Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Novo presidente do Malawi diz que foi chamado por Deus para pastorear a nação

Novo presidente do Malawi diz que foi chamado por Deus para pastorear a nação

O novo presidente do Malawi, Lazarus Chakwera prometeu no domingo (28) ser servo do povo e assegurou um futuro próspero às novas gerações de seu país.

Em seu primeiro discurso oficial, como presidente do Malawi, após a tomada de posse, Lazarus Chakwera disse aos malawianos que, junto com o seu vice-presidente Saulos Chilima, irá formar um governo que sirva, inspire, escute e lute pelo bem-estar do povo.

Na cadência inconfundível de um pregador, o novo presidente do Malawi, Lazarus Chakwera, apelou pela unidade em seu país logo depois que ele tomou posse no domingo.

O ex-diretor das Assembleias de Deus do Malawi, uma das maiores denominações cristãs do país, tratava o palco como um púlpito para inspirar fervor com suas palavras.

O país está fraturado após 13 meses de divisão após as disputadas eleições de 2019, cujo resultado foi cancelado pelos tribunais.

Falando em um estilo e sotaque que teve dicas do líder dos direitos civis dos EUA Martin Luther King, o Presidente Chakwera falou sobre o sonho "que nos une [que] é para que desfrutemos da prosperidade compartilhada, não apenas da liberdade".

Mas ele disse que não era bom apenas ter um sonho.

"Chegou a hora de irmos além do sonho. Todos devemos acordar, porque é hora de sair do sono e tornar nosso sonho realidade", declarou.

“De que serve a liberdade se eu e você somos escravos da fome?”, questionou o presidente, que prometeu ainda dar sorriso a milhões de crianças.

.Chakwera é um homem de Deus em um país profundamente religioso.

O homem de 65 anos emergiu como líder do Partido do Congresso do Malawi em 2013 sem ter nenhuma experiência política anterior.

Lutando com Deus

Ele assumiu o cargo depois de liderar as Assembleias de Deus por 24 anos, mas admitiu, quando estava concorrendo à presidência em 2014, que não era fácil tomar a decisão de se tornar político.

"Eu tive que discutir com Deus sobre uma direção na vida que não me parecia natural", disse ele em um vídeo publicado pela Igreja Presbiteriana de St. Andrew, na Califórnia.

Mas depois de muita discussão "Deus estava dizendo isso: 'Estou ampliando seu ministério para que você possa pastorear uma nação inteira'".

Em outra entrevista, em 2017, ele disse que nas conversas com Deus ele se voltou para o capítulo três do livro do Êxodo na Bíblia, no qual Deus aparece a Moisés e diz que ele deveria levar os israelitas para fora do Egito.

Isso mostrou a ele como um líder pode atender às necessidades espirituais e sociais das pessoas, disse seu consultor Sean Kampondeni à BBC.

Mas ele não quer transformar o Malawi em uma teocracia, nem quer proselitizar, acrescentou.

"O presidente acredita que o governo é algo que Deus assina nas nações para promover ordem e progresso na sociedade, para o florescimento dos seres humanos", explicou Kampondeni.

"No Malawi, ele acha que as instituições governamentais foram deliberadamente aleijadas nos últimos 25 anos para não prestar esse serviço e ele está lá como alguém que se oferece para fazer isso".

Vida cristã

Lazarus Chakwera de 65 anos de idade, foi pastor e diretor da Igreja Assembleia de Deus no Malawi.

Formado em teologia e filosofia, o novo presidente tem bacharelado em artes pela Universidade do Malawi, mestrado pela Universidade da África do Sul e doutoramento pela Universidade Internacional Trinity, dos EUA.

Em 2005, Lazarus Chakwera foi designado Professor pelo seminário teológico Pan-África.

Durante sua educação, ele diz que "conheceu Deus" e "começou a redirecionar minha vida para o ministério".

O pai de quatro filhos agora quer pegar essa energia e visão e colocá-la na administração de um país.

Para aqueles que pensam que há uma grande diferença entre os altos objetivos da liderança espiritual e o embaraço político geralmente baixo, o conselheiro de Chakwera disse que o presidente estava bem ciente de como ser político.

"Qualquer pessoa que entenda o processo político e a jornada para a presidência - a política não começa quando você assume o cargo", disse Kampondeni à BBC.

"Você tem que fazer muita política, mesmo para entrar em cargos públicos".

Mas, ele disse, a abordagem do presidente será diferente e ele não a tratará como um jogo sujo.

Ele agora terá que usar sua habilidade para reunificar o país.

Disputa política

O antigo presidente do Malawi, Peter Mutharika, que governou o país durante seis anos e dois meses, descreveu as eleições da passada terça-feira como as piores da história do país.

Mutharika alegou que o resultado eleitoral não refletiu a vontade do povo. “O espancamento e expulsão de delegados de candidatura na região centro, provam tal fato”, disse. Contudo pediu aos malawianos a privilegiarem a paz e manter a lei e a ordem.

Peter Mutharika já abandonou o palácio presidencial tendo se alojado numa das suas residências particulares, no distrito de Mangochi.

O antigo presidente do Malawi, Bakili Muluzi, cujo filho, Atupele Muluzi, tinha se coligado com Peter Mutharika, felicitou Lazarus Chakwera pela vitória.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

[blogger][disqus][facebook][spotim]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget