Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Petição on-line exige que a Netflix cancele filme que promove a sexualização de crianças

Petição on-line exige que a Netflix cancele filme que promove a sexualização de crianças

Mais de 245.000 pessoas já assinaram uma petição no Change.org  exigindo que a Netflix cancele a exibição de um polêmico filme francês que os críticos dizem sexualizar crianças.

Em setembro, a plataforma de streaming lançará, no Brasil, o filme chamado “Cuties” (“Lindinhas”, em português), um filme francês que tem, como protagonista, Amy, uma criança pré-adolescente que espera escapar das raízes profundamente conservadoras de sua família senegalesa, entrando para uma trupe de ‘Twerk’ — tipo de dança sensual — com outras garotas, menores de idade. Porém a produção está sendo apontada como uma forma de promover a sexualização precoce de meninas.

O filme teve sua estreia mundial no Festival de Cinema de Sundance, no qual obteve o Prêmio de Direção Dramática Mundial de Cinema.

A crítica de cinema argumentou que o filme é “um atrativo para o público” que “anuncia uma voz indelével na direção” e deve ser “respeitado por sua audácia”.

Muitos outros usuários afirmaram que “Cuties” é na verdade uma forma de mostrar “como as garotas acabam se tornando excessivamente sexualizadas em uma idade jovem”. Mas parece contra-intuitivo sexualizar intencionalmente meninas menores de idade em um esforço para explicar por que a sexualização intencional de meninas menores de idade é uma coisa ruim.

Muitos acusaram a Netflix e a criadora de “Cuties”, Maïmouna Doucouré, de promover a sexualização grotesca das meninas do filme.

Além do roteiro em si, a própria divulgação do filme já sugeria a sexualização das garotas, expostas pela Netflix em um cartaz, no qual aparecem com roupas curtas e algumas poses sensuais da conhecida dança.

“Nossa cultura está tão profunda e irrevogavelmente quebrada”, comentou uma usuária do Twitter ao mostrar o cartaz.

Pôster polêmico

A Netflix passou a receber duras críticas sobre o filme após lançar um pôster (veja abaixo no final da matéria) na última terça-feira (18), considerado por muitas pessoas como uma tentativa de sexualizar crianças. Diante da polêmica do pôster, a Netflix foi forçada a se desculpar.

“Lamentamos profundamente a arte inadequada que usamos para Mignonnes / Cuties. Não estava OK, nem era representativo deste filme francês que ganhou um prêmio no Sundance. Agora atualizamos as fotos e a descrição,” Netflix disse em um comunicado na quinta-feira.

Leia alguns comentários na página do pedido on-line para remoção do filme da Netflix:

“Este filme é nojento, pois sexualiza uma criança de 11 anos para o prazer de assistir aos pedófilos e também influencia negativamente nossos filhos!”

“Não há necessidade desse tipo de conteúdo nessa faixa etária, especialmente quando o tráfico sexual e a pedofilia são tão galopantes! Não há desculpa, esse é um conteúdo perigoso!”

“Esta é uma tentativa descarada de normalizar a pedofilia”.

“Este filme é nojento. Deixe as crianças serem crianças e pare de sexualizá-las”

“Nossos filhos precisam ser protegidos!”

“Deus nos ajude a salvar as crianças de tudo o que este mundo está tentando fazer com elas !!!”

Allison Mitchell, que iniciou a petição, disse em uma atualização que o alvoroço era menos sobre a arte e mais sobre o conteúdo do filme.

“Trata-se de twerking com crianças de onze anos para o prazer de assistir de um adulto. Veja aqui, temos as imagens [sic]”, disse ela.

O lançamento do filme nos cinemas ocorreu normalmente na França, no dia 19, e com um pôster diferente daquele apresentado pela Netflix. Lindinhas será lançado no Brasil no próximo dia 9 de setembro.

Veja o polêmico pôster que já foi alterado pela Netflix:

Fonte: Folha Gospel com informações de The Christian Today, Tecmundo e Change.org

Postar um comentário

[blogger][disqus][facebook][spotim]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget