Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Homem que perdeu perna em acidente perdoa motorista no tribunal: “Meu Salvador me perdoou”

Homem que perdeu perna em acidente perdoa motorista no tribunal: "Meu Salvador me perdoou"

Darrin Ray poderia ter uma vida de amargura e ressentimento, mas escolheu um caminho que exige auto renúncia: o perdão.

Nascido com uma fenda labial, caracterizada por uma abertura na parte superior do céu boca, Ray cresceu passando por inúmeras cirurgias e sendo vítima de bullying dos colegas. Apesar de crescer em um lar cristão, em muitos momentos se sentia abandonado por Deus.

Depois de uma infância difícil, Ray teve grandes conquistas. Ele se casou e foi morar na Califórnia com sua esposa e uma filha de três anos. Ele tinha uma renda estável e começou o seminário para estudar aconselhamento cristão.

“A vida era boa”, disse ele ao site The Christian Post. “Eu era diácono e líder de nossa igreja local e aprendia muito através das Escrituras sobre aconselhamento”.

Tudo isso mudou em 20 de agosto de 2006, depois que Ray acordou cedo para ir à igreja. Com sua filha no banco de trás, ele estava dirigindo por uma zona escolar a 30 km por hora, quando um homem embriagado atingiu seu carro a 100 km por hora.

“Ele cruzou a faixa amarela e bateu de frente. Foi como bater meu carro em uma parede de tijolos a 150 quilômetros por hora”, conta Ray.

Por causa do impacto do acidente, Ray teve as duas pernas esmagadas pelas ferragens e os braços atingidos pelo ácido da bateria do carro. “Foi uma experiência horrível. Felizmente, minha filha não teve nada além de um arranhão”, lembra aliviado.

Ray ficou internado por um mês e enfrentou uma série de cirurgias. Os médicos informaram que seu pé e tornozelo direito estavam quebrados e precisariam de anos de cirurgias, para uma reconstrução total.

“Eles me disseram que entrei no hospital no corpo de um homem de 30 anos e saí no corpo de um homem de 70 anos”, lembra Ray. “Eles me disseram que, mesmo depois de anos de cirurgias, não era uma garantia que meu pé e tornozelo estivessem curados. Minha outra opção era amputação. Eu não sabia o que fazer”.

Então o capelão do hospital, Jerry Roberts, deu um conselho a Ray: “Eu sei que Deus tem um chamado para sua vida. Você acha que seu chamado é ser um paciente profissional pelo resto da vida?”

“Isso realmente me impactou”, lembra Ray. “Tome a decisão que irá permitir que você faça o que Deus quer que você faça. Eu escolhi amputação”.

Perdão é uma escolha

Depois de sofrer a amputação, Ray voltou ao seminário — ainda tomado pela raiva do homem que devastou sua vida.

O homem que provocou o acidente havia sido acusado de dirigir sob o efeito do álcool e teve sua carteira de motorista anulada. Ainda que a justiça estivesse sendo aplicada, Ray precisou da ajuda de Deus para perdoá-lo.

“Quando o homem entrou no tribunal, ele tinha apenas 49 anos, mas parecia ter 70 devido a anos de uma vida dura. Deus usou isso para amolecer meu coração e tirar a imagem que eu tinha dele antes”.

Ray também foi confrontado pelas palavras de Jesus em Mateus 6:12-15, que diz: “Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores (...) Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará”.

“Eu não sentia vontade de perdoar o homem”, admitiu Ray. “Mas eu sabia que era o que Deus queria que eu fizesse. Confiei Nele para me ajudar a perdoar. Orei: ‘Senhor, não quero perdoar. Me ajude a fazer o que o Senhor quer”.

Na audiência judicial, pouco tempo depois, Ray pediu ao juiz que a dívida do motorista para indenizar sua família fosse perdoada.

“O juiz olhou para mim e perguntou: ‘Por que você quer perdoar a dívida desse homem?’ Eu olhei para o juiz e disse: ‘Porque eu tenho um Salvador que me perdoou. Ele pagou as dívidas que eu nunca poderia pagar’”

“Quando perdoei aquele homem, fui instantaneamente libertado da amargura e da raiva”, continuou Ray. “Quando você realmente pensa sobre o quanto Cristo o perdoou, isso ajuda a perdoar as pessoas que o prejudicaram. Agora, posso andar em liberdade e plenitude”.

Ray compartilhou sua história de perdão na plataforma da organização cristã “I Am Second”, em uma produção da White Chair Film. Hoje, ele serve como pastor para idosos e pessoas com deficiência.

“Quando eu disse ‘Senhor, eis-me aqui, faça comigo o que quiser’, eu vi milagres em minha vida”, disse Ray. “Foi quando Ele me ajudou a perdoar. Eu vi Deus abrir portas que nunca pensei que se abririam. Deus pegou os pedaços quebrados da minha vida e colocou de volta de uma forma completamente diferente, para me fazer inteiro de novo”.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

[blogger][disqus][facebook][spotim]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget