagrada.

Segundo Daniel Cardoso, ex-presidente do grupo de jovens da igreja, ainda não se sabe quem era essa pessoa, nem se sabe se ela agiu sozinha.

“Não houve muito estrago. Colocaram o fogo na porta, mas a sorte é que logo depois da porta só tem um tapete para limpar os pés e um aparador, usado para colocar o vaso de flor e uma Bíblia. Só queimou o tapete e um pouco do aparador”, destaca.

Além do aparador, as chamas também queimaram uma cadeira e uma tomada elétrica.

Quando os bombeiros chegaram conseguiram debelar as chamas e a fumaça tomou conta do salão.



Sem inimigos

Segundo Cardoso, os fiéis da igreja não possuem rixa com outras pessoas, tampouco com pessoas de outras religiões. “Eu não consigo nem imaginar a motivação. Nunca fizemos nada contra alguém, nunca desrespeitamos outra religião. Não que isso justificasse qualquer ataque. A gente está lá para levar a mensagem evangélica e o amor. A gente fica triste, com certeza. Também fica triste pela pessoa. Por mais difícil que seja, a gente tem que amar essa pessoa também”, declara.

A Polícia Civil ainda não recebeu o relatório da ocorrência elaborado pela Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, mas deve iniciar a investigação assim que isso acontecer.

Atualmente Campo Mourão possui 500 fiéis da Igreja Luterana divididos em cinco templos.

Fonte: Guia-Me

Google, Amazon e Visa estão em lista de empresas vinculadas à exploração sexual

Do Google e YouTube à Amazon e Netflix, há uma boa chance dos assinantes de contas na internet estarem financiando ou apoiando de alguma forma essas gigantes digitais. Mas provavelmente não percebam que muitas dessas empresas flertam com a pornografia ou têm vínculos com produtores de pornografia ou traficantes de pessoas, exploradores do mercado do sexo.

Em uma tentativa de fechar as cortinas e envergonhá-las, o Centro Nacional de Exploração Sexual (NCOSE) tem lançado anualmente uma lista de empresas “sujas” a cada ano.

A lista para o ano de 2020 inclui entidades famosas da Internet, como Twitter, Google e Amazon, mas também empresas como Visa, Wyndham Hotels & Resorts e Massage Envy. Além disso, também é observada a edição de maiô da Sports Illustrated e o estado de Nevada (EUA) com sua prostituição legalizada.

Muito mais que posts

Na inauguração deste ano da ‘Dirty Dozen List’, Haley McNamara, do NCOSE, criticou o Twitter.

"A maioria de nós está participando. Infelizmente, eles permitem pornografia em seu site. E, na verdade, eles facilitam as contas de tráfico sexual e de prostituição, geralmente usando pornografia para anunciar a venda de pessoas reais offline", disse McNamara.

Dawn Hawkins, vice-presidente do NCOSE, revelou que a Visa processa os pagamentos dos principais sites pornográficos.

"Vários desses sites de pornografia com os quais a Visa se associa têm vídeos de mulheres e crianças vítimas de tráfico sexual e vídeos enviados, com cenas de abuso sexual infantil", observou ela.

McNamara acrescentou: "Agora, a Visa tem uma escolha a fazer sobre isso. Mesmo no ano passado, o PayPal parou de processar dinheiro para a indústria da pornografia. Por isso, pedimos à Visa que siga seu exemplo".

O porta-voz Jo Youngerman da Visa foi procurado pela CBN News para responder às cobranças da NCOSE, dizendo que a empresa tinha esta declaração para oferecer: "A Visa apenas permite transações na rede Visa para a compra ou venda de produtos e serviços legais. Proibimos categoricamente transações envolvendo pornografia infantil e tráfico de pessoas. Como membro fundador da Coalizão Financeira contra a Exploração Sexual Infantil, a Visa trabalha em conjunto com nossos parceiros de coalizão para identificar comerciantes ou atividades ilegais potencialmente ilegais e barrá-las da rede de cartões".

Google

Quanto ao Google, McNamara alertou que a empresa não barrou os pedófilos no YouTube, e esse é apenas um dos muitos problemas.

Ele exemplificou que "o Google Images geralmente apresenta pornografia pesada na primeira página de resultados, mesmo para termos de pesquisa científica ou básica", explicou ela.

McNamara também entrou em contato com a Amazon e contou à CBN News: "Eles não apenas têm um serviço na Web que ajuda a indústria da pornografia, mas também vendem livros de pornografia erotizados com temas de incesto. Eles também vendem bonecas sexuais. Por isso, estão realmente normalizando, abusos da vida real, tentando erotizá-los e fetichizá-los".

Hawkins disse que essas grandes empresas deveriam ter vergonha, porque os produtores de pornografia e os traficantes de sexo praticam um grande mal.

"Eles lucram às custas de inúmeras pessoas vulneráveis, exploradas e abusadas", acrescentou. "Em um mundo inundado pelos danos à saúde, causados pela pornografia, não devemos ter grandes empresas fornecendo infraestrutura para essa indústria".

Outras empresas da lista deste ano incluem a Massage Envy, a maior cadeia de massagem da América, acusada por centenas de mulheres de não tomar medidas adequadas para impedir que algumas massoterapeutas agridam ou assediem sexualmente clientes.

O NCOSE também teve como alvo o ‘Seeking Arrangement’, um site de namoro com mais de 20 milhões de membros. Isso leva estudantes universitárias sobrecarregadas com a dívida estudantil a se unirem a homens mais velhos abastados em troca de dinheiro. O NCOSE diz que essa parceria de "sugar babies" com "sugar dadies" - denominada "sugar dat" - é "um sistema de prostituição velada".

"Acreditamos que nenhum estudante deveria ter que trocar acesso sexual para ter acesso à educação", disse McNamara.

Fonte: Guia-Me

Rússia inclui mais de 200 Testemunhas de Jeová à lista de "terroristas"

As autoridades da Rússia adicionaram mais de 200 Testemunhas de Jeová a uma lista de extremistas e terroristas, informou a organização em comunicado na sexta-feira (7).

A ação contra o grupo religioso isola os fiéis do sistema financeiro do país, já que as contas bancárias de pessoas da lista são congeladas e severas restrições são aplicadas a qualquer transação financeira.

A Rússia baniu oficialmente as Testemunhas de Jeová em 2017 e declarou o grupo uma organização extremista. O Kremlin usou as leis de extremismo, que foram vagamente redigidas, para reprimir ativistas da oposição e minorias religiosas.

Desde então, centenas de Testemunhas de Jeová foram submetidos a ataques, prisões e ações penais. Vinte e quatro membros da organização foram condenados, nove dos quais foram condenados à prisão e mais de 300 pessoas estão atualmente sob investigação criminal.

A maioria dos fiéis na lista negra ainda não foi condenada, mas está sob investigação, disseram as Testemunhas de Jeová.

Jarrod Lopes, porta-voz da sede mundial das Testemunhas de Jeová nos Estados Unidos, disse que as autoridades russas estão “difamando as Testemunhas de Jeová, impedindo-as de cuidar de suas necessidades básicas”.

“Claramente, a Rússia restabeleceu efetivamente seu período mais sombrio da história, perseguindo incansavelmente as Testemunhas de Jeová, assim como seus intolerantes antecessores soviéticos”, disse Lopes.

A lista, disponível no site da Rosfinmonitoring, agência de inteligência financeira da Rússia, atualmente contém mais de 9.500 nomes. O registro não indica a afiliação das pessoas a organizações.

Em resposta à Associated Press, as autoridades de monitoramento da Rosfin não confirmaram nem negaram a inclusão dos Testemunhas de Jeová na lista negra, dizendo que adicionam pessoas ao registro com base nas informações fornecidas pela aplicação da lei.

A repressão aos membros do grupo religioso continua, apesar da promessa do presidente russo Vladimir Putin de analisar “esse completo disparate”.

“As Testemunhas de Jeová também são cristãs, por isso não entendo por que as perseguem”, disse Putin em uma reunião com o Conselho Presidencial de Direitos Humanos em 2018.

Fonte: Guia-Me

Comandante da Marinha dos EUA é acusado por incentivar equipe a "liderar como Jesus"

Um capelão da Marinha dos Estados Unidos está sendo acusado de violar a Constituição americana por promover uma série de palestras de 12 semanas intitulada “Lidere Como Jesus”.

O comandante Richard Clay Smothers, baseado na Estação Naval de Newport, no estado americano de Rhode Island, distribuiu um panfleto sobre a série aos líderes militares, informa o jornal Navy Times.

Na sexta-feira (31), o general de brigada da Força Aérea, Marty France, exortou o comandante da base a “agir rapidamente diante dessa flagrante violação da Constituição e dos regulamentos do Departamento de Defesa”.

Smothers foi acusado de cruzar a linha que separa Igreja e Estado. Agora, a Fundação Militar da Liberdade Religiosa (MRFF na sigla em inglês) está pedindo ao capitão da base, Ian Johnson, que investigue o incidente.

France disse a Johnson: “Por favor, com rapidez e eficácia, coloque fim a essa confusão constitucional e certifique-se de que, como tenho certeza que você concorda, não exista uma única perspectiva religiosa que seja considerada uma condição necessária ou suficiente para a liderança em seu ou qualquer comando”.

Elizabeth Baker, porta-voz da Marinha na região do Médio Atlântico, disse à CBN News que “as informações foram fornecidas durante a reunião de comando mensal agendada regularmente, onde as informações básicas são passadas e acompanhadas com folhetos e detalhes. É uma ocorrência comum e regular para todos os departamentos, não apenas para serviços religiosos”.

O folheto não foi feito para endossar nenhuma religião ou organização religiosa. Foi um anúncio para os interessados ​​em obter informações para uma oportunidade de educação religiosa, diz a publicação.

Baker acrescentou que “os programas religiosos de comando da Estação Naval de Newport apóiam a missão de comando, promovendo o bem-estar religioso, espiritual, moral e ético da equipe militar e de suas famílias, oferecendo oportunidades de culto, educação religiosa, comunhão e aconselhamento”.

Modelo de liderança

Ainda assim, o fundador do MRFF, Mikey Weinstein, disse que Smothers “armou o cristianismo” em sua mensagem e pediu que os organizadores das palestras fossem “investigados e punidos de forma visível e agressiva”.

O conselheiro geral do First Liberty Institute, Mike Berry, disse que Weinstein está divulgando sua “versão mítica” da Constituição com “reivindicações dúbias”.

“Jesus era um líder”, disse Berry. “É perfeitamente legal estudar sua liderança. De fato, alguns de nossos líderes militares fariam bem em estudar a liderança de Jesus um pouco mais. Nada além do nosso primeiro comandante supremo, George Washington, que olhou para Jesus como um modelo de liderança”.

Fonte: Guia-Me

Governo lança campanha para reduzir gravidez na adolescência

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves , e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, lançaram na segunda-feira (3) a campanha Tudo Tem Seu Tempo , que visa a educar jovens sobre sexo e gravidez na adolescência.

Mais cedo, a ministra publicou no seu Twitter a foto de um outdoor da campanha instalado nos corredores da Câmara dos Deputados, e pediu a participação e o apoio das pessoas com o uso da hashtag # TudoTemSeuTempo nas redes sociais.

“Estamos construindo um plano nacional de prevenção do sexo precoce. Essa ação é só o começo. Existem consequências graves, físicas e emocionais, para o sexo antes da hora. Vamos fazer cartilhas, vamos para as escolas mostrar arte, música. Vamos cuidar das ‘novinhas’, e não apenas chamá-las para o sexo”, afirmou a ministra Damares.

A ministra afirmou ainda que as ações contam com embasamento de estudos realizados por especialistas de diversas áreas e que são focadas nos melhores interesses dos jovens. “Os jovens e adolescentes são seres pensantes. Eles não são guiados apenas pelo instinto sexual. Acreditar nos jovens é essencial”, concluiu.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, destacou a relevância da ação. “Isso é elemento de discussão, sim. Nós precisamos olhar os números e saber as consequências. É papel de todos que têm uma responsabilidade com os jovens e adolescentes criar uma consciência. Estamos diminuindo os números [de gravidez indesejada] de 15 a 19 anos em 40%. Mas na faixa etária abaixo de 15 anos, de 2000 a 2016, o número da gravidez infantil permaneceu no mesmo patamar. Nada mudou”, argumentou.

Sobre a orientação de abstinência , Mandetta afirmou que o assunto foi muito discutido internamente e que a orientação educativa para evitar a gravidez infantil deve ser o foco da ação do governo. “O que se diz para uma criança assim [abaixo de 12 anos] a não ser ‘tudo tem seu tempo’? Não é idade de medicalizar, de interferir. A discussão é complexa”, concluiu.

De acordo com nota publicada pelo ministério, a medida é tida como política complementar e faz parte de um pacote de “medidas preventivas e educativas que contribuam para a redução da incidência da gravidez na adolescência”.

O programa faz parte da Semana Nacional de Prevenção à Gravidez Precoce , criada pelo presidente Jair Bolsonaro em janeiro de 2019. A mensagem estimula o adiamento de relações sexuais e orienta jovens a dialogar com a família e a procurar unidades de saúde antes de iniciar uma vida sexual ativa .https://twitter.com/DamaresAlves/status/1224325640440221696
Fonte: Último Segundo

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *