Notícias e informação para o povo de Deus, dicas, meditação, reflexão, palavra, devocional, música, conteúdo de qualidade!

Nigéria, país que mais mata cristãos, será investigada por Corte Internacional

Karim Khan, o promotor da Corte Internacional de Crimes (ICC, da sigla em inglês), fez a primeira visita à Nigéria para discutir os próximos...

Nigéria, país que mais mata cristãos, será investigada por Corte Internacional

Karim Khan, o promotor da Corte Internacional de Crimes (ICC, da sigla em inglês), fez a primeira visita à Nigéria para discutir os próximos passos na investigação de crimes contra a humanidade e crimes de guerra. 

Desde 2010, há evidências desses delitos sendo coletadas, mostrando que há ações terroristas pelo grupo Boko Haram, entre outros extremistas islâmicos.

Embora a visita seja necessária e muito aguardada pela comunidade internacional, há controvérsias. De acordo com a Portas Abertas, como a Nigéria é signatária do Estatuto de Roma, que fundou a ICC, essa intervenção é questionada pela demora que já custou milhares de vidas.

A Corte deve ser um recurso de última instância para intervir em crimes contra a humanidade e genocídios, por isso o promotor afirma que concedeu esse tempo para que o governo nigeriano tentasse resolver suas demandas por conta própria. 

Crimes denunciados há anos

A visita do promotor da Corte Internacional demorou mais de oito anos para acontecer. Até antes desse período, vários crimes já estavam sendo denunciados.

Desde 2009, o Boko Haram começou os ataques recorrentes no país. Primeiro nas delegacias e acampamentos do exército no estado de Borno. 

Depois, o grupo organizou novas linhas de ataque quando sequestrou 275 meninas na escola de ensino fundamental de Chibok, em abril de 2014. A hashtag #BringOurGirlsBack se espalhou pelo mundo.

Até mesmo a então primeira-dama dos Estado Unidos, Michelle Obama, a publicou em seu Twitter. Com a pressão, o governo da Nigéria fez promessas de que resgataria todas as meninas, na campanha eleitoral de 2015. 

Porém, o presidente Buhari não deteve o Boko Haram e não fez justiça contra o líder deles, Abubakar Shekau que, possivelmente, explodiu a si mesmo com um colete suicida, no dia 19 de maio de 2021. 

A morte de Shekau piorou a insegurança no país. O grupo se separou e formou alianças com outros extremistas, como Ansaru, e alguns grupos ligados à Al-Qaeda no Magreb Islâmico. 

Onda de mortes e sequestro

O clamor pela visita do promotor teve grandes motivações: pelo menos 38 pedidos de investigação de crimes, vários deles com provas da negligência do governo. Era motivo mais que suficiente para ter adiantado a visita do promotor. 

Juntos, Boko Haram e ISWAP, mataram mais de 2 mil pessoas em 2021. Em 2020, este número foi três vezes maior. Além disso, mais de 4 mil mulheres e meninas foram raptadas pelo Boko Haram apenas no Nordeste da Nigéria. 

Em abril deste ano, oficiais nigerianos afirmaram “não poder informar o número de nigerianos mortos” por causa das eleições do próximo ano. 

Isso mostra que pessoas de dentro do governo acreditam que a prioridade é a imagem pública, não a transparência e prestação de contas.

Perseguição e morte de cristãos são ignoradas

Conforme a Portas Abertas, os cristãos perseguidos na Nigéria só souberam da visita do promotor Karim pela grande mídia. Eles não foram notificados e nem convidados para conversar com ele.

Isso quer dizer que Karim só ouviu um lado da história — do governo nigeriano. A Associação Cristã da Nigéria (CAN, da sigla em inglês) disse que Karim fez tentativas de contato para tratar da causa dos cristãos perseguidos. 

A CAN aponta para a injustiça e violência religiosa que matou cerca de 25 mil cristãos e o governo nigeriano não fez nada para impedir. O promotor não conversou com nenhuma das vítimas ou seus representantes. 

Na semana passada, o Guiame publicou sobre o caso dos oito cristãos mortos por terroristas fulanis durante um ataque à comunidade Chinke. Após ameaças e alertas antecipados de que haveria o ataque, a polícia nigeriana foi avisada, mas não fez nada para impedir e permaneceu em silêncio diante do pedido de socorro pelos cristãos. 

Os únicos crimes investigados que se referem à perseguição religiosa são os que estão associados com raptos e abusos sexuais, como a situação vivida por Leah Sharibu, as meninas de Chibok, entre outros. 

Fonte: Guiame com informações de Portas Abertas

COMMENTS

Nome

'Momo',1,"Eu quero ir",1,“Aguardo o Dia”,1,“Casa na Rocha”,1,“Em Casa”,1,“Mais Alto”,1,“Quem é esse?”,1,“Quero Te Adorar”,1,“We magnify his name”,1,10 Mandamentos,1,19ª edição do Grammy Latino,3,2018,2,2019,5,22 anos,1,3 Palavrinhas,1,360 Wayup,1,6 milhões,1,60 Minutes,1,a,1,A Bíblia Kingstone,1,Abaixo-assinado,1,abandona,1,Abílio Santana,1,Abin,2,abortistas,1,aborto,27,abortos,1,abrigo para dependentes químicos,1,Absolvida,1,abusador,1,abusar dos membros,1,abuso infantil,3,abuso sexual,20,abusos sexuais,3,Academia,1,Acadêmicos do Sossego,1,acampamento evangélico,1,ação judicial,1,Ação popular,1,Ação social,2,aceitaram a Jesus,1,Acertou Mizerávi,1,Achado Arqueológico,1,ACI Digital,1,acidente,2,acidente de trânsito,1,Acioli,1,acordo de paz,1,Acre,2,acusação,1,ad belenzinho,1,ADAI Music,1,Adão e Eva,1,Adaulto Lourenço,1,Adauto Lourenço,1,Adilson Gigante,1,ADO 26,1,adolescente,1,adolescentes,1,Adolf Hitler,1,Adolf Hittler,1,adventistas do Sétimo Dia,1,advogados,1,Afeganistão,2,Africa,2,África,6,Africa do Sul,1,Agenda Lgbt,1,Airbnb,1,Al-haram Al-sharif,1,Al-qaeda,1,Al-Rashid,1,Aladdin,1,Alagoas,2,Alan Rick,1,Albert Einstein,1,Alcoolismo,1,aldeia Kamayurá,1,Alemanha,3,Alerta aos pais,1,alertam,1,Alex Passos,1,Alexandra Abrantes,1,alexandre frota,1,Alexandre Isquierdo,1,Aline Barros,4,Alison Redmond-Bate,1,alma,1,Alphaville,1,altares,1,altera,1,Amazon,1,ambulância,1,América,1,América Latina,1,Amor,2,Amor de Deus,1,Amor e Sexo,4,amor incondicional,1,Ana Paula,1,Ana Paula Valadão,4,Anápolis,1,Anayle Sullivan,1,Anderson Freire,4,André Aquino,1,André Balada,1,Andre Fernandes,1,André Valadão,3,Andrea Long Chu,1,Andrew Brunson,2,Anel Pilatos,1,anencefalia,1,Anglicana,1,Angola,4,Anitta,3,aniversário de casamento,1,Anjo,1,Anne Graham,2,Anne Graham Lotz,1,Anny Theyler,1,Anti-Balaka,1,anti-Israel,1,anti-judaico,1,anticristãs,1,Anticristo,1,Antigo Testamento,1,Antissemitismo,3,AoVivoPelaVida,1,apanhar,1,aplicativo,1,Apocalipse,1,apóstolo,1,apóstolo Paulo,1,App,2,apresentador,1,apresentadora Angélica,1,Árabe,1,Araguaína,1,Arca da Aliança,2,Arca de Noé,1,Argentina,4,Argentinos,1,arma,1,arma de fogo,1,Armas,1,Armênia,1,armênios,2,Arqueologia,14,arqueólogia,1,arqueologia bíblica,12,Arqueologia na Bíblia,1,arqueólogo,1,Arquidiocese da Paraíba,2,Arrebatamento,1,arrecadar alimentos,1,arrependimento,3,Artistas,3,Asia,1,Asia Bibi,6,Ásia Central,1,AsiaNews,1,asilo,1,assalto,5,assassinada,1,assassinado,1,assassinato do pastor,4,assassino,2,assédio sexual,2,Assembleia de Deus,9,Assembléia de Deus,2,Assembleia de Deus no Brasil,1,Assembleia de Deus Vitória em Cristo,2,ataque,1,ataque cardíaco,1,Ataque Contra Cristãos,3,ataque de ódio,1,Ataque no Egito,1,Ateísmo,5,Atentado,4,Atentado Terrorista,1,Atentados,1,Ateu,1,Ateus,2,Ativismo,2,Ativismo Gay,2,Ativismo Lgbt,2,ativista gay,1,Ativistas,2,ato profético,1,Ator,3,Atos dos Ap